Confiança empresarial na Alemanha cai para nível mais baixo em dois anos

por Lusa

O índice de confiança empresarial na Alemanha desceu pelo quarto mês consecutivo em Dezembro e para o nível mais baixo dos últimos dois anos, anunciou hoje o instituto de estudos económicos alemão Ifo.

O índice de confiança empresarial na Alemanha Ifo desceu para 101 pontos em Dezembro, o nível mais baixo dos últimos dois anos e contra 102 em Novembro.

Segundo o Ifo, as empresas na Alemanha estão menos satisfeitas do que no mês anterior tanto com a situação atual dos negócios como com as expectativas futuras.

A diminuição da confiança dos empresários baixou tanto no setor industrial como no dos serviços e no do comércio, tendo o setor da construção mantido no nível do mês anterior no que se refere à satisfação com o estado atual dos negócios.

Em relação às expectativas futuras, o Ifo afirma que houve uma ligeira descida.

Em geral, este mês foi o primeiro desde 2016 em que os empresários tiveram uma visão negativa das expectativas de negócios.

"A partir de expectativas negativas para o futuro, as empresas revêm em baixa os planos de produção", explicou o presidente do IFO, Clemens Fuest.

A diminuição da confiança empresarial é atribuída a diversos fatores, entre os que se destacam a revisão das perspetivas de crescimento global e a incerteza gerada pelo `Brexit`, a saída do Reino Unido da União Europeia.

Outros fatores que preocupam os empresários são as tensões comerciais entre Pequim e Washington e as consequências que podem ter para a União Europeia (UE) a crise orçamental de Itália, adianta o Ifo.

Também os protestos contra o presidente francês, Emmanuel Macron, geram nervosismo porque a França é o principal sócio comercial da Alemanha dentro da UE.

A todos estes fatores juntam-se os problemas da indústria automobilística alemã, marcada pelo escândalo do diesel.

O índice de confiança empresarial é calculado mensalmente pelo Ifo com base num inquérito a 9.000 dirigentes de empresas de todos os setores na Alemanha.