PCP em jornadas segunda e terça-feira na Península de Setúbal contra o aumento de preços

por Lusa

O PCP vai dar destaque ao aumento de preços e à luta por melhores salários nas jornadas que se realizam segunda e terça-feira na Península de Setúbal, com encontros com trabalhadores, reformados e utentes da saúde.

Com o lema "Travar o aumento de preços, valorizar salários e pensões, promover a produção nacional", os deputados do PCP vão dividir-se, como habitualmente, em grupos para visitas e reuniões nos vários setores de atividade, privilegiando encontros com trabalhadores, reformados, e reuniões ou sessões públicas, começando com contactos com os operários da empresa automóvel Autoeuropa, em Palmela.

Na segunda-feira, dia 27, as intervenções do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, e da líder parlamentar, Paula Santos, marcam o arranque das primeiras jornadas comunistas na presente legislatura, numa sessão na Pousada de Palmela, em que os primeiros meses da governação do PS com maioria absoluta no parlamento deverão ser avaliados.

Ao início da tarde, a presidente do grupo parlamentar do PCP, acompanhada pelos deputados Alma Rivera, Diana Ferreira, Bruno Dias e João Dias - assim como pelos dirigentes do partido e ex-deputados António Filipe e Duarte Alves -- visita a Autoeuropa para um contacto com os trabalhadores daquele complexo.

Pelas 16:00, Paula Santos e uma comitiva de elementos do partido têm um encontro com órgãos representam os trabalhadores do concelho de Palmela e à mesma hora a deputada Diana Ferreira reúne-se com estruturas de reformados da Península de Setúbal, na freguesia do Pinhal Novo.

Alma Rivera e João Dias encontram-se com associações humanitárias de bombeiras daquela península, no Seixal.

A deputada Paula Santos encerra o primeiro dia com uma sessão pública sobre o aumento do custo de vida, no Seixal, às 18:00, e outra sobre habitação, na Moita, ao início da noite.

O deputado eleito pelo círculo de Beja, João Dias, parte às 22:00 para o mar a bordo de uma traineira, para uma noite com pescadores, ao largo de Sesimbra.

Na terça-feira, dia 28, a líder parlamentar encontra-se com representantes dos trabalhadores da saúde e utentes na Biblioteca Municipal de Setúbal.

À mesma hora, as deputadas Alma Rivera e Diana Ferreira visitam uma panificadora em Palmela, enquanto Bruno Dias, acompanhado por Duarte Alves, tem um encontro com micro, pequenas e médias empresas, no Barreiro.

Ao final da manhã, João Dias encontra-se e almoça com agricultores em Poceirão, concelho de Palmela.

A bancada comunista regressa a meio da tarde à Pousada de Palmela para apresentar as conclusões das jornadas parlamentares.

Estas são as primeiras jornadas parlamentares de Paula Santos enquanto dirigente da bancada, substituindo João Oliveira, que falhou a eleição pelo círculo de Évora nas eleições legislativas de 30 de janeiro.

Estas jornadas também vão realizar-se num contexto de maioria absoluta do PS, que contrasta com os últimos seis anos, em que o PCP suportava por meio de negociação no parlamento os governos do socialista António Costa.

As últimas jornadas parlamentares realizaram-se nos dias 21 e 22 de junho de 2021, em toda a Área Metropolitana de Lisboa.

No final das jornadas o partido apresenta as prioridades da intervenção na Assembleia da República, decorrentes da auscultação feita ao longo de dois dias, e apresenta os projetos-lei nesse sentido.

A título de exemplo, nas últimas jornadas, que se realizaram ainda sob restrições provocadas pela pandemia, o PCP apresentou projetos-lei que incidiam no investimento do Serviço Nacional de Saúde, apresentaram alterações à legislação laboral e anunciaram um Plano Estratégico para a Soberania Alimentar Nacional.

pub