EM DIRETO
Eleições na Madeira. Acompanhe aqui todas as reações

25 de Abril. Susana Sousa Dias: Estado Novo "foi de uma violência atroz"

por RTP

O que pode uma fotografia de um rosto revelar sobre um sistema político? A interrogação resultou num filme sobre o lado mais negro do Estado Novo. Chama-se "48" e foi realizado por Susana Sousa Dias.

Trata-se de um documento sobre a forma como um regime autoritário se tentou perpetuar através da repressão. Quase 30 mil opositores do regime do Estado Novo foram presos e fichados pela polícia política.

Os arquivos da PIDE/DGS contam mais do que a história do estado policial e securitário. Contam histórias de tortura e morte, mas também de resistência.

Entre a história e a memória, entre o visível e o invisível, um filme várias vezes premiado em que o silêncio acrescenta.

Em entrevista à RTP, a realizadora recorda que o filme impressionou sobretudo pelos relatos das mulheres sujeitas à tortura. "Havia uma tortura de género", recorda.
pub