"Se não basta o bom senso, lei que proíbe jogos é medida objetiva", diz CNE

| País
Se não basta o bom senso, lei que proíbe jogos é medida objetiva, diz CNE

Foto: Reuters

A Comissão Nacional de Eleições, já reagiu à intenção do Governo em criar uma lei que proíba jogos em dia de eleições.

A Comissão Nacional de Eleições, já reagiu à intenção do Governo em criar uma lei que proíba jogos em dia de eleições.

O porta-voz da CNE, João Tiago Machado, diz que “se não bastou o bom senso, será uma medida objetiva, sim.”

João Tiago Machado refere também que não há nada de ilegal por parte da Liga de clubes, mas lembra que a CNE já tinha feito algumas recomendações.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevista exclusiva de Rui Rio à editora de política da RTP Luísa Bastos.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Foram sinalizados casos de mutilação genital numa escola da Baixa da Banheira. Uma associação trabalha com turmas. Ainda há rapazes que defendem a "submissão" como "saudável".

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.