Incêndios. UE reitera estar preparada para aumentar assistência a Portugal

| País

|

A Comissão Europeia reiterou hoje que está preparada para aumentar a sua assistência a Portugal, caso as autoridades nacionais solicitem o reforço da ajuda para combater os incêndios que assolam o país.

"A Comissão está a seguir atentamente a situação dos incêndios florestais em Castelo Branco. Os nossos pensamentos estão com todos os afetados e com os bombeiros que estão a trabalhar em condições muito difíceis", declarou a porta-voz adjunta do executivo comunitário.

Natasha Bertaud, que falava na conferência de imprensa diária da Comissão Europeia em Bruxelas, detalhou que o comissário europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, está em contacto com as autoridades portuguesas e já falou com o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, transmitindo-lhe que "a União Europeia está preparada para reforçar a assistência [a Portugal], se necessário e solicitado".

A porta-voz indicou ainda que, a pedido de Portugal, a UE ativou o sistema de emergência de navegação por satélite Copernicus para produzir mapas das zonas afetadas pelos incêndios que deflagraram no sábado no distrito de Castelo Branco e que alastraram ao concelho de Mação, distrito de Santarém.

No domingo, Stylianides já tinha manifestado a disponibilidade da Comissão Europeia numa publicação no Twitter.

Vários incêndios deflagraram no distrito de Castelo Branco ao início da tarde de sábado. Dois com origem na Sertã e um em Vila de Rei assumiram maiores dimensões, tendo este último alastrado, ainda no sábado, ao concelho de Mação, distrito de Santarém.

O incêndio de Vila de Rei e Mação é o único que continua por controlar e tem mobilizado várias centenas de operacionais e de meios de combate.

Um civil ficou ferido com gravidade neste incêndio e está internado no hospital de São José, em Lisboa. Há ainda nove feridos ligeiros e mais de duas dezenas de pessoas foram assistidas no terreno pelas equipas do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

As chamas também já atingiram habitações, num número ainda não quantificado pelas autoridades, depois de durante a tarde de domingo as chamas terem ameaçado dezenas de aldeias, segundo autarcas.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.