Pedrógão Grande. 17 de junho, dia de homenagem e de reflexão

por Antena 1

Foto: Rafael Marchante - Reuters

Dois anos depois de um dos mais mortíferos e devastadores incêndios de que há registo em Portugal, Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, recorda os homens, mulheres e crianças que perderam a vida em 2017, e todos quantos, ao longo da história, sucumbiram ao flagelo dos incêndios florestais no país.

Neste dia nacional em memória das vítimas dos incêndios florestais, criado pelo Parlamento, por iniciativa de Eduardo Ferro Rodrigues, o presidente da Assembleia da República, entrevistado esta manhã pela Antena 1, refere que a escolha de 17 de junho para este dia de homenagem as vitimas é justificada por se tratar do "aniversário de um dos mais mortíferos e devastadores incêndios de que há registo".

Ferro Rodrigues acredita que Portugal não voltará a enfrentar uma tragédia como a de Pedrógão Grande.