Recado para Trump: Lisboa não constrói muros e sim pontes

por RTP

A Câmara Municipal de Lisboa espalhou durante a madrugada desta quarta-feira 25 cartazes junto ao Meo Arena, no Parque das Nações, com uma chamada de atenção referente à vitória de Donald Trump nas eleições norte-americanas.

No local onde decorre hoje o ultimo dia da conferência internacional Web Summit, a autarquia quis passar uma mensagem a todos os nacionais e internacionais, afirmou que a ideia era associar o encerramento da cimeira tecnológica "às mudanças políticas que estamos a viver no planeta".

Os cartazes estão escritos em inglês e contêm a seguinte mensagem (com um erro ortográfico em 'bridges'):

"Num mundo livre ainda pode encontrar uma cidade onde viver, investir e construir o seu futuro, construindo pontes e não muros. Chamamos-lhe Lisboa"



Esta iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa surgiu algumas horas depois da eleição de Donald Trump, candidato que durante a sua campanha prometeu contruir um muro na fronteira dos Estados Unidos com o México, para combater a imigração ilegal.

Além dos cartazes, a Câmara de Lisboa também já fez um vídeo com a mesma chamada de atenção.