Estado detém 45% de empresa de limpeza de torres de refrigeração

| País
Estado detém 45% de empresa de limpeza de torres de refrigeração

A ver: Estado detém 45% de empresa de limpeza de torres de refrigeração

O maior surto de legionella num hospital português provocou 5 mortos e infetou 56 pessoas.

O Sexta às 9 mostra-lhe que a empresa responsável pelas torres de refrigeração, apontadas pela Direção Geral de Saúde como causadoras do surto, é detida em 45 por cento por uma associação tutelada por dois ministérios: Saúde e Finanças.

Chama-se Such Veolia e, nos últimos duas décadas, tem conseguido gerar lucros que nalguns anos ultrapassaram os 4 milhões e meio de euros.

A parceria público-privada criou uma situação de monopólio à multinacional francesa, Veolia SA, que assim conseguiu contratos nos 12 hospitais mais importantes do país.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    O desaparecimento do jornalista saudita fragiliza a relação dos EUA com uma ditadura que lhe tem sido útil a combater o Irão e a manter os preços do petróleo.

      Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

        Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.