Durão Barroso admite que Governo português possa indicar uma mulher para Comissária Europeia

| Europa
Durão Barroso admite que Governo português possa indicar uma mulher para Comissária Europeia

Reuters

O antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, está convencido que o Governo português "vai provavelmente receber um pedido para enviar uma comissária, e não um comissário", para Bruxelas, já que Portugal é o único país que nunca nomeou nenhuma mulher para a Comissão Europeia.

Barroso elogiou os nomes propostos para os cargos de topo da União Europeia e salientou a importância de ter duas mulheres entre os novos cargos de topo europeus, Ursula von der Leyen na presidência da Comissão Europeia e Christine Lagarde á frente do Banco Central Europeu, afirmando que é "um sinal de progresso e avanço".

Opinião partilhada por Donald Tusk, esta quinta-feira, no primeiro debate da nova legislatura em Estrasburgo. Tusk diz estar "feliz e orgulhoso" por, "ser inédita a nomeação de duas mulheres e dois homens para liderar as instituições-chave" da EU.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.