CDS quer repor Estatuto de Aposentação dos Deficientes das Forças Armadas

por RTP

Assunção Cristas quer repor o Estatuto de Aposentação dos deficientes das Forças Armadas como estava antes de 2009. A líder do CDS diz que é uma questão de justiça e valorização do que fizeram milhares de pessoas.

Cristas acrescenta que tal alteração depende apenas de vontade política, uma vez que os custos não são incomportáveis.

A presidente do CDS visitou esta manhã, a Associação dos Deficientes das Forças Armadas, em Lisboa.

Assunção Cristas defende a contagem do tempo de serviço em cenários de risco e uma maior consideração de lesões e deficiências sofridas em contexto de guerra.