O Barba-Azul

26 Nov. 2022

O brilhante libreto de Henri Meilhac e Ludovic Halévy para a ópera Barba Azul de Jacques Offenbach reescreve a história de Charles Perrault da seguinte forma: Saphir e Fleurette vivem como pastores e amam-se. Na realidade Fleurette é Hermia, a filha do Rei Bobèche e Saphir um príncipe, que se disfarçou para estar perto da sua amada. Barba Azul, que recentemente envenenou a quinta mulher, envia o alquimista Popolani à aldeia para encontrar uma jovem camponesa imaculada para se tornar a sua sexta mulher. Popolani escolhe Boulotte, que é tudo menos casta, mas Barba Azul fica encantado. No entanto, quando avista Fleurette, ordena a Popolani que administre a Boulotte uma forte poção para dormir, como já fez com as mulheres anteriores. Quando Fleurette é finalmente reconhecida pelo pai, o rei Bobèche, e se prepara para casar com o príncipe, Barba Azul tenta interferir, mas é impedido pela chegada de Boulotte, que acordou as outras mulheres e as levou ao castelo disfarçadas de ciganas. Barba Azul não tem outra escolha a não ser terminar os dias com a astuta Boulotte. Escusado será dizer que, na época, o censor não encontrou nas entrelinhas a crítica mordaz à alta sociedade do Segundo Império e a Napoleão III.

Play - O Barba-Azul
2h 2m

Artes e Cultura - Ópera

Todos

duração total 2h 2m
posição atual:
ir para o minuto:

RTP Palco | Um serviço RTP Play

Instale a aplicação RTP Palco

Disponível para iOS e Android.

", ?>