Proteção Civil alerta para agravamento do estado do tempo

| País

A meteorologia espera chuva persistente e localmente intensa a partir do meio da manhã desta sexta-feira
|

A Autoridade Nacional de Proteção Civil emitiu nas últimas horas um aviso à população para o agravamento das condições meteorológicas nas regiões norte e centro. O período mais crítico é esperado entre as 12h00 desta sexta-feira e as 6h00 de sábado.

“Prevê-se para as próximas horas um agravamento das condições meteorológicas”, lê-se num comunicado da Proteção Civil, emitido após contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A meteorologia espera chuva persistente e localmente intensa a partir do meio da manhã desta sexta-feira, com maior probabilidade “nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Aveiro e Viseu”.A agitação marítima nas costas ocidental e sul deverá potenciar “ondas de noroeste” com “quatro a cinco metros de altura”.

O vento, do quadrante sul, poderá ser “moderado a forte no litoral a partir da tarde”, com rajadas de 85 quilómetros por hora, designadamente no Minho e Douro Litoral. Nas terras altas o vento será moderado a forte, acentuando-se a partir da tarde “com rajadas até 100 km/h em especial na região do Minho”.

Por sua vez, o IPMA colocou debaixo de aviso laranja os distritos de Viana do Castelo e Braga. Na base desta decisão está a previsão de chuva persistente, por vezes forte, entre a partir do meio-dia. Viseu, Porto, Vila Real e Aveiro encontram-se sob aviso amarelo pela mesma razão.

Ainda sob aviso amarelo, mas devido à agitação marítima, estão o Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra e Braga. Há também um aviso amarelo, por causa do vento, para Porto, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo e Braga.

O aviso laranja é o segundo de uma escala de quatro. Aponta para um quadro meteorológico de risco moderado a elevado. O aviso amarelo, terceiro da escala, indica situação de risco para determinadas atividades.
Oito barras encerradas
A Autoridade Marítima Nacional adiantou entretanto que esta sexta-feira estão fechadas à navegação outo barras marítimas de Portugal continental. Outras três estão condicionadas por causa da forte agitação marítima.

Estão encerradas as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Douro, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Ericeira e São Martinho do Porto.

A barra de Viana do Castelo está condicionada a embarcações de calado abaixo de 30 metros e as de Aveiro e da Figueira da Foz a embarcações com menos de 35 metros.

c/ Lusa

Tópicos:

Autoridade, Aviso, Mau tempo, Nacional, Proteção Civil,

A informação mais vista

+ Em Foco

O criador dos óculos de realidade virtual está a desenvolver tecnologia que vai transferir jogos de vídeo para os campos de batalha.

Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

    O coração de Lisboa foi palco do maior desfile militar dos últimos 100 anos no país, por ocasião do centenário do Armistício que pôs fim à I Grande Guerra.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.