Virgens Suicidas

26 Nov. 2020

Com uma linguagem clínica precisa, composta por detalhes misteriosos e eróticos, Virgens Suicidas inspira-se no texto homónimo de Jeffrey Eugenides, adaptado para cinema em 1999 por Sofia Coppola, e na novela Mine-Haha de Frank Wedekind. Interpretado por Luísa Cruz, Vera Mantero, Mariana Tengner Barros e jovens ginastas, o espetáculo retrata a educação de um grupo de raparigas adolescentes dedicadas à educação física, ao teatro e à dança. Vivem num aparente ambiente idílico, embora enclausuradas numa vida rotineira e rígida. Há algo de inquietante entre as paredes deste lugar: para além das raparigas sofrerem de isolamento absoluto, desconectadas do resto do mundo, a sua submissão a uma disciplina física severa desperta em cada uma um estado de exceção e desejos violentos de aniquilação.

Play - Virgens Suicidas
1h 30m

16

CONCEPÇÃO, DIREÇÃO, CENOGRAFIA
John Romão

TEXTOS
Mickael de Oliveira

COM
Luísa Cruz, Mariana Tengner Barros, Vera Mantero e Carlos Lebre, Catarina
Bertrand Torres, Céline Martins, Inês Azedo, Inês Costa Graça, Maria Costa, Marta
Nunes, Margarida Caldeira, Mariana Cardoso, Mafalda Rey

MÚSICA
Caterina Barbieri

DESENHO DE LUZ
Rui Monteiro

DESENHO DE SOM
João Neves

FIGURINOS
Carolina Queirós Machado

APOIO VOCAL
Nuno da Rocha

COREOGRAFIA
Colectiva

DANÇAS TRADICIONAIS
Marco Marques

ASSISTÊNCIA DE ENCENAÇÃO E PRODUÇÃO
Solange Freitas

GESTÃO, PRODUÇÃO
Patrícia Soares _ Produção d?Fusão

PRODUÇÃO
Colectivo 84

COPRODUÇÃO
Culturgest, Teatro Municipal do Porto (Porto), Cine-Teatro Avenida (Castelo Branco)

RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS
Estúdios Victor Córdon, O Espaço do Tempo, CAB - Centro Coreográfico de Lisboa, Companhia Olga Roriz, Companhia Clara Andermatt, ProDança

duração total 1h 30m
posição atual:
ir para o minuto:

RTP Palco | Um serviço RTP Play

Instale a aplicação RTP Palco

Disponível para iOS e Android.

", ?>