Reportagem

Covid-19. A situação do novo coronavírus no país e no mundo ao minuto

por RTP

José Sena Goulão - Lusa

Acompanhamos aqui ao minuto todos os desenvolvimentos sobre a propagação do novo coronavírus em território português e à escala internacional.

Mais atualizações

23h43 - China diz ter desenvolvido vacina "com êxito"

O Ministério da Defesa da China anunciou que desenvolveu "com êxito" uma vacina contra o novo coronavírus, que causa a doença Covid-19, e autorizou testes em humanos, embora não tenha indicado quando é que estes começam.

Em comunicado, o Ministério da Defesa informou que aprovou ensaios clínicos em humanos de uma vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Academia Militar de Ciências.

A vacina foi desenvolvida pela equipa liderada pelo epidemiologista Chen Wei.

Várias instituições chinesas anunciaram hoje o lançamento de ensaios clínicos em abril, para testar a eficácia de várias vacinas contra o vírus.

22h46 – Instituto Português do Sangue alerta para forte redução de dadores


O Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) admitiu hoje "uma forte redução no número de dadores", devido ao surto de Covid-19 no país, tendo decidido avançar para o nível amarelo de alerta.

Em resposta enviada à Lusa, o IPST reconheceu também "uma redução" na reserva estratégica nacional de sangue, acompanhada de "uma diminuição de 22 por cento no número de colheitas realizadas".

No entanto, o organismo público garantiu que as necessidades imediatas estão asseguradas.

"Neste momento, permite responder às necessidades, uma vez que a diminuição nas colheitas de sangue e componentes sanguíneos foi acompanhada de uma redução nos consumos devido ao adiamento de intervenções programadas nos hospitais", referiu o IPST, salientando que "não é possível antever com exatidão a quebra até ao final de março".

A reserva estratégica nacional de sangue contempla quatro níveis de alerta no seu plano de contingência: verde, amarelo, laranja e vermelho, sendo este último o mais grave ativado quando as reservas do país não forem além de três dias.

22h29 – Agências de viagens trabalham para acudirem turistas portugueses no estrangeiro

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) garantiu que as agências estão "a fazer todos os esforços para acudirem" os turistas portugueses no estrangeiro, depois do encerramento de várias fronteiras devido à pandemia de Covid-19.

"Tal como todos os agentes de viagens em todo o mundo, os agentes de viagens portugueses estão a fazer todos os esforços para acudirem a esta situação de exceção", refere a APAVT num comunicado.

O documento foi emitido em resposta ao ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, que hoje apelou às agências de viagens para que não deixem os turistas "sozinhos nestas circunstâncias difíceis".

"O Estado, através do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), da nossa embaixada (em Jacarta) e dos serviços centrais apoia, mas evidentemente que o Estado não pode substituir-se às agências de viagens com os quais foram contratados estes percursos", afirmou Augusto Santos Silva, destacando a situação que se verifica no continente asiático.

22h01 – Casos confirmados no Brasil aumentam para 291

O Brasil tem 291 casos confirmados do novo coronavírus e monitoriza 8.819 casos suspeitos, após ter sido hoje anunciada a primeira morte causada pela Covid-19 no país, informou o Ministério da Saúde.

Segundo o Governo brasileiro, a idade média dos infetados é de 42 anos, sendo que o país já descartou 1.890 casos suspeitos.

São Paulo continua a ser o estado mais afetado pela Covid-19, com 164 infetados, seguindo-se o Rio de Janeiro, com 33 casos confirmados.

Estes são também os únicos estados brasileiros que registam casos de transmissão comunitária, que é quando há uma maior difusão do vírus, e as autoridades de saúde já não conseguem identificar a trajetória de infeção.

Em conferência de imprensa, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apelou para que os doentes sem sintomas graves façam os seus tratamentos no domicílio, de forma a libertar camas para os pacientes em estado mais grave.

21h58 – Nações Unidas suspendem processo de colocação de refugiados

As Nações Unidas anunciaram a suspensão do processo de colocação de refugiados, os quais poderiam tornar-se vítimas das restrições de entrada que estão a ser impostas por vários países, devido à pandemia de Covid-19.

"Uma vez que vários países estão a limitar drasticamente a entrada no seu território e a impor restrições nas viagens aéreas, devido à crise de saúde mundial causada pela Covid-19, o processo de colocação dos refugiados está a sofrer uma forte perturbação", informou.

A ONU salientou igualmente que os países suspenderam, temporariamente, o acolhimento de refugiados como forma de conter a propagação do novo coronavírus.

21h53 – Queima das Fitas 2020 no Porto, que decorria de 3 a 9 de maio, cancelada.

21h52 – Antigo presidente do Real Madrid internado nos cuidados intensivos

O antigo presidente do Real Madrid, entre 1995 e 2000, Lorenzo Sanz, está internado nos cuidados intensivos na Fundação Jiménez Diaz, em Madrid, depois de contrair o coronavírus.

Segundo a imprensa espanhola, Sanz, de 76 anos, foi internado hoje após vários dias com febre, e ainda que não haja resultados dos testes a que foi submetido, os médicos já fizeram saber que se trata de um caso positivo da Covid-19 com 99 por cento de possibilidades.

21h41 – Estivadores preocupados com risco de infeção nos portos nacionais

O Governo decidiu esta terça-feira decretar a requisição civil no Porto de Lisboa. O Ministério das Infraestruturas considera que os estivadores em greve não estão a cumprir com os serviços mínimos.

“O caráter excecional da requisição civil fica ainda a dever-se ao atual quadro de contingência decorrente do surto Covid-19, no âmbito do qual se constatou já uma afluência extraordinária de pessoas aos supermercados e farmácias, que motivou uma rutura de stocks”, esclareceu o Governo.

Na segunda-feira, o Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística havia anunciado o prolongamento da paralisação no Porto de Lisboa, em protesto contra o que descreveu como “um despedimento coletivo encapotado”.

O dirigente sindical António Mariano tratou também de assinalar a preocupação dos profissionais com o risco da Covid-19 nos portos nacionais, reclamando meios de proteção individual, nomeadamente luvas e máscaras, assim como a desinfeção dos locais de trabalho.

“Sabemos que algumas empresas do grupo Yilport já estão a disponibilizar máscaras e luvas, mas há outras empresas de estiva que hoje de manhã ainda não tinham disponibilizado esses meios de proteção individual”, acrescentava ontem António Mariano.

“Não há nenhum tipo de restrições para os navios da marinha do comércio, não é feito nenhum controlo térmico das tripulações nem é feito nenhum tipo de despistagem da Covid-19. E isso é uma coisa que não compreendemos”.

21h32 – Falta de clientes obriga restaurantes a encerrar e ameaça despedimentos

Muitos restaurantes já fecharam muitos outros dizem que o vão fazer por falta de clientes.

Uma situação provocada pelo coronavírus que vai provocar muitos despedimentos.

Por isso, um grupo de empresários, entre eles alguns dos mais conhecidos chefs portugueses, fizeram um apelo ao Governo.

21h31 – Forças de segurança sem férias exigem mais equipamentos

Estão suspensas as férias dos polícias durante esta fase de pandemia. Também os polícias em pré-aposentação podem ser chamados a partir de agora a prestar serviço em caso de necessidade.

Decisões anunciadas no mesmo dia em que os sindicatos da PSP, da GNR e do SEF pedem mais equipamentos e proteção individual para todos os agentes, militares e inspetores.

21h29 – Fábrica da Continental em Palmela fecha até ao final de 2021

À exceção desta empresa, todas as outras fábricas do ramo automóvel estão a fechar temporariamente por causa do novo coronavírus.

A partir de quarta-feira, não há produção na Autoeuropa e no Parque Industrial, na Renault de Cacia, na Toyota em Ovar e na PSA, em Mangualde.

21h28 – Ponto de viragem na resposta da Casa Branca à pandemia

Nos Estados Unidos fecharam os restaurantes, cinemas e diversão noturna. Podem ser ponderadas quarentenas obrigatórias e medidas extraordinárias.

Donald Trump muda definitivamente de tom e leva agora a pandemia mais a sério.

O Canadá fechou também as fronteiras.

21h25 – França entra em situação inédita de emergência

Numa situação inédita de emergência, os franceses vivem a partir de hoje todos fechados em casa.

Cem mil polícias vigiam o cumprimento das ordens do Presidente da República.

Quem sai de casa tem de levar uma justificação escrita para apresentar às autoridades.

Serão aplicadas multas para quem não cumpre as ordens governamentais.

21h24 – Países africanos de língua portuguesa multiplicam restrições

São Tomé e Príncipe declarou o estado de emergência, a Guiné-Bissau fechou as fronteiras, Cabo Verde suspendeu as ligações aéreas com Portugal.

Decisões preventivas tomadas nos países africanos de língua portuguesa, embora em nenhum deles existam casos confirmados de Covid-19.

Cabo Verde proíbe a partir de quinta-feira as ligações aéreas oriundas de 26 países, incluindo Portugal e Brasil, devido à pandemia de Covid-19, segundo resolução do Conselho de Ministros publicada esta noite em Boletim Oficial.

De acordo com a resolução, a decisão de interdição de voos será válida pelo menos até 09 de abril e é justificada face à situação de pandemia de Covid-19 provocada por um novo coronavírus em vários países da Europa, nos Estados Unidos, no Brasil e em vários países africanos, face ao "intenso fluxo de ligações aéreas" a Cabo Verde.

21h22 – Espanha anuncia plano de 200 mil milhões de euros em ajudas

Em Espanha o novo coronavírus fez mais 150 mortos, num total de 491 desde os primeiros casos. Em território espanhol há agora 11.178 infetados, 563 dos quais estão nos cuidados intensivos.

Há, no entanto, 1.098 recuperados.

O Governo espanhol anunciou um plano de 200 mil milhões de euros para enfrentar as consequências sociais e económicas desta pandemia.

Madrid é agora uma cidade fantasma, como muitas outras em Espanha.

21h19 – Turquia confirma primeira morte por Covid-19 no país. Número de casos sobe para 98, mais do que o dobro do dia anterior.

21h08 – Forças Armadas dos EUA cedem 5 milhões de máscaras e 2 mil ventiladores

O ministro da Defesa dos Estados Unidos anunciou que vão ser entregues às autoridades de saúde cinco milhões de máscaras e dois mil ventiladores para ajudar no combate à propagação do novo coronavírus.

Mark Esper explicou que os ventiladores em causa foram concebidos para serem usados pelos militares destacados e que, por isso, os militares vão ter de treinar os civis para que estes saibam usá-los.

As autoridades de saúde norte-americanas têm referenciado que o número de ventiladores para tratar os doentes com Covid-19 nos Estados Unidos é insuficiente.

O ministro da Defesa dos EUA disse ainda que pediu à Marinha para preparar os navios-hospital para a eventualidade de acolherem os militares americanos destacados.

21h06 – Médica detalha reação ao descobrir que estava infetada

Pelo menos 20 por cento dos infetados pelo Covid-19 são médicos. É o caso de uma médica de família que se encontra a recuperar em casa.

Em entrevista à RTP, esta médica conta como foi descobrir que estava infetada e como está a ser a recuperação em casa, com acompanhamento pelo telefone.

21h05 – Reino Unido admite possibilidade de 20 mil pessoas virem a morrer

O Governo britânico admite que o novo coronavírus possa matar 20 mil pessoas e infetar 55 mil no Reino Unido.

Um cenário negro no dia em que foi anunciado um pacote de apoio financeiro às empresas de mais de 360 mil milhões de euros.

Já a Suíça receia que a pandemia de covid-19 possa fazer ruir o sistema nacional de saúde do país.

21h03 – Autarca de Ovar empenhado em "salvar muitas vidas"

Em Ovar foi decretado o estado de calamidade. O conselho está isolado e de quarentena, devido à epidemia do novo coronavírus.

Salvador Malheiro tem estado a gerir a ameaça e afirma que o objetivo é "não haver circulação nas ruas de Ovar, as pessoas em casa, os estabelecimentos comerciais fechados, naturalmente as empresas poderão continuar a laborar mas não poderão expedir as suas mercadorias a não ser que sejam de bens indispensáveis".

Aos jornalistas o autarca definiu que poderão entrar bens "relacionados com a alimentação, água, os chamados bens indispensáveis à vida das pessoas".

"É para levar à risca", garantiu. "Nós temos de fazer tudo por tudo para ganhar esta batalha contra esse vírus aqui no município de Ovar", justificou lembrando que já existe ali um foco de contágio que "já está à escala comunitária".

Malheiro sublinhou a necessidade de "manter a paz social" e apelou à unidade de todos e ao esforço da população, "para conseguir cumprir as regras estipuladas".

"Tem de ser assim mesmo e limitar ao mínimo o nosso contacto social", disse.

21h00 – Quatro basquetebolistas dos Brooklyn Nets infetados

Os Brooklyn Nets anunciaram que quatro dos seus jogadores tiveram testes positivos ao novo coronavírus, aumentando para sete o número de jogadores da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) infetados.

De acordo com o conjunto de Brooklyn, que não divulgou nomes, um dos jogadores apresentou sintomas, enquanto os outros três estão assintomáticos.

Os quatro basquetebolistas foram colocados em isolamento e estão sob vigilância dos médicos dos Nets.

A equipa da NBA avançou ainda que solicitou a todos os jogadores e restantes membros da equipa que fiquem em isolamento e façam uma apertada monitorização do seu estado de saúde.

20h51 - Os números em Portugal e a história de um recém-nascido

Em Portugal há neste momento 448 infetados com o novo coronavírus, um aumento de 117 relativamente a segunda-feira. Internados são 206, mais 67. Dezassete destes doentes estão nos cuidados intensivos, menos um do que ontem.

Mantém-se ainda o número de recuperados: três.
Há também a história de um nascimento. Um bebé nasceu de mãe infetada, mas o teste ao recém nascido deu negativo para o novo coronavírus.

20h46 - Rio de Janeiro dá início a isolamento

Os habitantes do Rio de Janeiro, Brasil, começam a observar o isolamento em casa. Isto depois de multidões terem lotado durante três dias as praias da região, ignorando o pedido das autoridades de evitar aglomerações.

O Estado mais turístico do Brasil teve hoje uma menor presença de banhistas nas praias, designadamente Copacabana e Ipanema, por causa do mau tempo e pela insistência das autoridades para que cariocas e turistas evitassem multidões nos areais.

O Rio de Janeiro está em estado de emergência desde segunda-feira, com todos os eventos públicos cancelados, aulas em escolas e universidades suspensas, restaurantes e bares com serviço restrito e atrações turísticas encerradas.

20h44 - Marcelo a postos para insistir no estado de emergência

O Presidente da República fala ao país amanhã. Marcelo Rebelo de Sousa vai decidir sobre uma eventual declaração do estado de emergência depois de uma reunião do Conselho de Estado.
O primeiro-ministro considera que é cedo e que podem ainda ser tomadas outras medidas, igualmente restritivas.

Marcelo Rebelo de Sousa tem menos reservas e quer avançar já. Os resultados do segundo teste ao coronavírus deram negativo e o Presidente da República dirigiu-se logo depois para Belém.

20h42 - Cancelamento de voos retém e confunde milhares de passageiros

Há dezenas de voos cancelados de Portugal para toda a Europa. Aumenta a confusão e a incerteza dentro dos aeroportos, com milhares de passageiros em terra e sem saberem como sair do país.
Depois de Espanha, agora foi a vez da França restringir as movimentações.

20h35 - Confederação pede flexibilização do regime de férias


A Confederação do Comércio e Serviços de Portugal vem defender que o regime de férias seja flexibilizado e permita às empresas obrigar os trabalhadores a gozarem-nas antecipadamente. E que o pagamento possa ocorrer até final do ano.

Esta é uma das medidas excecionais de apoio à atividade económica que a CCP se prepara para propor ao Governo, tendo em vista combater o impacto da pandemia nas empresas.

Em documento citado pela agência Lusa, a CCP propõe "flexibilizar o regime de marcação e gozo das férias às necessidades que a situação específica requer, ou seja, permitir às empresas obrigar os trabalhadores a gozarem férias antecipadamente".

20h31 - Foi preciso "escalar as medidas de restrição" em Ovar

O primeiro-ministro afirmou que Ovar foi a primeira situação em que se verificou uma "transmissão comunitária" do novo coronavírus, obrigando a elevar para o nível de calamidade para "escalar as medidas de restrição".

O município, agora declarado em situação de calamidade pública, passa na quarta-feira a controlar as entradas e saídas no concelho, assim como a circulação de pessoas que estejam na rua sem ser por "necessidade premente".

Na conferência de imprensa que realizou em Lisboa, após a reunião de um Conselho Europeu Extraordinário, por videoconferência, Costa foi questionado sobre a possibilidade de adotar esta medida noutros pontos do país. O chefe do Executivo explicou que serão adotadas "todas as restrições que sejam necessárias, mas nos limites do que é estritamente necessário".

"Nós temos que procurar, nesta luta pela vida contra o vírus, preservar o máximo o funcionamento das nossas vidas", completou.

20h11 – Açores aguardam resultados de seis casos suspeitos e repetição de dois inconclusivos


Os Açores mantêm apenas um caso confirmado de Covid-19, mas aguardam pelos resultados de oito casos suspeitos, incluindo dois cuja primeira análise foi inconclusiva, revelou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

"Dos 10 casos suspeitos, verificámos que oito deles apresentaram resultados negativos e dois apresentaram resultados inconclusivos e por essa via foram recolhidas novas amostras biológicas para análise laboratorial, das quais aguardamos resultados", avançou o responsável pela Autoridade de Saúde Regional dos Açores, Tiago Lopes.

Os dois casos com resultado inconclusivo estão relacionados com o único caso positivo confirmado até ao momento: uma mulher de 29 anos, residente na ilha Terceira, que terá estado em Amesterdão, na Holanda, e em Felgueiras, no continente português.

Entretanto surgiram outros oito casos suspeitos, dos quais dois tiveram resultados negativos, "quatro aguardam resultados e dois aguardam colheita".

20h09 – Milhares de pessoas encurraladas na fronteira entre Áustria e Hungria

Milhares de pessoas estão encurraladas na fronteira austro-húngara e aguardam a abertura de um "corredor humanitário" para atravessar a Hungria e chegar aos seus países, devido ao encerramento de fronteiras na União Europeia para impedir a propagação da Covid-19.

De acordo com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Roménia, Bogdan Aurescu, citado pela agência espanhola Efe, cerca de 3.500 cidadãos daquele país estavam hoje retidos no posto fronteiriço do município de Nickelsdorf, na Áustria, e esperam autorização para atravessar para a Hungria.

A Hungria encerrou as fronteiras a todos os cidadãos estrangeiros desde a meia-noite de segunda-feira, na tentativa de limitar as cadeias de transmissão da doença provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Contudo, devido às pressões exercidas pelos governos da Áustria e da Roménia, as autoridades húngaras estão a planear abrir um "corredor humanitário" entre as 19h00 de hoje e as 04h00 de quarta-feira, para deixar os veículos atravessar o país.

20h05 – Lisboa abre duas unidades de rastreio

A Câmara Municipal de Lisboa, em conjunto com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, vai instalar duas unidades de diagnóstico do novo coronavírus. “Uma unidade será instalada na Escola Básica Quinta dos Frades, no Lumiar, havendo ainda um Centro de Rastreio Móvel (drive-thru) no Parque das Nações”, explicou a CML em comunicado.

“Os testes nestas unidades de despistagem, a cargo dos laboratórios Germano de Sousa e Unilabs, serão feitos aos cidadãos que tenham prescrição médica passada unidades de saúde do SNS. Todos os testes serão gratuitos e as unidades serão abertas no fim desta semana”, refere.

A Escola Básica Quinta dos Frades terá capacidade para realizar entre 300 a 400 testes, funcionando com dois médicos e seis técnicos laboratoriais. Já o Centro de Rastreio Móvel, instalado no parque de estacionamento junto à Rua Vitorino Magalhães Godinho, terá capacidade para 150 análises diárias – podendo este número aumentar de acordo com as necessidades.

“Estes dois centros inserem-se numa rede de 10 unidades, a serem instaladas nos concelhos da Área Metropolitana de Lisboa, no âmbito da rede partilhada de recursos entre os seus 18 municípios”, acrescenta a nota.

20h02 – CP suprime 350 ligações diárias a partir de quarta-feira

A CP - Comboios de Portugal reduz, a partir de quarta-feira, em 350 as ligações diárias, para 1.050, adequando assim a oferta de viagens à procura, que recuou cerca de 60% devido à evolução da pandemia do Covid-19.

Numa comunicação divulgada hoje, a CP adianta que "para dar resposta às reais necessidades de mobilidade das populações", decidiu proceder "ao ajustamento da sua oferta, aplicando o Cenário II do seu Plano de Contingência", o que resulta numa redução de cerca de 25% do número de ligações diárias.

19h53 – “Restrição temporária de viagens não essenciais para a UE” durará 30 dias

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, também já falou sobre a reunião por videoconferência entre os chefes de Estado e de Governo da União Europeia, que acordaram a interdição de entradas "não essenciais" em território europeu por 30 dias.

"Para limitar a propagação do vírus, decidimos reforçar as nossa fronteiras externas aplicando uma restrição temporária coordenada de viagens não essenciais para a UE por um período de 30 dias, com base na abordagem proposta pela Comissão", declarou Charles Michel.

Ainda a nível da gestão das fronteiras, mas a nível interno, o presidente do Conselho Europeu sublinhou a necessidade de "assegurar a passagem de medicamentos, alimentos e bens", da mesma forma que há que garantir que os cidadãos europeus "devem poder regressar aos seus países" e que são encontradas "soluções para trabalhadores transfronteiriços".

Charles Michel adiantou que os líderes da UE voltam a reunir-se por videoconferência na próxima semana, ficando sem efeito a cimeira presencial que estava agendada para 26 e 27 de março em Bruxelas.

19h50 – Figueira da Foz oferece bungalows do parque de campismo para alojar profissionais de saúde.

19h48 – Moçambique pondera impor novas medidas de prevenção nos próximos dias

O Governo moçambicano manifestou-se preocupado com a eclosão do Covid-19 em países africanos, admitindo a possibilidade de impor novas medidas de prevenção da doença nos próximos dias.

"Não há ainda confirmação de um caso de [novo] coronavírus no país, mas a situação que está a ocorrer nos países circunvizinhos é preocupante e pode justificar o anúncio de novas medidas nos próximos dias", disse Filimão Suaze, porta-voz do Governo moçambicano.

19h46 – Mais 345 mortes nas últimas 24 horas em Itália, número total supera as 2.500.

19h39 – Suspensos os voos internacionais de e para a União Europeia, com exceções

“Quanto às fronteiras externas foi estabelecido que, com base nas linhas da Comissão Europeia”, existe a possibilidade de “estabelecer restrições ao longo dos próximos 30 dias”.
“Esse tipo de restrições serão introduzidas com várias especificidades nos diferentes Estados-membros, e portanto limitar-me-ei a dizer qual é a decisão do Governo português”, esclareceu António Costa.

“A partir das 24h00 de amanhã estarão suspensos todos os voos internacionais para fora do espaço da União Europeia e de fora do espaço da União Europeia com destino a qualquer aeroporto nacional”.

Existem, porém, duas exceções, sendo a primeira “os voos para os países extracomunitários onde há uma forte presença de comunidades portuguesas”, nomeadamente Canadá, EUA, Venezuela e África do Sul.

A segunda exceção aplica-se “às ligações aéreas com todos os países de língua oficial portuguesa, com quem existe uma especial relação e que vamos salvaguardar nesta situação de crise”.

Ainda assim, no caso do Brasil, serão restringidas as rotas que ligam Lisboa ao Rio de Janeiro e a São Paulo.

19h26 - Circulação dentro da UE mantém-se, “salvo situações pontuais”

O Conselho abordou ainda a necessidade de “evitar uma crise económica profunda no seio da União Europeia” e “a articulação no que diz respeito ao controlo das fronteiras internas e externas”.

“Quanto às fronteiras internas, foi reafirmado por todos o princípio da liberdade de circulação no seio da União Europeia, salvo as situações pontuais que têm vindo a existir, tendo sido acordado que não haveria medidas unilaterais, e pelo contrário as pessoas nos diferentes países deveriam agir como Portugal e Espanha agiram, de modo a ter um acordo bilateral que garantisse restrições comummente acordadas na gestão de uma fronteira comum”.

19h20 – António Costa fala após reunião do Conselho Europeu

O Conselho Europeu terminou a reunião extraordinária por videoconferência. Segundo António Costa, foi decidida a articulação das ações “tendo em vista o adequado abastecimento em todo o mercado interno da União Europeia, quer de material de proteção individual, quer de equipamentos necessários” aos hospitais, nomeadamente ventiladores.

Na reunião foi também abordada “uma maior articulação entre todos no esforço de repatriamento de cidadãos nacionais que estão em países terceiros ou em trabalho ou em férias e que, por via do cancelamento dos voos internacionais, têm tido dificuldade de poderem regressar”.

O primeiro-ministro afirmou que foram já repatriados, no último mês, 408 portugueses “dos mais diversos países e continentes”.

19h00 – Ministra da Saúde fala sobre casos em Ovar

Marta Temido confirmou que 30 dos 51 casos de Covid-19 no centro do país, “são relacionados com o concelho de Ovar”. Estão sob monitorização 440 contactos relacionados com esses 30 casos de Ovar.

“Esses 440 estão obviamente com recomendação de isolamento, de quarentena, de vigilância, e a ser contactados pelas autoridades de saúde”.

Na região existem de momento “duas estruturas hospitalares como hospitais de entrada para cuidados diferenciados: o Hospital de Ovar e o Centro Hospitalar do Baixo Vouga”.

18h49 – O Governo anunciou o estado de calamidade pública em Ovar, concelho que hoje entrou em quarentena geográfica, até ao dia 2 de abril.

O ministro da Administração Interna explicou que a aplicação de situação de calamidade “significa essencialmente a criação de uma situação de cerca sanitária aplicável a todo o município” e um “conjunto de restrições a atividades económicas e à circulação de pessoas”.

O número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus em Ovar mais do que duplicou esta terça-feira, subindo para 30. Todo o perímetro da cidade vai ser isolado.

Questionado sobre a hipótese de o estado de calamidade ser decretado noutras zonas do país no futuro, Eduardo Cabrita referiu que este instrumento legal “não deixará de ser utilizado quando necessário”.

18h43 – Renault Cacia suspende produção

“Face à atual situação de disseminação do [novo] coronavírus e tendo como prioridade máxima a segurança dos seus trabalhadores, o Grupo Renault decidiu suspender a produção da fábrica Renault Cacia, a partir das 06h00 de 18 de março. Esta decisão foi já comunicada às organizações sindicais”, informou o grupo em comunicado.

18h41 – Ikea fecha todas as lojas em Portugal devido ao novo coronavírus.

18h39 – Números sobem em França

São já 7.730 os contagiados em França, sendo que, desse total, cerca de cinco mil se encontram nas suas casas, sem sintomas ou com sintomas menores. Apenas 2.200 pessoas estão internadas.

Até ao momento, 612 pessoas já tiveram alta hospitalar.

O número de mortos subiu para 175 nesse país.

18h31 – Dinamarca proíbe concentrações de mais de dez pessoas a partir de quarta-feira. Todos os restaurantes, cafés, bares e ginásios, entre outros, serão obrigados a fechar portas até 30 de março.

18h27 – Madeira pede colaboração de militares e polícias na execução de novas medidas

O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, pediu hoje a colaboração dos militares e das polícias na "execução das novas medidas de mitigação" face à pandemia de Covid-19, informou a Presidência do executivo regional.

Entre as novas medidas consta o fim de todas as atividades de animação e recreação turísticas na região autónoma e o reforço da restrição de entrada de cidadãos em centros comerciais, mercados e demais espaços públicos, no sentido de evitar a concentração de pessoas e o contacto físico entre elas.

18h23 – Município de Ovar deverá decretar calamidade pública

O município de Ovar vai estar, a partir de amanhã, em "quarentena geográfica". Todos os estabelecimentos do concelho são obrigados a encerrar e a movimentação de pessoas passa a estar limitada. A decisão foi comunicada, esta terça-feira, pela Autoridade de Saúde Regional do Centro.

As medidas restritivas estão em vigor até 2 de abril. No concelho de Ovar há 30 pessoas infectadas e o território entrou em fase de contaminação comunitária.

18h20 – Reino Unido avança garantias financeiras de 364 mil ME para ajudar economia

O governo britânico anunciou um fundo de 330 mil milhões de libras (364 mil milhões de euros) para ajudar as empresas e a economia britânica a resistir aos efeitos da pandemia do Covid-19.

"Posso anunciar hoje um pacote sem precedentes de empréstimos garantidos pelo Governo para apoiar as empresas a superar isto. Hoje estou a disponibilizar garantias iniciais de 330 mil milhões de libras equivalentes a 15% do nosso PIB", anunciou o ministro das Finanças, Rishi Sunak.

As medidas são destinadas a que "qualquer empresa que precise de dinheiro para pagar a renda, salários, fornecedores ou compra de ações poderá ter acesso a um empréstimo ou crédito com garantia do Governo em condições atrativas. E se a procura for maior, irei mais longe e fornecerei a capacidade necessária", prometeu.

18h18 – Empresa canadiana espera testar potencial vacina em humanos no verão

Uma empresa biofarmacêutica canadiana anunciou ter criado uma potencial vacina para o novo coronavírus, começando por uma partícula semelhante ao vírus, e espera começar os testes em humanos no verão.

A Medicago vai sujeitar a partícula a "testes pré-clínicos de segurança" e conta "iniciar os testes da vacina em humanos no verão de 2020".

O processo para chegar à vacina começou com a identificação do gene do vírus que causa a doença Covid-19 e a empresa usa plantas na sua investigação.

Em vez de injetar o vírus em ovos para este se propagar, como outras empresas farmacêuticas, esta não usa um vírus vivo, mas introduz a sequência genética do vírus numa bactéria encontrada no solo que é absorvida por plantas da família da planta do tabaco.

Depois disso, a planta começa a produzir uma proteína que pode ser usada como vacina, que pode acompanhar eventuais mutações do vírus usando plantas novas.

18h17 - Homem fugiu do hospital em Coimbra e foi apanhado pela PSP na estação de comboios.

18h13 – Viseu recomenda funcionamento de todo o tecido produtivo alimentar e de farmácias

A Câmara Municipal de Viseu ativou hoje o plano municipal de emergência de proteção civil, após declarar situação de alerta em todo o território municipal, e recomendou o funcionamento de todo o tecido produtivo alimentar.

"É acionada a Comissão Municipal depois da adoção de um primeiro conjunto de medidas preventivas, após reunida a Comissão Municipal de Proteção Civil e considerando a iminência de ocorrência de catástrofe decorrente da pandemia Coronavírus (COVID-19)", informa o comunicado de imprensa.

O mesmo documento diz que o presidente do município, António Almeida Henriques, "recomenda ainda o funcionamento de todo o tecido produtivo alimentar, por forma a garantir o adequado fornecimento da população, assim como o adequado funcionamento das farmácias, por forma a satisfazer as necessidades da população".

O Hospital de Viseu cancelou todas as consultas externas a partir de segunda-feira.

17h56 – Dá negativo o segundo teste a Marcelo

“O Presidente da República fez hoje o segundo teste ao Covid-19, decorridos 15 dias sobre a sessão com alunos da escola de Iães, Felgueiras. O resultado do teste foi negativo. O Presidente da República irá trabalhar, ainda esta tarde, para o Palácio de Belém”, informa o site da Presidência.

17h55 – Bósnia decreta estado de catástrofe e mobiliza exército

O Governo da Bósnia decretou o estado de catástrofe natural, que permite a mobilização do exército para construir campos de quarentena no país dos Balcãs, onde as autoridades receiam uma "explosão" da epidemia do novo coronavírus.

"Estamos no início de uma batalha contra a ameaça que a epidemia [motivada pela propagação] do coronavírus representa para a saúde e para a economia", declarou o primeiro-ministro bósnio, Zoran Tegeltija.

O mesmo responsável anunciou a mobilização da engenharia militar para instalar acampamentos na proximidade dos postos fronteiriços e aeroportos com objetivo de colocar em isolamento obrigatório todas as pessoas que entrem na Bósnia-Herzegovina, e durante duas semanas.

17h51 – Sindicato da Construção defende a paragem "de todas as obras, públicas e privadas", em que as medidas de proteção face ao Covid-19 são desrespeitadas, alertando que o setor "pode contribuir para um maior número de infetados".

17h50 – Vila Nova de Poiares cria serviço de apoio a idosos

A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares e as juntas de freguesia locais apelaram hoje aos munícipes para não saírem de casa e para os idosos recorrerem ao um novo serviço criado para conter a pandemia Covid-19.

Para tal, a Câmara e as quatro juntas de freguesia do concelho disponibilizam, aos "munícipes mais idosos e com maiores dificuldades de deslocação, o serviço de apoio “Nós vamos lá”, possibilitando a essas pessoas que não tenham de sair de casa" para adquirir bem essenciais.

17h48 - Ministro da Administração Interna e ministra da Saúde fazem uma declaração à comunicação social às 18h00.

17h46 – Clientes da TAP podem alterar reservas ou cancelar viagens de forma automática

Os Clientes da TAP que pretendem cancelar as suas reservas para viagens com início até 31 de maio podem fazê-lo de forma automática. “A TAP converte integralmente o valor gasto na aquisição do bilhete num voucher não reembolsável com validade de um ano, para utilização num voo futuro à escolha”, informou a companhia aérea.

“Tendo também em conta que são cada vez mais as restrições de tráfego aéreo impostas pelas autoridades nacionais e internacionais e que se avoluma o número de pessoas a desistirem dos voos que já tinham reservado, nos casos em que não seja possível reencaminhar o Cliente num voo até ao seu destino, a TAP pode emitir um voucher no valor total da aquisição do bilhete, com validade de um ano, para utilização num voo futuro à escolha. Este voucher deve ser pedido no site www.flytap.com e será emitido de forma automática”, explica a empresa em comunicado.

17h37 – Bolsonaro critica medidas de restrição para conter pandemia no Brasil

O Presidente do Brasil criticou que governos regionais do país tenham declarado emergência e tenham anunciado medidas para procurar mitigar a disseminação da Covid-19, que considerou serem prejudiciais à economia.

"Esse vírus trouxe uma certa histeria, tem alguns governadores, no meu entender, eu posso até estar errado, que estão tomando medidas que vão prejudicar em muito a nossa economia", declarou Bolsonaro à rádio Tupi.

Segundo o chefe de Estado brasileiro, isto causará um problema na economia do país porque pessoas que não têm trabalho fixo e que vivem de fazer pequenos trabalhos, não terão rendimento com as cidades e atividades paralisadas.

O Presidente brasileiro defendeu que a pandemia deverá passar quando um número maior de pessoas for infetada e criar anticorpos no organismo.

17h29 – Governo garante normalidade no abastecimento alimentar e apela ao “consumo responsável”

O Governo garante que o abastecimento alimentar está a decorrer com normalidade, apesar do impacto do novo coronavírus. Em comunicado, o Ministério da Agricultura adianta que não há constrangimentos na cadeia, desde a produção à distribuição.

Entrevistada esta tarde pela Antena 1, a ministra Maria do Céu Albuquerque apelou ao civismo, nomeadamente nos supermercados, pedindo ainda um "consumo responsável" e adequado às necessidades.

Também a Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição garantiu que não vai faltar comida nos supermercados. Gonçalo lobo xavier, diretor-geral dessa associação, confirmou, no entanto, que ontem e hoje aumentou a procura de produtos alimentares.

A APED garante que está tudo preparado para um eventual cenário de estado de emergência, decisão essa que está nas mãos do Presidente da República.

17h14 – O Comando Territorial da GNR da Guarda está a apoiar, a alertar e a esclarecer os idosos da região, que vivem sozinhos e isolados, sobre a doença Covid-19.

17h13 – Agentes de viagens e operadores pedem aplicação "flexível" de reembolsos

Os agentes de viagens e operadores turísticos europeus pediram hoje à Comissão Europeia uma "aplicação flexível das regras de reembolso" por causa dos cancelamentos no setor, devido ao surto de Covid-19.

A Confederação Europeia das Associações de Agências de Viagens e Operadores Turísticos (ECTAA), que integra a portuguesa APAVT (Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo) pediu a Bruxelas "que continue a dar um forte sinal à indústria europeia de viagens".

Segundo o presidente da ECTAA, "os governos e a indústria estão a trabalhar em conjunto para encontrar soluções práticas tanto para os clientes como para as empresas de viagens, como fornecer aos clientes um `voucher` para viajar após a crise em vez de reembolsos".

17h10 – Veterinários frisam que não há evidências de transmissão entre humanos e animais

A Ordem dos Médicos Veterinários esclarece que não existe qualquer evidência científica de que os animais possam ser uma fonte de transmissão para humanos.

“Desta forma, durante o período de confinamento, os detentores de animais podem e devem desfrutar da companhia dos seus animais”, explica.

17h07 – Centros comerciais cumprem regras impostas e aguardam "novas indicações"

A Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC) garante que estes adotaram "todas as medidas" de limitação de frequência decretadas face à pandemia de Covid-19, mantendo-se todos os seus associados em operação e a aguardar "novas indicações" das autoridades.

"Todos os associados estão a assegurar o cumprimento da portaria n.º 71/2020, que estabelece restrições no acesso e na afetação dos espaços nos estabelecimentos comerciais e nos de restauração ou de bebidas, e que, em relação aos centros comerciais, estipula um máximo de ocupação de quatro pessoas por cada 100 metros quadrados de área destinada ao público", afirmou o presidente da APCC em declarações à agência Lusa.

Segundo salientou António Sampaio de Mattos, "em muitos casos os centros comerciais foram mais além, tendo, por exemplo, implementado a flexibilização dos horários de funcionamento das lojas".

17h05 - Número de mortos em Inglaterra sobe para 67, mais 14 do que ontem.

17h00 – Bruxelas cria painel de cientistas para orientar resposta médica da UE

A Comissão Europeia lançou hoje um painel consultivo composto por epidemiologistas e virologistas de diversos Estados-membros, cuja missão será formular as diretrizes da UE para uma resposta médica coordenada ao surto do novo coronavírus.

A primeira reunião do painel terá lugar já na quarta-feira.

16h58 – Governo espanhol mobiliza 200.000 ME para combater pandemia

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou a mobilização de 200 mil milhões de euros, quase 20% do PIB, para combater os efeitos económicos no país da pandemia de Covid-19 causada pelo novo coronavírus.

O chefe do executivo sublinhou que, daquele montante, "a maior mobilização de recursos económicos da história recente de Espanha", 117 mil milhões serão "inteiramente públicos" e os restantes privados.

O Estado espanhol vai assim disponibilizar às empresas garantias (avales) no valor de 100 mil milhões de euros, o que permitirá a mobilização de um total entre 150 mil e 200 mil milhões de euros, se se acrescentar a parte do setor privado, disse o chefe do Governo.

Pedro Sánchez acrescentou que o Estado vai fornecer toda a liquidez necessária ao tecido empresarial para resolver os problemas económicos decorrentes da queda da atividade e, assim, evitar problemas de solvência.

Madrid vai também dedicar 30 milhões de euros para que laboratórios espanhóis investiguem uma vacina contra o coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19, considerando Pedro Sánchez que o reforço da investigação nesta área é "algo fundamental".

16h44 - Foi decretado o estado de calamidade no concelho de Ovar, que fica em quarentena preventiva

"O número de casos confirmados em Ovar mais do que duplicou. Temos hoje mais de 30 casos. Perante tudo isto, em articulação com a DGS, o Munícipio de Ovar vai entrar em quarentena geográfica. Todo o nosso perímetro vai ser isolado", afirmou o presidente da Câmara de Ovar.

Em Faro foram entretanto confirmados três casos positivos, que não estão incluídos nos 448 casos revelados esta tarde pela Direção-Geral de Saúde.

Trata-se de três trabalhadores rurais, dos mais de 70 de quarentena em Faro. Outros dois deram negativo e mais dois foram testados hoje.

Desde segunda-feira que mais de 70 trabalhadores rurais estão de quarentena em Faro depois de ter sido confirmado no domingo um caso de Covid-19, envolvendo um cidadão de nacionalidade nepalesa, que trabalha e reside na zona rural do concelho.

16h43 – Hospital da Cruz Vermelha ao serviço do Estado a partir de hoje

O Hospital da Cruz Vermelha (Lisboa) passa, a partir de hoje, a funcionar ao serviço do Estado, no combate ao surto do novo coronavírus face "à necessidade de recursos nos serviços de saúde", foi anunciado.

Segundo o comunicado, a Coordenação Nacional de Emergência da Cruz Vermelha (CVP) encontra-se a iniciar o plano de formação aos técnicos do Hospital da Cruz Vermelha sobre procedimentos e proteção individual, preparando-os assim para a entrada em funcionamento desta nova resposta.

Até ao momento a Cruz Vermelha Portuguesa já realizou 170 transportes de doentes suspeitos da doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), distribuídos pelas 11 ambulâncias que tem dedicadas para o efeito.

16h41 – União Africana aconselhada a cancelar eventos com mais de 1.000 participantes.

16h33 – Luxemburgo determina "estado de crise"

O Luxemburgo vai determinar o "estado de crise", que lhe permite tomar decisões legislativas rápidas, e encerrar todos os estaleiros de obras e parques infantis, anunciou hoje o governo do grão-ducado.

O país, que no âmbito da luta contra a Covid-19 já fechou os seus bares, restaurantes, escolas e proibiu as visitas aos lares de idosos, não prevê, no entanto, para já o confinamento total.

O estado de crise, por um período máximo de três meses, vai ser determinado pela votação de um texto nos próximos dez dias. Permite decisões legislativas rápidas sem passar pelo parlamento, através de regulamentos ou decretos.

O primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel, apelou à população para ficar em casa e à generalização do teletrabalho.

O Luxemburgo contabiliza até ao momento 140 contaminados por coronavírus e uma morte.

16h31 – Turistas estrangeiros têm até sexta-feira para sair das Filipinas

Milhares de turistas estrangeiros, incluindo portugueses, terão de abandonar o norte das Filipinas até sexta-feira ou ficarão presos na região, colocada em quarentena devido ao crescente número de infetados pela Covid-19, anunciaram as autoridades.

O Presidente, Rodrigo Duterte, declarou uma "quarentena comunitária reforçada" na principal ilha de Luzon, que exige que milhões de pessoas fiquem em casa e restringe viagens terrestres, aéreas e marítimas para lutar contra a doença.

A contenção de um mês, que entrou hoje em vigor, obrigou a suspender aulas e a maioria dos trabalhos em escritórios, incluindo as negociações na bolsa de valores, e libertou as principais estradas da capital Manila dos habituais engarrafamentos.

As Filipinas registaram 187 casos de infeção, de acordo com o Departamento da Saúde. Catorze pessoas morreram, o maior número entre os países do sudeste da Ásia.

16h28 – Pandemia deixa mais de 776 milhões de alunos fora das escolas

Mais de 776,7 milhões de crianças e jovens em todo o mundo estão fora das salas de aulas por causa das medidas de contenção aplicadas para tentar conter a propagação do novo coronavírus, indicou a UNESCO.

Este número representa um aumento bastante expressivo em comparação com os dados avançados na passada terça-feira também pela UNESCO, que indicava na altura que perto de 363 milhões de alunos no mundo estavam sem aulas por causa do surto de Covid-19, o nome atribuído pela Organização Mundial Saúde (OMS) à doença provocada pelo novo coronavírus.

À ONU News, Vincent Defourny indicou hoje que pelo menos 85 países no mundo, onde está incluído Portugal, fecharam as escolas a nível nacional para travar a disseminação do novo coronavírus.

Segundo Defourny, a UNESCO está a trabalhar, juntamente com as autoridades dos países, para procurar soluções que permitam uma aprendizagem à distância e inclusiva.

16h25 – CP reforça desinfeção dos comboios com produto com duração de um mês

A CP - Comboios de Portugal intensificou as operações de desinfeção dos comboios e vai iniciar já na quarta-feira uma pulverização adicional a toda a frota, que será feita mensalmente, usando um produto que tem efeito durante um mês.

Estas operações de desinfeção visam todos os espaços comuns partilhados pelos passageiros, como bancos, varões, vidros, mesas ou compartimentos de bagagem, bem como as casas de banho e as salas de condução dos maquinistas.

16h14 – Cabo Verde Airlines suspende toda a atividade de transporte

A Cabo Verde Airlines vai suspender temporariamente todas as atividades de transporte a partir de quarta-feira, por pelo menos 30 dias, devido à pandemia de Covid-19, anunciou hoje a companhia aérea.

Em comunicado enviado à Lusa, a companhia, liderada desde março de 2019 pela Icelandair, justifica a decisão como "consequência do alastramento progressivo da pandemia" de Covid-19, provocada por um novo coronavírus, a mais de 150 países, a maioria dos quais "já impuseram proibições temporárias de viagens, obrigando as companhias aéreas a suspenderem as suas atividades".

"A Cabo Verde Airlines informa que, face à situação referida, e tendo em conta que as imposições de restrições de viagens incluem todas as rotas da companhia, irá suspender temporariamente todas as suas atividades de transporte a partir de 18-03-2020 por um período de, pelo menos, 30 dias", refere a companhia, em comunicado.

16h11 – Motoristas de distribuição britânicos lançam ameaça

Condutores de camiões de abastecimento no Reino Unido ameaçam o Governo de que se irão revoltar e destruir os produtos de reabastecimento de supermercados e fábricas se não tiverem apoio financeiro, à medida que a pandemia leva a economia a contrair.

A Associação Britânica de Transportadores Rodoviários avisou o executivo que os seus associados necessitam de uma injeção de capital, deferimento de impostos e de impostos ambientais e uma moratória nos pagamentos que devem a empresas de leasing e bancos.

16h10 - Ministro do Interior da Áustria anuncia criação de um "corredor humanitário" para romenos e búlgaros à espera na fronteira húngara.

16h08 – PCP acha prematuro estado de emergência e não diz como vai votar decreto

O PCP considerou prematura a eventual declaração do estado de emergência devido à pandemia de Covid-19, até se esgotarem as medidas do atual estado de alerta, e não revelou como poderá votar um decreto no parlamento, na quarta-feira.

Numa conferência de imprensa na sede nacional do PCP, em Lisboa, Jorge Pires, da comissão política do partido, afirmou que "é preciso verificar o que vai resultar destas medidas" adotadas pelo Governo com a declaração do estado de alerta no país e "potenciar novas medidas".

"É isso que tem de se fazer. Mais à frente, se verificarmos que é preciso adotar outras medidas, pelo evoluir da situação, o PCP também ponderará outras medidas", afirmou.

16h07 – Brasil recapturou mais de 500 detidos que fugiram de quatro cadeias antes da quarentena

Não se sabe quantos detidos estão ainda em fuga.

De acordo com os jornais, cerca de mil prisioneiros não regressaram às cadeias de Mongagua, Tremembe, Porto feliz e Mirandopolis, que autorizam a ausência dos detidos durante o dia, com o regresso noturno ao estabelecimento prisional.

A quarentena prevista obrigava os prisioneiros a permanecer as 24 horas do dia sob detenção.

16h05 – Governo grego apela população a ficar em casa e a proteger os mais idosos

As prioridades de Atenas são conter a disseminação do vírus, reforçar o sistema de saúde grego e apoiar a economia.

16h04 – PSP suspende férias e pode chamar polícias pré-reformados

Os polícias na situação de pré-aposentação podem ser chamados a prestar serviço em caso de necessidade, estando as férias dos agentes suspensas nesta fase de surto do novo coronavírus, determinou hoje o diretor da PSP.

No despacho, a que a agência Lusa teve acesso, o superintendente Magina da Silva deliberou que sejam suspensas, com efeito imediato, "as férias de todo o pessoal que ainda não as tenha iniciado, salvo as que forem casuística e excecionalmente autorizadas" pelo diretor de recursos humanos da PSP.

Nesta fase de estado de alerta, devido à pandemia do novo coronavírus, foi também decidido que "os polícias na situação de pré-aposentação sejam contactados pelas unidades de polícia/estabelecimentos de ensino de onde transitaram para essa situação, informando-os da possibilidade de serem mobilizados para a prestação de serviço efetivo, de forma a permitir libertar polícias para a atividade operacional", lê-se no despacho.

16h02 – Câmara de Lisboa suspende despejos em casas ocupadas ilegalmente

As ações de despejo de famílias a ocupar ilegalmente fogos municipais em Lisboa estão suspensas desde quinta-feira, devido à pandemia de Covid-19, informou a autarquia.

Numa informação enviada hoje à agência Lusa, a câmara informa que "as desocupações estão paradas no Bairro Bensaúde e em todos os bairros municipais de Lisboa desde quinta-feira da semana passada".

A autarquia liderada por Fernando Medina salienta que, "em todas as ações de desocupação que foram efetuadas, nenhuma família ficou sem alternativa habitacional ou resposta temporária por parte da rede social, nos casos em que se verificou essa necessidade, não podendo, no entanto, o município obrigar a que sejam aceites estas soluções".

Na mesma nota, a Câmara de Lisboa garante que os despejos "só ocorreram depois de cumpridos todos os morosos contactos e notificações definidas, bem como os devidos acompanhamentos no âmbito do apoio social a estas famílias".

16h00 – Previsões de Boris Johnson

Governo de Boris Johnson admite como "razoável" estimar o número atual de casos de infeção com o novo coronavírus em 55 mil, quando há neste momento cerca de dois mil casos confirmados. O executivo britânico considera que um balanço final de 20 mil mortos devido à epidemia será "um bom resultado".

15h58 – Israel reduz em 70% pessoal no setor privado

O governo israelita ordenou uma redução de 70% do pessoal do setor privado, exceto em serviços essenciais, e finaliza um pacote de medidas de estímulo face à previsão de não haver crescimento económico devido à crise do novo coronavírus.

O primeiro-ministro israelita em funções, Benjamin Netanyahu, determinou a redução do pessoal no setor público e da força de trabalho no privado para 30%, exceto em negócios como mercados, alimentação, bancos e centros médicos.

"Haverá ajustes para indústrias específicas que serão determinadas em conjunto pelo Ministério da Saúde e pelo das Finanças. Este requisito não se aplica às empresas com 10 ou menos trabalhadores, na condição de manterem uma distância de pelo menos dois metros entre si", explicou Netanyahu, no que definiu como "disposições de emergência" para o mercado laboral.

15h56 – Comissão Europeia espera vacina no mercado até ao outono

A Comissão Europeia disse hoje esperar que a potencial vacina para o novo coronavírus que está a ser criada por um laboratório alemão esteja no mercado até ao outono, podendo "salvar vidas dentro e fora da Europa".

"Estamos [Comissão Europeia] a acelerar a investigação. Ontem falei com os gestores de uma empresa inovadora que está a trabalhar numa tecnologia promissora para desenvolver uma vacina contra o coronavírus", indicou a presidente do executivo comunitário, Ursula von der Leyen, através de um vídeo publicado na rede social Twitter.

Recordando que a União Europeia (UE) já disponibilizou até 80 milhões de euros à CureVac, uma empresa de Tübingen, na Alemanha, a responsável afirma esperar que, "com este apoio, seja possível haver uma vacina no mercado talvez até ao outono".

Ainda assim, a líder do executivo comunitário admite que "muito falta fazer para combater este vírus" na UE, e por isso realça que "todos podem contribuir", aconselhando desde logo os cidadãos a ficarem casa "e a reduzirem o contacto social".

15h54 – Municípios do Algarve financiam compra de 30 ventiladores.

15h51 – Ryanair reduz voos de e para Espanha

A Ryanair Group Airlines (incluindo Buzz e Lauda) “foi forçada a reduzir drasticamente os voos desde e para Espanha, Ilhas Baleares e Canárias a partir das 24h00 de 15 de março e até às 24h00 de 20 de março”, informou a empresa em comunicado.

“Os clientes que já fizeram o check-in para o seu voo de regresso podem ter tido dificuldades para alterar a sua reserva, portanto estamos a eliminar o check-in de todos os clientes que fizeram reservas em voos que saem de Espanha entre 21 a 28 Março. Aconselhamos os clientes a solicitarem uma alteração gratuita para uma data alternativa através do nosso serviço online”.

15h42 - Gigantes da Internet unem esforços no combate à desinformação

Várias grandes plataformas de Internet decidiram unir os seus esforços para combater a desinformação online sobre a pandemia do novo coronavírus e promover "conteúdos fiáveis" sobre a crise.

Numa declaração conjunta publicada na segunda-feira à noite, Facebook, Google, Twitter, Microsoft e Reddit, como também o Youtube (da Google) e LinkedIn (da Microsoft) asseguraram que "estão a trabalhar de forma estreita na resposta ao Covid-19".

"Estamos a ajudar milhões de pessoas a permanecerem conectadas enquanto combatemos fraudes e desinformação sobre o vírus, destacando conteúdos fiáveis nas nossas plataformas e partilhando informações essenciais em coordenação com as agências de saúde mundiais", afirmaram.

"Convidamos outras empresas a juntarem-se para continuar a proteger as nossas comunidades", acrescentaram as tecnológicas.

15h40 - Angola alarga restrições a Portugal, Espanha e França

Angola alargou a lista de países com entrada restrita devido ao surto de Covid-19 a Portugal, Espanha e França, decretando quarentena obrigatória, de no mínimo 14 dias, para cidadãos nacionais ou residentes estrangeiros que tenham estado nestes países.

Esta é uma das medidas hoje decididas após reunião da Comissão Interministerial para a Resposta à Pandemia do Coronavírus.

15h31 - Primeiro teste realizado a bebé de mãe infetada deu negativo

O primeiro teste feito ao bebé filho de uma mulher infetada com o novo coronavírus, que nasceu hoje de madrugada no Hospital de São João, no Porto, deu negativo, disse uma fonte oficial daquela unidade hospitalar citada pela Lusa.

"O primeiro teste deu negativo. Será feito outro dentro de 72 horas e só aí se poderá saber se a criança está ou não infetada", explicou a mesma fonte.


15h30 - Ex-ministra Ana Jorge elogia medidas das autoridades portuguesas

A antiga ministra da Saúde Ana Jorge, responsável pela pasta na governação de José Sócrates, elogia as decisões tomadas pelas autoridades de saúde pública.



15h28 - Comité Olímpico Internacional reitera que Tóquio2020 segue como planeado

O Comité Olímpico Internacional (COI) reiterou hoje o "comprometimento completo" com a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 nas datas previstas, de 24 de julho a 09 de agosto, por não existir "necessidade de quaisquer decisões drásticas".

"O COI continua completamente comprometido com os Jogos Olímpicos Tóquio2020 e, com mais de quatro meses antes do arranque dos Jogos, não há necessidade de quaisquer decisões drásticas neste momento; qualquer especulação será contraproducente", pode ler-se num comunicado daquele organismo, em resposta a rumores de que o evento será cancelado ou adiado devido à pandemia de Covid-19.


15h27 - Aumenta o número de profissionais de saúde infetados

O bastonário da Ordem dos Médicos diz que pelo menos 20 por cento dos infetados por Covid-19 são clínicos. Miguel Guimarães diz que a falta de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde está a ser o calcanhar de Aquiles no combate ao novo coronavírus.

O Infarmed e o Governo reconhecem dificuldades na reposição dos stocks com o material a ser nesta altura, disputado por muitos países do mundo.


15h26 - Equipamentos de protecção individual distribuídos esta semana

O Governo garante que esta semana vão ser distribuídos dois milhões de máscaras e 150 mil equipamentos de proteção individual aos profissionais de saúde.
O secretário de Estado revela que há 1800 médicos e mais de mil enfermeiros disponíveis para reforçar o Serviço Nacional de Saúde e que está a estudar a melhor forma de integrar profissionais como dentistas, nutricionistas, psicólogos para ajudar no combate ao surto.


15h25 - Copa América de futebol adiada para 2021

A Copa América foi hoje adiada para o verão de 2021 devido à pandemia de Covid-19, anunciou a Confederação Sul-americana de Futebol (CONMEBOL).

Estava previsto que a competição decorresse entre 12 de junho e 12 de julho deste ano, na Colômbia e na Argentina, mas a CONMEBOL decidiu adiar a Copa América para as datas de 11 de junho a 11 de julho de 2021.

"É uma medida extraordinária para uma situação inesperada e, portanto, responde à necessidade fundamental de evitar uma evolução exponencial do vírus, já presente em todos os países das associações que são membros da Confederação. Para a CONMEBOL não foi fácil tomar esta decisão, mas devemos sempre proteger a saúde de nossos atletas e de todos os agentes que fazem parte da grande família do futebol sul-americano", refere Alejandro Domínguez, presidente do organismo, em comunicado.

O responsável garantiu que a "competição de seleções mais antiga do mundo" vai regressar em 2021 com uma "força renovada".


15h24 - Abastecimento alimentar está a decorrer com normalidade

O Ministério da Agricultura assegurou hoje que o abastecimento alimentar está a decorrer com normalidade, apesar do impacto do Covid-19, mas apelou "à consciência cívica" para que seja feito um "consumo responsável" e adequado às necessidades.

"Graças ao trabalho de todos os profissionais ligados a este setor, o abastecimento alimentar está a decorrer com normalidade, não registando constrangimentos na cadeia, desde a produção à distribuição, nem ao nível dos preços praticados", sublinhou, em comunicado, o ministério liderado por Maria do Céu Albuquerque.


15h22 - PM belga apresenta Governo de emergência para combater pandemia

A primeira-ministra da Bélgica, Sophie Wilmès, apresentou hoje ao rei Filipe os ministros do seu novo Governo de coligação, impulsionado pela urgência em enfrentar o novo coronavírus e que termina com um executivo minoritário, em funções desde dezembro de 2018.


15h14 - Brasil regista primeira morte

O Brasil registou hoje a primeira morte causada pelo novo coronavírus, divulgou a secretaria de Saúde do estado de São Paulo.

A vítima não foi identificada e as circunstâncias da morte deverão ser detalhadas numa conferência de imprensa com os médicos responsáveis pelas medidas para prevenir a disseminação da doença Covid-19 no estado.

O Ministério da Saúde do Brasil registou oficialmente 243 casos de coronavírus na segunda-feira, mas levantamentos dos 'medias' locais junto as Secretarias de Saúde dos estados indicam que há pelo menos 301 casos confirmados da doença.


15h13 - Doentes crónicos vão passar a receber medicamentos em casa

Os doentes crónicos que necessitem de medicamentos que são disponibilizados pelos seus hospitais vão passar a receber os fármacos em casa, anunciou hoje a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

A agência Lusa teve conhecimento de alguns casos de doentes crónicos, nomeadamente transplantados, que estão preocupados com a forma como podem ter acesso aos medicamentos distribuídos pela farmácia do hospital devido às restrições de acesso aos estabelecimentos de saúde impostos surto de Covid-19.


15h11 - OMS pede à Europa medidas mais "audaciosas" para combater novo coronavírus

A Organização Mundial de Saúde (OMS) pediu hoje a todos os países europeus, sem exceção, medidas mais "audaciosas" para combater a ameaça do novo coronavírus, lembrando que a Europa é atualmente o "epicentro" da pandemia da Covid-19.

"Todos os países, sem exceção, devem tomar medidas mais audaciosas para travar ou diminuir a ameaça do vírus", afirmou o diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, em declarações feitas a partir de Copenhaga (Dinamarca).


15h10 - Encerrados percursos pedestres recomendados na Madeira

O Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) decidiu encerrar todos os percursos pedestres recomendados na Região Autónoma da Madeira, assim como as infraestruturas de apoio aos mesmos.

O Instituto justifica o encerramento com às medidas de contingência relativas à Covid-19, divulgadas pelo Governo Regional da Madeira.

Na Região Autónoma da Madeira existem 32 percursos recomendados, 30 na Madeira e dois no Porto Santo.


15h08 - AR vota medidas do Governo com agenda em aberto para estado de emergência

O parlamento debate e vota, na quarta-feira, a proposta de lei do Governo com medidas para conter os efeitos da pandemia Covid-19, estando ainda em aberto a possibilidade de votar a declaração do estado de emergência.


15h05 - Trabalhadores dos CTT pedem redução de horários e mais material de proteção

A Comissão de Trabalhadores (CT) dos CTT apelou hoje à empresa que reduza os horários de atendimento e distribua material de proteção pelos funcionários de forma a fazer face ao "pânico de contágio" devido ao surto de Covid-19.


15h03 - Doente fugiu do hospital onde estava internado em Coimbra

Um homem infetado pelo novo coronavírus fugiu ontem do hospital onde estava internado. Foram acionados todos os meios para o localizar e o homem foi encontrado numa estação ferroviária. Preparava-se para ir para casa.

Segundo a PSP, o doente tem 37 anos e foi já reconduzido para o hospital. Foi constituído arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência.

Na operação policial foram garantidas todas as medidas de segurança, de proteção individual e dos recursos materiais envolvidos.


15h02 - Carruagens do Metro do Porto limpas com produto que elimina o novo coronavírus durante 30 dias

Mais de cem carruagens do Metro do Porto vão ser desinfetadas com um produto que elimina o novo coronavírus por trinta dias.
O Secretário de Estado da Mobilidade esteve presenta na ação de desinfeção, juntamente com o presidente da Metro do Porto, que garante que este procedimento vai estender-se às estações.


15h01 - Jesus de quarentena depois de dar positivo em teste

Jorge Jesus assumiu num vídeo que o teste ao Covid-19 deu positivo. O treinador do Flamengo diz que vai ficar em quarentena, apesar de não ter qualquer sintoma.



14h59 - Médicos respondem a todas as perguntas na RTP

A partir de hoje, a RTP começa a responder a todas as dúvidas sobre a Covid- 19. Numa parceria com médicos da Administração regional de Saúde do Norte.


14h57 - Alunos de Erasmus querem regressar a casa

Sucedem-se situações de alunos portugueses em Erasmus que apelam à ajuda do Governo para regressarem a casa. Os pedidos chegam de Itália, Eslováquia e Espanha.



14h55 - Tóquio pretende seguir à risca plano dos Jogos Olímpicos

O governo japonês reiterou que tem a intenção de organizar os Jogos Olímpicos nas datas previstas, entre 24 de julho e 9 de agosto. E de "uma forma completa".
Esta foi a vontade demonstrada pelo primeiro-ministro japonês, ao explicar a conversa que teve durante a noite com os outros líderes do G7.

Em declarações aos jornalistas, o chefe de governo disse que teve a aprovação dos outros líderes mundiais para a realização da competição olímpica. E considera que isso vai permitir ao mundo "superar" o impacto da pandemia de covid-19.


14h53 - UEFA adia Euro para junho e julho de 2021

A UEFA decidiu adiar o EURO 2020 para 2021. O organismo que superintende o futebol europeu aponta agora a realização do Campeonato da Europa de Seleções para o próximo ano.



14h52 - Mundo endurece a luta contra a epidemia

A Itália tem quase 30 mil pessoas infectas e regista mais de duas mil mortes. Numa altura em que o mundo endurece a luta contra o novo coronavirus.
Na Venezuela Maduro anuncia que a partir de hoje a a Venezuela inteira entra em quarentena.

Num momento que nasce mais uma polémica entre Donald Trump e o governo chinês.

14h51 - França em isolamento social obrigatório

Desde as onze da manhã em Portugal e pelo menos durante 15 dias, os franceses estão confinados em casa. Só podem sair por razões de justificada extrema necessidade. Há cem mil polícias a fiscalizar as ruas.

Uma medida extrema anunciada pelo Presidente francês para controlar a propagação do novo coronavírus, como conta a correspondente da RTP em Paris, Rosário Salgueiro com imagem de Jaime Guilherme.


14h50 - Taxa de mortalidade em Espanha é de quatro por cento

Em Espanha a taxa de mortalidade pelo novo coronavírus é de quatro por cento. No entanto, na comunidade de Madrid regista um valor de sete por cento.
Em Espanha há mais de 111 mil casos confirmados e 491 mortos.

Ontem, foi o primeiro dia em não foi registado nenhum óbito em Madrid.


14h47 - PSA de Mangualde suspende produção

O Centro de Produção de Mangualde da PSA vai suspender a produção a partir de amanhã, quarta-feira. A existência de casos de covid-19 na proximidade de outros centros do grupo francês é um dos argumentos que sustenta a decisão da empresa.



14h45 - Campeonatos da Europa de ginástica artística cancelados

Os campeonatos da Europa de ginástica artística, femininos e masculinos, foram cancelados devido à pandemia de Covid-19, anunciou hoje a Federação Europeia de Ginástica (UEG).

O Europeu feminino estava agendado para Paris, entre 30 de abril e 03 de maio, mas foi cancelado, bem como o campeonato masculino, que iria decorrer em Baku, entre 27 e 31 de maio.

A UEG cancelou também o campeonato da Europa de trampolim, tumbling e duplo-mini trampolim, que estava previsto para Gotemburgo, entre 07 e 10 de maio, e o Europeu de ginastica rítmica, previsto para Kiev, entre 21 e 24 de maio.


14h42 - Linha SNS24 recebeu na segunda-feira 13 mil chamadas, novo recorde

A linha SNS24 atendeu na segunda-feira um número recorde de chamadas - 13 mil - devido à pandemia de Covid-19, disse hoje o secretário de Estado da Saúde, António Sales.

"O SNS 24 está mais forte e capaz de responder melhor, continua a ser o canal primordial de doentes com coronavírus no Serviço Nacional de Saúde", vincou o governante na conferência de imprensa diária de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus, onde esteve também a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

Nesta conferência, o secretário de Estado salientou o trabalho que tem sido feito para "melhorar a resposta no que toca a equipamentos, formação, tempos de resposta do centro de contacto SNS24".


14h41 - Estrangeiros que passem na Indonésia precisam de visto e atestado médico

Todos os estrangeiros que visitem ou façam trânsito na Indonésia precisam, a partir de 20 de março e durante um mês, de solicitar antes um visto e de apresentar um atestado médico das autoridades dos países de onde partem.

A nova política, que se aplicará durante pelo menos um mês, implica a suspensão dos vistos à chegada e dos vistos de serviço, segundo anunciou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

"Cada estrangeiro que visite a Indonésia passará a ter de solicitar um visto previamente junto da Representação Indonésia detalhando o objetivo da visita. Aquando da solicitação desse visto, devem incluir um atestado médico emitido pelas autoridades de saúde de cada país", refere a nota.


14h39 - Museu do Oriente e Convento da Arrábida encerrados até 04 de abril

O Museu do Oriente, em Lisboa, e o Convento da Arrábida, em Setúbal, estão encerrados até 04 de abril, altura em que a medida será reavaliada, anunciou hoje a fundação que tutela as instituições.

"O Conselho de Administração da Fundação Oriente, de acordo com o seu plano de contingência face à pandemia de coronavírus, decidiu encerrar ao público o Museu do Oriente e o Convento da Arrábida até dia 04 de abril", lê-se no comunicado da instituição hoje divulgado.


14h37 - Portugal já encerrou as fronteiras com Espanha

Portugal já encerrou as fronteiras com Espanha. Estão proibidas as visitas de turismo ou lazer entre os dois países. De norte a sul, a manhã foi relativamente calma, apesar dos estrangeiros a tentarem sair de Portugal.
Muitas fronteiras ficaram fora da lista dos governos ibéricos. No Alto Alentejo, a única fronteira com sinal verde é a do Caia, mas há muitos outros pequenos pontos de passagem. Um deles é o que faz a ligação com Olivença, onde o encerramento afeta centenas de pessoas.



14h35 - Costa e Marcelo em divergência em relação ao estado de emergência

Aparentemente, há uma divergência de opinião entre o Presidente da República e o primeiro-ministro quanto à declaração do estado de emergência. António Costa considera que podem ser tomadas outras medidas, igualmente restritivas. Marcelo Rebelo de Sousa quer avançar já.
Mesmo assim já anunciou que o Governo não se vai opor.

Ouvido pela RTP, o constitucionalista Tiago Duarte entende que pode ser contraproducente impor medidas que já estão a ser seguidas de forma voluntária pela generalidade da população.


14h33 - Chefes de Estado e de Governo da UE voltam a reunir-se

Os Chefes de Estado e do Governo da União Europeia vão voltar a reunir-se, hoje, por videoconferência, para discutir a resposta a pandemia de Covid-19.
Em cima da mesa vai estar a proposta apresentada pela Comissão Europeia no que diz respeito ao encerramento das fronteiras externas da União Europeia.


14h30 - Governo avança com medidas e desafia bancos a cumprirem obrigação

O Governo vai avançar com medidas de apoio à economia, famílias que tenham de ficar em casa e às pequenas e médias empresas. O impacto deste pacote financeiro pode chegar aos dois mil milhões de euros por mês.
A ministra do Trabalho reforça a necessidade de reavaliar "permanentemente" estas novas medidas. António Costa desafia os bancos a assumirem a responsabilidade social.


14h28 - Vários cancelamentos no aeroporto de Lisboa

O cancelamento dos voos para Espanha deixou muitos passageiros em terra.



14h25 - Filas no aeroporto Francisco Sá Carneiro

No aeroporto do Porto vários passageiros tentam viajar para França e para o Brasil estão a provocar longas filas nos balcões das companhias aéreas.
Os voos estão cancelados e do aeroporto Sá Carneiro apenas partem aviões com destino a Zurique, Munique, e os voos internos para Lisboa.

Durante a manhã, viveram-se momentos complicados com várias pessoas desesperados porque querem regressar a casa e estão impedidas.


14h23 - Marcelo repete teste ao novo coronavírus

O Presidente da República vai repetir hoje o teste ao novo coronavírus. Os resultados da análise vão ser divulgados na página da Presidência.
Hoje é o dia previsto para o fim da quarentena de Marcelo Rebelo de Sousa que está em isolamento depois de ter estado com alunos de uma escola de Felgueiras, onde foi detetado um caso de covid-19.

A confirmar-se o resultado negativo, o Presidente da República retoma a agenda oficial amanhã.


14h20 - Turista holandesa é o primeiro caso de covid-19 na Madeira

A Madeira regista esta terça-feira o primeiro caso de covid-19 na Madeira, uma turista holandesa. O Presidente do Governo Regional proibiu todas as atividades turísticas na ilha e apelou ao rápido repatriamento de todos os turistas.
O hotel onde estava hospedada a turista holandesa infetada está isolado. A polícia criou um perímetro de segurança no local e os restantes hóspedes estão confinados nos quartos até que as autoridades de saúde da ilha decidam o contrário.
São mais ou menos os 128 hóspedes, de várias nacionalidades, que estão impedidos de abandonar a unidade hoteleira.

Segundo a RTP apurou, o funcionário do hotel que realizou o turno da noite também está retido no local.


13h52 - ANA pede a passageiros com voos cancelados para não irem aos aeroportos

A ANA - Aeroportos de Portugal apelou aos passageiros com voos cancelados que usem o telefone e meios eletrónicos.

"Contactem as respetivas companhias áreas, por telefone ou meios online", avisa a ANA, em comunicado divulgado.

A gestora dos aeroportos nacionais pede ainda aos passageiros com voos cancelados que "não se desloquem" ao aeroporto "a fim de serem evitadas aglomerações de pessoas no terminal".


13h49 - Funcionário de centro de distribuição em Valongo é o primeiro infetado nos CTT

Um funcionário do Centro de Distribuição Postal (CDP) de Ermesinde, em Valongo, é o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus nos CTT, confirmou hoje fonte da empresa, garantindo serem seguidas todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS).


13h48 - Países da UE podem dar apoios de 500 mil euros a cada empresa afetada

A Comissão Europeia anunciou hoje regras temporárias para permitir mais ajudas estatais devido ao surto de Covid-19, possibilitando que os Estados-membros aloquem 500 mil euros a cada empresa afetada ou deem garantias para empréstimos bancários às companhias.

O quadro legal temporário hoje enviado para consulta aos Estados-membros, e divulgado à imprensa, estipula desde logo "auxílios (estatais) sob a forma de subvenção direta ou benefício tributário" para as empresas afetadas, permitindo que os Estados-membros "possam conceder até 500 mil euros a uma companhia para atender às suas necessidades urgentes de liquidez".


13h45 - Estrangeiros proibidos de viajar em empresas de transporte madeirenses

As empresas Horários do Funchal e Companhia de Carros de São Gonçalo anunciaram hoje que vão interditar o transporte de turistas nos seus autocarros, passando a estar disponíveis apenas às pessoas com cartão do cidadão português.

"Face às ultimas medidas tomadas pelo Governo Regional da Madeira e com efeito imediato, informa-se que (em relação a) todos os turistas que não possuam cartão de identificação português, o acesso ao transporte público da Horários do Funchal e da Companhia de Carros de São Gonçalo encontra-se interditado, pelo que se pede que, sempre que seja solicitado pelo motorista, apresentem o respetivo cartão do cidadão", referem as empresas em comunicado.

A Horários do Funchal e a Companhia de Carros de São Gonçalo apelam aos utentes para que utilizem o transporte público "em situações estritamente necessárias."


13h40 - Portugal prepara plano específico para responder à pandemia

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou, ao inicio da tarde de hoje, que está a ser finalizado um plano nacional específico para combater o novo coronavírus, que servirá de referência para a atualização dos planos regionais, locais e institucionais.

O documento, segundo a informação publicada pela DGS na sua página de internet, está a ser elaborado com base no plano de contingência existente.

O novo instrumento designar-se-á "Plano Nacional de Preparação e Resposta à Doença por novo Coronavírus (COVID-19).

Neste sentido, foi atualizada a lista de especialistas que integram a equipa criada para dar resposta ao surto, sob a designação de "Task Force".

A "Task Force" tem como missão "a centralização de toda a informação epidemiológica e evidência científica pertinente à avaliação e gestão do risco de forma a emitir orientações e recomendações para a sua contenção, sendo também responsável pela comunicação do risco", lê-se no documento.

Podem ser chamados a colaborar outros especialistas, quer a título individual, quer como representantes de serviços ou organismos, dependentes do Ministério da Saúde ou de outras instituições.

No âmbito da epidemia causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), com origem na cidade de Wuhan, província de Hubei, China, que se disseminou a outros continentes, foi ativada uma ´'Task Force', coordenada pela DGS, que promove a operacionalização e a adoção de medidas para prevenção e controlo da infeção, previstas no plano de contingência.


13h35 - Proteção Civil começou a enviar avisos à população através de SMS

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) começou hoje de manhã a enviar mensagens escritas por telemóvel (SMS) à população com conselhos de prevenção para o Covid-19.


13h34 - Câmara do Porto e empresa local montam linha de produção de máscaras de proteção

A Câmara do Porto e uma empresa local vão iniciar "imediatamente" a produção de máscaras de proteção pessoal, do tipo cirúrgico, admitindo que, além dos funcionários municipais, o material possa ser distribuído a bombeiros, empresas de transporte e à rede social.
Em comunicado na sua página oficial na Internet, o município explica que a ideia surgiu depois de um empresário de Campanhã, que contactou o gabinete do presidente da Câmara do Porto, disponibilizar-se para "ajudar a cidade".

"A Câmara do Porto e uma empresa local desenvolveram nos últimos dias um projeto para iniciarem imediatamente a produção de máscaras de proteção pessoal, do tipo cirúrgico, suficientes para os funcionários municipais que contactem com público e que poderão também vir a ser distribuídas pela autarquia à rede social, corporações de bombeiros voluntários e às empresas de transporte, como STCP", lê-se na nota publicada hoje.


13h27 - Macau regista terceiro caso importado em pouco menos de 48 horas

O Governo de Macau anunciou um novo caso importado de infeção pelo novo coronavírus, o terceiro em pouco menos de 48 horas, depois de 40 dias sem qualquer pessoa infetada.

"A doente é uma mulher de 20 anos, residente de Macau, estudante no Reino Unido. Saiu recentemente de Londres (Inglaterra) via Kuala Lumpur (Malásia) com destino a Hong Kong, onde chegou na noite do dia 16 de março", anunciaram as autoridades em comunicado.


13h26 - Figueira da Foz limita acesso ao mercado municipal a 42 clientes de cada vez

O município da Figueira da Foz reforçou hoje as medidas de contenção face à ameaça do coronavírus e limitou o acesso ao mercado municipal da cidade a um máximo de 42 clientes de cada vez, entre outras disposições.


13h24 - Ministro alemão prevê crise até maio

O ministro da Economia alemão, Peter Altmaier, declarou hoje que a crise do novo coronavírus "terá consequências seguramente nos meses de abril e de maio" e que conta que até lá haverá "um número substancial de novas infeções".

Atlmaier disse numa entrevista ao canal RTL que "não aconselharia ninguém que confiasse em que tudo tivesse passado em oito dias".


13h20 - Mais de 1.800 médicos e 900 enfermeiros reforçam SNS

O Serviço Nacional de Saúde foi reforçado com mais 1.800 médicos e 900 enfermeiros para fazer face à evolução da pandemia de Covid-19. A garantia é do secretário de Estado da Saúde que falou na conferência de imprensa desta manhã.

"Neste momento temos mais de 1.800 médicos disponíveis para reforçar o Serviço Nacional de Saúde na resposta à epidemia, mais de 1.000 enfermeiros, entre outros profissionais de saúde, todos eles indispensáveis neste combate", disse o secretário de Estado, António Sales.


13h18 - Médicos do Centro apelam à revisão de procedimentos para evitar contaminação

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) apelou hoje aos hospitais públicos e privados e unidades de saúde para protegerem os seus profissionais neste combate à pandemia de Covid- 19.

Em declarações à agência Lusa, Carlos Cortes disse que é "muito grave" o que está acontecer, com os profissionais de saúde desprotegidos por falta de máscaras, equipamento de proteção individual ou soluções alcoólicas.

"Não é aceitável, mas compreendemos a falta de material. Por isso, têm de ser revistos todos os procedimentos e planos de contingência elaborados, que não tinham em conta a carência de material, para que os profissionais de saúde, que estão na linha da frente, possam estar protegidos", sublinhou.

Segundo Carlos Cortes, a SRCOM tem informação de que no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) há mais 100 profissionais em saúde em isolamento, "bem como casos em todos os hospitais da região, porque tiveram contacto com doentes infetados com o vírus sem estarem protegidos".

Para este responsável, "está-se a dizimar as tropas que estão na linha da frente, o que pode ter um impacto muito negativo sobre o Serviço Nacional de Saúde (SNS)".


13h16 - DGS aconselha medidas que assegurem distância entre as pessoas

A Direção-Geral da Saúde (DGS) determinou hoje que os estabelecimentos de atendimento ao público devem estabelecer medidas que assegurem a distância entre pessoas.

Segundo uma orientação da DGS publicada hoje no 'site' da autoridade de saúde nacional, recomenda-se que, além do respeito pelas regras de etiqueta respiratória e medidas sanitárias, os estabelecimentos de atendimento ao público devem elaborar o seu plano de contingência para a pandemia e pôr em marcha medidas que assegurem a distância entre pessoas nas instalações.

Entre as medidas sugeridas estão a redução para 1/3 da capacidade dos locais de espera dos estabelecimentos, a garantia de que o atendimento em balcão se faz, pelo menos, a um metro de distância, e a implementação de sinalização, através de marcas e sinalética no chão.

A DGS sugere ainda que sejam criadas barreiras físicas entre os colaboradores e os utentes, por forma a evitar "uma aproximação excessiva entre os indivíduos", e que o contacto direto seja reduzido ao mínimo possível.


13h13 - Mesquita Central de Lisboa fecha se for decretado estado de emergência

A Mesquita Central de Lisboa deverá encerrar caso seja decretado o estado de emergência devido à pandemia de Covid-19, mas ainda celebra cinco orações diariamente, exceto a principal de sexta-feira que está suspensa, disse hoje o imã David Munir.

"Se o Governo decretar alerta de emergência então fechamos mesmo. Caso alerta de emergência, vamos fechar mesmo a mesquita. Não haverá nenhuma oração", afirmou à agência Lusa o sheik Munir.


13h10 - EPAL suspende cortes de água durante estado de alerta

A Empresa Portuguesa das Águas Livres (EPAL), responsável pelo abastecimento de água à cidade de Lisboa, decidiu suspender os cortes no fornecimento de água, durante o estado de alerta devido à pandemia de Covid-19, foi hoje anunciado.

"No seguimento da situação de estado de alerta que o país atravessa devido à pandemia provocada pelo Covid-19, a EPAL decidiu suspender, temporariamente, os cortes de água", informou a empresa, em comunicado.


13h09 - Açores suspendem atividades de medicina dentária na região

O Governo dos Açores determinou hoje a suspensão de "toda e qualquer atividade de medicina dentária, estomatologia e odontologia, com exceção das situações comprovadamente urgentes e inadiáveis", para prevenir e limitar a propagação da Covid-19 nos Açores.


13h08 - Faurecia de São João da Madeira manda 30 para quarentena e fecha uma fábrica

A fabricante de componentes automóveis Faurecia, em São João da Madeira, tem cerca de 30 pessoas em quarentena após detetar um caso de Covid-19 numa das suas unidades e encerrará quarta-feira uma fábrica, anunciou hoje o respetivo sindicato.

A informação foi revelada à Lusa por José Carlos Reis, que é dirigente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente (SITE) do Centro-Norte, e acompanha a atividade das duas unidades que o Grupo Faurecia tem no referido concelho do distrito de Aveiro.

"Foi detetado um caso de Covid-19 num enfermeiro da Faurecia Metal e, como ele esteve em contacto com uma determinada linha de produção, a empresa mandou cerca de 30 trabalhadores para quarentena", declarou.


13h05 - Bares da Madeira fecham às 21h00 e restaurantes às 23h00

O Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública (PSP) esclareceu hoje que os bares devem fechar às 21h00 e os restaurantes às 23h00.


13h03 - Associação diz que "mais de metade dos trabalhadores da restauração podem ser despedidos"

A Associação para a Defesa, Promoção e Inovação dos Restaurantes de Portugal avisa que mais de metade dos trabalhadores do setor da restauração pode ser despedida nos próximos meses.

A associação considera que muitos empresários vão ter que dispensar trabalhadores porque não sabem quanto tempo vai durar esta crise.
Com esta situação em que muitos estão de portas fechada, o presidente da PROVAR, Daniel Serra, diz que o futuro é imprevisível.

A associação pede que o Governo clarifique algumas das medidas já apresentadas de apoio às empresas e que tenha a coragem de impor o encerramento de todos os espaços de restauração.


13h00 - Pandemia levou a redução drástica da poluição na China e em Itália

É um benefício não intencional e até inesperado provocado indiretamente pelo novo coronavírus em alguns dos países mais afetados. As imagens de satélite mostram uma forte redução nos níveis de poluição na China entre janeiro e fevereiro. O mesmo acontece na Europa, sobretudo no norte de Itália, desde que foi decretada a quarentena.




12h58 - Contra-análise de Jorge Jesus foi inconclusiva e obriga a novo teste

A contra-análise ao novo coronavírus realizada pelo treinador português Jorge Jesus, técnico do Flamengo, foi inconclusiva, um dia depois de acusado positivo fraco, revelou hoje o campeão brasileiro e sul-americano de futebol.

"O Flamengo informa que a contra-análise realizada pelo técnico Jorge Jesus trouxe resultado inconclusivo para a Covid-19. Por recomendação do laboratório responsável, o treinador fará nova colheita na manhã desta terça-feira. O resultado sairá entre 24 e 48 horas", lê-se na conta oficial do clube na rede social Instagram.


12h55 - Endesa suspende cortes de luz e gás por falta de pagamento

A Endesa anunciou hoje a suspensão de todos os cortes de luz e gás programados devido à falta de pagamento, dadas as dificuldades que os clientes possam ter no cumprimento das obrigações, devido aos efeitos do Covid-19.

"Perante as dificuldades que podem surgir nos próximos dias para o pagamento normal das faturas, a Endesa decidiu suspender todos os cortes de fornecimento de luz e gás programados devido à falta de pagamento", divulgou a empresa de distribuição de energia, em comunicado.


12h53 - Encerradas 80% das 600 lojas da cidade de Viana do Castelo

Cerca de 80 por cento das 600 lojas comerciais instaladas na área urbana de Viana do Castelo fecharam portas por causa da pandemia de Covid-19, informou hoje o presidente da Associação Empresarial (AEVC), citado pela Lusa.

12h52 - Cinema City encerra hoje as 46 salas no país

A empresa NLC -- Cinema City, a terceira maior exibidora em Portugal, vai encerrar hoje as 46 salas de cinema e por tempo indeterminado, no âmbito da contenção da pandemia da doença Covid-19, foi hoje anunciado.

A exibidora fechará temporariamente as salas de cinema que detém em Lisboa, Sintra, Amadora, Setúbal e Leiria.

"Face à evolução da situação, o encerramento é a atitude mais adequada, numa fase em que o isolamento social é imprescindível para travar a atual situação que o país vive", refere a exibidora.

Segundo o Instituto do Cinema e Audiovisual, a NLC -- Cinema City é a terceira maior exibidora em Portugal, com 46 salas de cinema repartidas por seis recintos, com um total de 6.648 lugares.


12h51 - Área Metropolitana de Lisboa cria central de gestão de produtos

Os municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML) decidiram hoje reforçar a rede de comunicações e criar uma central de gestão de produtos, equipamentos e recursos críticos para melhorar a resposta à proliferação da Covid-19.


12h49 - Lourinhã prepara camas para doentes menos graves

A Câmara da Lourinhã, no distrito de Lisboa, ativou o Plano Municipal de Emergência e tem 45 camas na Casa do Oeste prontas a receber doentes menos graves infetados pelo novo coronavírus, foi hoje anunciado.

"O município da Lourinhã já articulou a disponibilidade imediata de 45 camas na Casa do Oeste, freguesia de Ribamar, para doentes menos graves, sendo este procedimento replicado por recintos semelhantes, caso venha a surgir essa necessidade", é referido em comunicado.

No âmbito do Plano Municipal de Emergência, a autarquia tem prevista a possibilidade de utilizar pavilhões e recintos das associações do concelho para assegurarem serviços de retaguarda e suporte logístico à situação pandémica.


12h43 - UEFA adia Campeonato Europeu de Futebol para 2021

O Campeonato da Europa vai ser adiado para 2021 após decisão saída da reunião desta terça-feira da UEFA. A informação começou por ser avançada pela rádio espanhola 'Cadena Ser' e foi entretanto confirmada pela Federação Norueguesa de Futebol.

"A UEFA decidiu adiar o Euro para 2021. Será disputado de 11 de junho a 11 de julho do próximo ano", referem os noruegueses no Twitter.



12h40 - Millennium bcp isenta comerciantes de comissões nos pagamentos com multibanco

O Millennium bcp anunciou hoje que vai lançar medidas de apoio aos comerciantes, numa "fase crítica de diminuição da atividade económica" devido à pandemia de Covid-19, como a isenção do pagamento de comissões nos pagamentos com multibanco.

"O Millennium bcp vai eliminar a comissão mínima aplicada nas transações realizadas nos TPA (Terminais de Pagamento Automático) através da Rede Multibanco. Esta medida incentivará os comerciantes a aceitarem mais transações multibanco, nomeadamente de baixos montantes, reduzindo assim o manuseamento de moeda física", informou a entidade bancária, em comunicado.

O banco diz ainda que vai suspender a cobrança da mensalidade do TPA para comerciantes que encerrem a atividade por dificuldades temporárias, bem como a cobrança da taxa de taxa de serviço ao comerciante por aceitação de pagamentos por MBWay, "por forma a permitir o pagamento com a simples utilização do telemóvel do cliente e para procurar evitar o manuseamento de moeda física".

Estas medidas, esclarece, vão ser lançadas "nos próximos dias" e aplicadas por um período de três meses, até 30 de junho.


12h37 - Segurança Interna israelita vai recolher dados sobre os cidadãos

Israel autorizou hoje o serviço de segurança interna a recolher "imediatamente" dados sobre os cidadãos, numa medida de emergência para lutar contra a propagação do coronavírus, indicou hoje o Shin Beth.

O primeiro-ministro cessante, Benjamin Netanyahu, que propôs a medida no sábado, declarou na segunda-feira à noite que aprovaria "regras de emergência que permitirão a utilização de tecnologia digital na guerra contra o coronavírus", depois de uma comissão parlamentar ter adiado a votação da questão.

O governo "autorizou o Shin Beth a utilizar a sua tecnologia avançada ao serviço do esforço nacional", referiu hoje o serviço de segurança interna israelita num comunicado.

A medida tem efeito "imediato", precisou um porta-voz do Shin Beth à agência France-Presse.


12h26 - Cabo Verde declara contingência e interdita voos de Portugal e países europeus

O primeiro-ministro cabo-verdiano anunciou hoje a interdição dos aeroportos de Cabo Verde, a partir de quarta-feira, a todos os voos provenientes de Portugal e restantes países europeus afetados pela pandemia de Covid-19, declarando a situação de contingência.


12h13 - Austrália recomenda aos seus cidadãos no estrangeiro que regressem

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano recomendou esta terça-feira aos seus cidadãos no estrangeiro que considerem regressar a casa dada a incerteza provocada por restrições relacionadas com a Covid-19.

"Aconselhamos todos os australianos a que reconsiderem a necessidade de viajar", refere um novo alerta emitido hoje pelo Governo.

"Se já estão no estrangeiro e querem regressar, recomendamos que o façam o mais rapidamente possível por rotas comerciais", afirmou.


12h05 - Confirmados 448 casos de infeção em Portugal

De acordo com o novo balanço da Direção-Geral de Saúde, o número de infetados em Portugal subiu para os 448, mais 117 casos nas últimas 24 horas.

De acordo com o boletim sobre a situação epidemiológica em Portugal, divulgado hoje às 12h00, há 4.030 casos suspeitos (mais 1.122), dos quais 323 (eram 374) aguardam resultado laboratorial.

Dos infetados, há 206 pessoas internadas e, destas, 17 estão nos cuidados intensivos.

Segundo a DGS, há três casos recuperados.

A região Norte é aquela que regista o maior número de casos confirmados (196), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (180), da região Centro (51) e do Algarve (14). Há um caso nos Açores.

O boletim da DGS indica que não há casos na Madeira nem no Alentejo, mas, entretanto, as autoridades madeirenses já confirmaram a existência de um caso no arquipélago.


12h02 - Governo alemão disponibiliza até 50 milhões de euros para repatriar nacionais

O Governo alemão anunciou hoje que disponibilizará até 50 milhões de euros para repatriar os milhares de turistas alemães que estão retidos nos seus destinos de férias no estrangeiro devido à pandemia de Covid-19.

Numa conferência de imprensa, o chefe da diplomacia alemã, Heiko Maas, enfatizou que seu ministério precisa fazer "todo o possível" para facilitar o retorno de turistas retidos.


12h00 - Facebook focado em limitar desinformação e conteúdo nocivo na rede social

O Facebook está focado em três áreas principais no que respeita ao combate ao novo coronavírus, nomeadamente limitar a desinformação e o conteúdo nocivo na rede social, anunciou hoje a empresa.


11h50 - França anuncia ajuda de 45 mil milhões de euros para trabalhadores e empresas

O ministro da Economia francês, Bruno le Maire, anunciou hoje que vão ser canalizados 45 mil milhões de euros para trabalhadores e empresas e que se prevê a retração do PIB em cerca de um por cento.


11h48 - Disponibilizadas 41 pousadas aos profissionais de saúde e de segurança

O Governo disponibilizou 41 pousadas da juventude no continente para acolher os profissionais de saúde e das forças de segurança, correspondendo a mais de 3.500 camas.

Em comunicado, o Ministério da Educação, que tutela as áreas da Juventude e do Desporto, adianta também que o Instituto Português do Desporto e Juventude já disponibilizou dois dos Centros de Medicina Desportiva - o Centro de Medicina Desportiva de Lisboa e o Centro de Medicina do Porto - com equipamento e material que ficarão ao dispor dos profissionais de saúde.

As pousadas da juventude e os centros de medicina desportiva vão estar disponíveis durante este período de situação epidemiológica causada pela Covid-19.


11h45 -Governo japonês reitera Jogos Olímpicos nas datas previstas e de forma plena

O governo japonês reiterou hoje que tem a intenção de organizar os Jogos Olímpicos nas datas previstas, entre 24 de julho e 09 de agosto, e de "uma forma completa", aludindo à presença de público nos recintos.

Esta foi a vontade demonstrada pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, ao explicar a conversa que teve durante a noite com os outros líderes do G7, sustentadas, nessa ocasião, por testemunhos e garantias de outros ministros do executivo nipónico.

Em declarações aos jornalistas, Abe disse que teve a aprovação dos outros líderes do G7 para a realização da competição olímpica de "uma forma completa", considerando que isso vai permitir ao mundo "superar" o impacto da pandemia de Covid-19.



11h28 - Infeciologista diz que "a epidemia de coronavírus era evitável"

Oriol Mitjà, que lidera uma investigação para parar a transmissão do novo coronavírus, considera que o avanço da epidemia era evitável e acusa as autoridades espanholas de negligência e de falharem as previsões epidemiológicas na gestão da crise. "O país está na unidade de cuidados intensivos. Há que mudar o médico que o atendeu antes que não haja outra solução", defende Mitjà.




11h16 - Governo da Madeira anuncia primeiro caso de infeção

O Governo Regional da Madeira anunciou esta manhã o primeiro caso de Covid-19 na região, indicando que se trata de uma cidadã holandesa que se encontrava de férias na ilha.
"O caso positivo foi detetado numa cidadã holandesa que entrou na região no dia 12 de março", disse o presidente do executuvo, Miguel Albuquerque.


11h15 - Juntas de freguesia avançam com apoio aos mais vulneráveis

Em tempos de combate ao novo coronavírus o apoio de proximidade das Juntas de freguesia estão a avançar com ajudas em especial para os mais vulneráveis.

Apoio alimentar, medicamentos ou de aconselhamento e conforto são algumas das áreas. Procura-se perceber o que a população precisa para se ajudar.
A prioridade é para as pessoas que não podem sair de casa, em especial com mais de 65 anos, as que estão em quarentena decretada por autoridades de Saúde e pessoas com doenças cronicas.

11h11 - Fábrica da Bosch mantém atividade apesar dos protestos dos trabalhadores

A fábrica da Bosch, em Braga, vai continuar em atividade apesar dos protestos dos trabalhadores. Já a PSA de Mangualde, do grupo Peugeot-Citroen, vai cumprir esta terça-feira o último dia de trabalho.

Foi confirmado um caso de Covid-19, este fim de semana, e, através das redes sociais.
Os funcionários exigem o encerramento das linhas de produção, numa unidade que emprega mais de quatro mil pessoas.

Os trabalhadores da Bosch pretendem a suspensão da actividade, na fábrica de Braga, devido aos riscos de contágio do novo vírus da pneumonia.

Já a Volkswagen anunciou esta manhã que vai suspender o fabrico de automóveis na maioria dos países europeus.

A gigante alemã não refere quais as fábricas que vão parar, mas adianta que o último turno será realizado na próxima sexta-feira.

Para hoje, é esperado um comunicado por parte da AutoEuropa, a esclarecer o futuro próximo da unidade de Palmela, depois de grande parte dos trabalhadores ter pedido para ficar em casa, devido aos riscos de contágio do novo coronavírus.


11h09 - Funerárias não estão a conseguir comprar equipamentos individuais de proteção

As agências funerárias alertam que as empresas desta área não estão a conseguir comprar equipamentos individuais de proteção.

Depois de pedidos insistentes, por parte das funerárias, a Direcção-Geral de Saúde emitiu uma norma sobre os cuidados a ter com cadáveres de vítimas de Covid-19.
Dado o potencial de contágio, a DGS recomenda a cremação dos corpos e determina ainda que, em caso de enterro, o caixão não seja aberto.

Ouvido há instantes pela Antena 1, o presidente da Associação dos Agentes Funerários de Portugal, Vitor Teixeira, diz que é impossível adquirir máscaras em número suficiente.


11h06 - Voltou a haver fronteira com Espanha

O Governo decidiu também suspender as ligações aéreas, ferroviárias e fluviais com Espanha. A medida aplica-se pelo menos até 15 de abril. No entanto, são permitidas viagens para receber cuidados de saúde.
E é também autorizada a saída de cidadãos estrangeiros.

Há ainda uma exceção para o transporte de mercadorias.


11h05 - António Costa pondera decretar estado de calamidade

O primeiro-ministro afirma que o Estado de Emergência é muito grave e insiste na ideia de decretar antes o estado de calamidade. Em entrevista à SIC, António Costa diz que Portugal tem um quadro jurídico que permite ir escalando as medidas.



11h03 - António Costa insta banca a cumprir com responsabilidade social

O primeiro-ministro disse em entrevista à SIC que está a ser preparado um pacote de medidas de apoio à economia. António Costa desafia agora os bancos que receberam ajuda em 2008 a assumir a responsabilidade social que têm.



10h39 - Hotel na Madeira com 121 hóspedes em quarentena

Há um caso confirmado de Covid-19 na Madeira. Primeira análise realizada a uma turista holandesa deu positiva.

Uma turista holandesa de férias na Madeira poderá ser a primeira infetada com coronavírus nesta região, avança o Diário Notícias da Madeira.

A primeira análise deu positiva, no entanto ainda é necessário esperar pela contraprova feita no Instituto Ricardo Jorge.

A turista estava hospedada na Quinta do Sol, no Funchal. E, neste momento, a polícia está a impedir entradas e saídas do hotel, sendo que nesta altura muitos dos hóspedes estão nas varandas à espera de novidades.

Os 121 hóspedes estão todos confinados aos quartos, de quarentena, neste momento.


10h30 - Pandemia já matou 7.093 pessoas e infetou mais de 180 mil

O novo balanço da Agência France-Press (AFP), divulgado esta manhã, indica que, desde dezembro, o novo coronavírus já infetou mais de 180 mil pessoas e matou 7063.de hoje.

A AFP refere que foram registadas contaminações em 145 países e territórios.

Desde o último balanço, às 17h00 de segunda-feira, foram registadas 56 novas mortes e 4.569 casos registados em todo o mundo.

Os países mais afetados depois da China são Itália, com 2.158 mortes para 27.980 casos, o Irão com 853 mortes (14.991 casos), Espanha com 309 mortes (9.191 casos) e França com 148 mortes (6.633 casos).

Desde as 17h00 de segunda-feira, a República Dominicana anunciou a primeira morte relacionada a vírus.

A Ásia totalizou 92.601 casos (3.360 mortes), Europa 63.941 casos (2.738 mortes), Médio Oriente Médio 16.594 casos (869 mortes), Estados Unidos e Canadá 5.085 casos (73 mortes), América Latina e Caraíbas 990 casos (oito mortes), Oceânia 450 casos (cinco mortes) e África 435 casos (10 mortes).


10h27 - Autoeuropa suspende produção

A Autoeuropa vai suspender todos os turnos de produção de automóveis na fábrica de Palmela até ao dia 29 de março, com efeito imediato.



10h25 - Hipermercado da Feira cria horário especial para médicos e Proteção Civil

O hipermercado E. Leclerc de Santa Maria da Feira vai criar um horário de funcionamento específico para profissionais de saúde, bombeiros e forças de segurança, de forma a que possam evitar o contacto com outros clientes.

A medida também está a ser implementada nos hipermercados da marca em Famalicão e no Entroncamento.

"Face ao atual estado de emergência, o E. Leclerc de Santa Maria da Feira não pode ficar indiferente para com aqueles que dão tudo em prol da nossa segurança", disse fonte da administração desse espaço.

O hipermercado passa, por isso, a abrir todos os dias das 07h00 às 08h45 em específico para profissionais de saúde, bombeiros e agentes policiais na posse do devido "comprovativo" de funções, para que estes possam "efetuar compras sem qualquer contacto com o restante público", que só será admitido no estabelecimento a partir das 09h00.


10h21 - Hong Kong impõe quarentena a quase todos visitantes

Hong Kong vai impor uma quarentena a todos os visitantes que entrem na cidade, a partir de quinta-feira, para prevenir a propagação do novo coronavírus, anunciou hoje em conferência de imprensa a chefe do Governo local.

Nas últimas duas semanas, a região administrativa especial chinesa registou 57 novos casos, dos quais 50 foram identificados em pessoas provenientes de outros países, disse Carrie Lam.

"Se excluirmos estes casos importados, temos apenas sete casos (de contágio) locais na última semana", salientou a responsável.

A medida será aplicada a residentes e não residentes em Hong Kong, sendo que os primeiros poderão fazer a quarentena em casa.


10h16 - Associação de Hotelaria e Restauração pede ao Governo uma linha de apoio

A Associação de Hotelaria e Restauração pede ao Governo que lance uma linha de apoio à tesouraria de 1.00 euros/mês por trabalhador, que ajuste o processo de 'lay-off' e diz que as empresas vivem uma das maiores crises de sempre.


10h12 - Cerca de 40 portugueses retidos na Argentina

Cerca de 40 portugueses estão retidos na Argentina, país que já fechou as fronteiras a estrangeiros e proibiu os voos para a Europa devido à Covid-19, disse hoje à Lusa o embaixador de Portugal em Buenos Aires.

"Temos um grupo perto de 40 pessoas para as quais estamos a tentar tudo para pô-los em Portugal. São dez portugueses que já estão cá em Buenos Aires à espera de uma saída. Estão muito tranquilos. Depois, há um grupo de 30 portugueses em Ushuaia que está um bocadinho nervoso e que, neste momento, merece mais atenção. Precisamos ver como conseguimos que saiam daqui", descreveu João Ribeiro de Almeida.

A apreensão do grupo de portugueses em Ushuaia aumentou nas últimas horas depois de o governo da província da Terra do Fogo ter anunciado uma quarentena geral que suspende, até 31 de março, toda a atividade pública e privada, industrial, comercial, recreativa e turística. Todos os turistas tentam agora abandonar a ilha.


10h09 - Casos confirmados obrigam a encerrar urgência pediátrica de Aveiro

Está fechada por tempo indeterminado a urgência pediátrica do hospital de Aveiro. Foram detetados dois casos positivos de Covid-19 entre quem trabalha nesta unidade.
Está já a ser feito um rastreio a todos os profissionais que na urgência de pediatria de Aveiro.

A presidente do conselho de administração do centro hospitalar do Baixo Vouga, Margarida França, diz foi essencialmente uma medida de prevenção.


9h57 - Airbus anuncia suspensão temporária da produção em França e Espanha

A Airbus anunciou hoje a "suspensão temporária" da sua produção por quatro dias em França e em Espanha, com o objetivo de estabelecer "condições estritas" de segurança para garantir a saúde dos funcionários diante da epidemia de Covid-19.

"Isso deixará tempo suficiente para implementar" medidas de higiene, distanciamento e limpeza para garantir a segurança e a saúde dos funcionários", acrescentou o grupo de aviação num comunicado, acrescentando que o trabalho a partir de casa será maximizado.

Essas medidas fazem parte do programa de contenção decretadas pelos Governos espanhol e francês na tentativa de conter a epidemia.

9h50 - Ordem alerta que 20 por cento dos infetados são médicos

A Ordem dos Médicos avisa que a falta de equipamentos de proteção para os profissionais da área da Saúde está a ser "o calcanhar de Aquiles" no combate ao novo coronavírus.br />



A Ordem dos Médicos denuncia que há muitas unidades de saúde que não estão a cumprir as regras mínimas de proteção individual e coletiva, o que pode tornar a situação "crítica e instável".



9h45 - "Há suficiente produção de leite" em Portugal

A APROLEP - Associação de Produtores de Leite de Portugal garantiu que "há suficiente produção de leite" no país para encarar as contingências provocadas pela Covid-19, assegurando que os agricultores estão a "trabalhar normalmente".

"Temos suficiente produção de leite para Portugal. Não há motivos para preocupações. Apesar de algumas questões pontuais, estamos a trabalhar normalmente e temos suficiente alimento armazenado para os animais", disse Carlos Neves, secretário-geral do organismo.

O dirigente admitiu alguns "constrangimentos" na aquisição de materiais necessários para a operacionalidade das explorações e no fornecimento de rações que complementem a alimentação dos animais, mas garantiu que, por enquanto, "tudo tem funcionado sem problemas".


9h38 - Nasceu primeiro bebé de mãe infetada em Portugal

Nasceu, esta noite, no Hospital de São João, no Porto, o primeiro bebé de uma grávida infetada com covid-19. A mãe está internada com manifestações leves da doença há cerca de uma semana.



O bebé não apresenta qualquer sintoma e é dado como clinicamente saudável, sem necessidade de qualquer cuidado médico.
A equipa médica que acompanha o caso está entretanto a realizar testes de despiste para afastar qualquer hipótese de infeção do recém-nascido.


9h32 - Portugueses que queiram sair de Timor devem fazê-lo "rapidamente"

Os portugueses que estejam a considerar sair de Timor-Leste e regressar a Portugal devem fazê-lo "o mais rapidamente possível" para evitar problemas dadas as crescentes restrições em vários países, disse o embaixador em Díli.

"O que recomendamos é que quem pense ir para Portugal que vá o mais rapidamente possível", disse o embaixador de Portugal em Díli, José Pedro Machado Vieira, citado pela agência Lusa.

"É o conselho, a recomendação que fazemos. Se pensa sair, faça-o o mais rapidamente possível", reiterou.

Machado Vieira lembrou que não há ainda qualquer restrição fronteiriça em Timor-Leste, nem um caso confirmado de Covid-19, mas que a situação é outra em vários países.


9h26 - Santa Casa suspende temporariamente concursos do Totobola

Na sequência da interrupção por tempo indeterminado das 1.ª e 2.ª Ligas portuguesas de futebol, bem como das ligas de outros países, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa suspendeu temporariamente os concursos do Totobola.

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa esclarece, num comunicado, que a realização dos concursos será restabelecida assim que existir oficialmente um novo calendário das competições de futebol.


9h24 - Governo de Macau anuncia fecho de fronteiras para quase todos

O Governo de Macau anunciou que, a partir das 00h00 de quarta-feira, só vai permitir a entrada dos residentes do território, da China continental, Hong Kong e Taiwan e dos trabalhadores não residentes de Macau.


9h22- UEFA discute Euro2020 e solução para os campeonatos

A UEFA vai reunir esta terça-feira com as suas 55 federações e com representantes de clubes, ligas e jogadores para discutir as medidas a tomar devido ao surto do Covid-19, que parou o futebol na Europa.

Em Nyon, na Suíça, através de videoconferência, vai estar em cima da 'mesa' o possível adiamento do Euro2020 e soluções para os campeonatos e competições europeias, que abruptamente foram interrompidos durante o mês de março.


9h15 - Jorge Jesus teve teste positivo mas sente-se "normal"

O treinador do Flamengo, o português Jorge Jesus, confirmou que o teste realizado à Covid-19 "deu positivo" e que vai ficar de quarentena, embora ressalvando sentir-se "uma pessoa completamente normal, sem sintomas nenhuns".

"É verdade que o meu teste deu positivo, mas também é verdade que me sinto normal. Hoje, sinto-me exatamente como me sentia há um mês, há um ano, há dois, três ou quatro. Sinto-me uma pessoa completamente normal, não vejo sintomas nenhuns, mas é verdade que tive o teste positivo. Vou ficar de quarentena", revelou o técnico, através de um vídeo divulgado na rede social Instagram.



9h10 - Portugueses 'aflitos' e 'desesperados' retidos nas Filipinas

Pelo menos cem portugueses estão retidos nas Filipinas, "aflitos" e "desesperados", sem conseguirem regressar a Portugal, disseram vários membros do grupo citados pela Lusa.

"Neste grupo (em Cebu) estão mais de 40 portugueses", mas, espalhados pelas Filipinas, "segundo a última contagem, eram sensivelmente 120", porque "há muita gente que está retida em ilhas", explicou Emanuel Mosca.

"Há pessoas desesperadas, já vi pessoas a chorar e quer tudo voltar para o país", acrescentou, junto do Aeroporto Internacional de Cebu.

"Criaram uma linha de apoio de Portugal, à qual variadíssimas pessoas acederam e não tiveram informação ou resposta nenhuma por parte das autoridades. (...) Nós temos tido um acompanhamento e agradecemos por isso, um acompanhamento por parte do cônsul português de Jacarta, que nos tem fornecido algumas informações diariamente", frisou, para esclarecer que o diplomata "tem sido incansável nesse aspeto, mas (...) o que ele tem feito, talvez porque não tenha grandes poderes, grandes meios para fazer melhor, (...) foi apenas fornecer-nos informações".

Ou seja, "soluções não temos nenhuma até agora", resumiu.

"Já não sabemos de nada, estamos realmente aflitos"
, concluiu Emanuel Mosca.

Nas Filipinas há a registar 142 casos e 12 mortos devido ao surto de Covid-19. O país adotou desde domingo e durante um mês uma série de medidas restritivas, em especial de entrada e saída na capital, Manila, com várias companhias aéreas a cancelarem os voos.


8h59 - Macau regista segundo caso importado em 24 horas

Macau registou hoje um novo caso importado de infeção pelo novo coronavírus, o segundo em 24 horas, informaram as autoridades em comunicado.

"O diagnóstico foi efetuado a um homem de 47 anos de idade, cidadão espanhol, que se deslocou a Macau para fazer negócios e não sentia nenhum desconforto", indicou a mesma nota do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

A informação foi divulgada no dia em que entrou em vigor a quarentena de 14 dias a todos aqueles que entrem no território, à exceção das pessoas que cheguem China continental, Taiwan e Hong Kong.


8h30 - Estado de emergência e primeira vítima

O Presidente da República marcou para esta quarta-feira um Conselho de Estado que deverá discutir a possibilidade de decretar o Estado de Emergência. O primeiro-ministro António Costa veio entretanto alertar que se trataria de uma situação muito sensível e que os portugueses não terão ideia do que representaria uma decisão nesse sentido.

Portugal tem "1.142 ventiladores" mas "não estão todos disponíveis"
António Costa, garantiu ontem à noite que Portugal ainda não teve "nenhuma carência" de ventiladores e que conta atualmente com "1.142" equipamentos. No entanto, ressalvou que "não estão todos disponíveis" para a pandemia de Covid-19 porque há outras necessidades.

"Nós temos, fora blocos operatórios de urgência, fora unidades de queimados, 1.142 ventiladores para adultos. Claro que não estão todos disponíveis porque há muitas pessoas que estão internadas e que estão a ser ventiladas, ou que foram operadas, ou porque estão com uma pneumonia normal", disse António Costa em entrevista à SIC.

O primeiro-ministro garantiu que Portugal não tem "nenhuma carência de ventiladores", mas justificou que está a ser feito um reforço "na previsão do pior dos cenários", e porque se vive "uma situação anormal".

Na entrevista, o primeiro-ministro disse também que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem "dois milhões de máscaras de reserva estratégica", para responder às necessidades, e indicou que o Estado está a "adquirir quer máscaras, quer material de desinfeção, quer ventiladores, e a fazer a gestão destes recursos".

"Temos procurado estar a ir reforçando as capacidades que temos para prever o pior que ainda possa vir a seguir", defendeu.

Costa referiu que "o que está previsto neste momento no estudo epidemiológico é que o pico desta pandemia em Portugal continue a crescer até finais de abril", e que "só então aí entrará numa função descendente e que nunca terminará antes do final de maio".

"Por isso é que estamos a falar de vários meses, nós temos de reforçar os recursos para o caso de haver um aumento anormal para além daquilo que está previsto", reforçou.
Ligações aéreas e ferroviárias suspensas e controlo da fronteira terrestre entre Portugal e Espanha
"Decidimos, visando cooperar no combate à pandemia Covid-19, estabelecer mecanismos de reposição do controlo de fronteiras nas fronteiras entre Portugal e Espanha", anunciou na segunda-feira o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Por essa razão, as fronteiras terrestres entre os dois países serão "a partir das 23h00" de segunda-feira controladas em Portugal.

Nos nove postos fronteiriços entre Portugal e Espanha apenas poderão circular transportes de mercadorias, de cidadãos nacionais ou de residentes em Portugal ou em Espanha que se dirijam às suas casas, assim como deslocações profissionais.

"Todas as deslocações que não sejam de mercadorias ou de trabalho estão, a partir desta noite, impedidas", nomeadamente circulações turísticas ou de lazer, explicou o ministro.

"Foi igualmente decidido que seria suspenso o tráfego aéreo entre os dois países a partir do final do dia de hoje", assim como as ligações ferroviárias.
Os números em Portugal

Foram confirmados, na segunda-feira, 331 casos de infeção e uma morte em Portugal devido ao Covid-19.

No norte do país, contam-se agora 138 infetados. Regsitam-se 31 na região centro.

A região de Lisboa e Vale do Tejo é aquela que tem mais doentes: são 142.

Há ainda 13 casos no Algarve. E está também confirmado o primeiro caso nos Açores.

O Alentejo e a Região Autónoma da Madeira são agora as únicas regiões sem casos registados pela Direção-Geral da Saúde.
Quadro global
O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já causou mais de 7100 mortes em todo o mundo.

O número de infetados acerca-se de 180 mil, com casos registados em pelo menos 155 países e territórios, incluindo Portugal. Do total de infetados, mais de 79 mil recuperaram.

O epicentro da pandemia provocada pelo SARS-CoV-2 deslocou-se da China para a Europa, onde se situa o segundo caso mais grave, Itália, que anunciou na segunda-feira 2158 casos mortais, e mais de 27 mil casos de infeção.