Marcelo diz que se não for PR em 2021 continuará a trabalhar pelos sem-abrigo

| Política

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou hoje que, se não for Presidente da República, a partir de 2021, vai continuar, "como cidadão", a trabalhar para cumprir as metas da estratégia nacional de integração de pessoas sem-abrigo.

"Posso ser ou não [PR em 2021, ano de eleições presidenciais]. Mas, se não for PR, continuarei como cidadão a trabalhar nisso", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, em resposta aos jornalistas antes de participar na ceia de Natal organizada pela Associação Amor Perfeito para cerca de 120 famílias carenciadas e sem-abrigo, realizada no Instituto do Terço, no Porto.

Segundo o PR, "a meta [de 2023] mantém-se [para a integração de sem-abrigo]" e "é um objetivo nacional", pelo que "quem quer que seja Governo a partir do ano que vem [ano de eleições legislativas], e quem quer que seja PR a partir de 2021 [ano de eleições presidenciais], tem de prosseguir esse objetivo".

A informação mais vista

+ Em Foco

Francisco Veloso, reitor da Imperial College Business School, traça os cenários possíveis após a rejeição do acordo.

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.