Gastaram-se 81 mil dias de internamento inapropriado no SNS em 2018

| País
Gastaram-se 81 mil dias de internamento inapropriado no SNS em 2018

A ver: Gastaram-se 81 mil dias de internamento inapropriado no SNS em 2018

Gastaram-se 81 mil dias de internamento inapropriado nos hospitais portugueses em 2018, um aumento de mais de 24 por cento face ao ano anterior.

O terceiro Barómetro de Internamentos Sociais, apresentado pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares em parceria com a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, revela que a subida de internamentos inapropriados atinge quase os 100 dias, com casos a chegarem aos oito meses.

A região de Lisboa e Vale do Tejo é a que apresenta os valores mais altos.

A totalidade dos Serviços de Medicina Interna do país têm, em média, 25 por cento da sua lotação ocupada com doentes que poderiam ter alta clínica.

Isto porque a colocação na rede de cuidados continuados demora perto de dois meses e, num lar da Segurança Social, nunca menos de seis.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.