Provedor da Misericórdia do Porto saúda Governo por incluir Porto na candidatura à EMA

| País

O provedor da Misericórdia do Porto, António Tavares, congratulou-se hoje com a decisão do Governo de reabrir o processo de candidatura à Agência Europeia do Medicamento para incluir o Porto, além de Lisboa.

"De acordo com uma nota do Ministério da Saúde, o Governo decidiu reabrir o processo de candidatura, referindo que só o Porto, a par de Lisboa, `parece reunir condições para uma candidatura muito exigente e competitiva em termos europeus`", lê-se no comunicado enviado à agência Lusa.

O provedor da Misericórdia do Porto já havia manifestado o seu apoio ao presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, quando este mostrou disponibilidade para receber a Agência Europeia do Medicamento no Porto.

Numa nota então publicada, solicitou ao Governo que "divulgasse todos os estudos que justificavam, na altura, a sua opção esquecendo uma região e uma cidade com condições técnicas, humanas e financeiras para tal, e onde se situa o mais importante centro científico nesta área", que era o Porto.

 

Tópicos:

EMA,

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.