Frutaria chinesa fechada pela ASAE por vender fruta estrangeira como se fosse portuguesa

| País
Frutaria chinesa fechada pela ASAE por vender fruta estrangeira como se fosse portuguesa

A Autoridade da Segurança Alimentar e Económica (ASAE) fechou esta manhã uma loja chinesa de legumes e frutas em Lisboa. A proprietária foi detida por vender fruta estrangeira como se fosse de origem portuguesa. Outra falha do estabelecimento era a falta de condições de higiene. A ASAE explica que a ação foi preparada há vários dias, porque detetou que havia agentes económicos que estavam a aproveitar-se da vontade dos portugueses de consumir produtos nacionais.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi há 50 anos que o Homem partiu para a Lua. De Cabo Canaveral, nos EUA, seguiram três astronautas para colocar os nomes na história da humanidade.

Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.