SEF quer que Ministério Público investigue venda de vagas

por RTP

Estiveram à venda na internet vagas de atendimento para que os imigrantes possam regularizar no SEF a situação em Portugal.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras quer que o Ministério Publico investigue uma alegada rede mafiosa que estará por detrás deste esquema.

As vagas eram publicitadas em sites de anúncios classificados e redes sociais.