A primeira "selfie" de Kim Jong-un

| Mundo

|

Kim Jong-un apareceu naquela que será a primeira selfie do líder da Coreia do Norte. O momento foi captado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros de Singapura, Vivian Balarishnan. A fotografia foi tirada horas antes da cimeira histórica com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Kim Jong-un passou a maior parte do dia longe da vista do público. Não deixou, no entanto, de aproveitar a viagem para um passeio noturno, durante o qual visitou algumas das atrações turísticas populares da cidade-estado. 


O líder da Coreia do Norte passou pela zona do luxuoso resort de Marina Bay Sands, onde há centros comerciais, bares, restaurantes e casinos. Já durante uma visita aos Jardins da Baía, que possuí a maior estufa de vidro do mundo, o líder norte-coreano posou para o que se acredita ser a sua primeira selfie pública. 

A fotografia foi partilhada nas redes sociais do ministro de Negócios Estrangeiros de Singapura, Vivian Balarishnanm, à esquerda na imagem.
Vivian Balakrishnan

Jalanjalan #guesswhere?

O ministro de Educação da Singapura, Ong Ye Kung, à direita, também publicou uma selfie com Kim Jong-un, que divulgou depois no Facebook.
Ong Ye Kung

Guess where? Honored to be able to show Singapore to our special guest.

Kim Jong-un encontrou-se com Donald Trump nesta terça-feira para discutir o futuro do programa nuclear e as relações com os Estados Unidos da América. Este foi o primeiro encontro entre um presidente dos EUA e um líder norte-coreano desde o final da Guerra da Coreia (1950-53).

Tópicos:

Cimeira, Kim Jong-un, Vivian Balakrishnan, Coreia do norte,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana depois de as chamas deflagrarem em Monchique, a Proteção Civil deu o incêndio como dominado e em fase de resolução. Portugal volta a ser o país com mais área ardida na Europa.

    Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

      É um desejo antigo do Homem poder tocar as estrelas. Um feito que parece ser agora "quase" alcançável através da missão espacial solar Parker.

        Entre as 21h00 de domingo e as 8h00 de segunda-feira, o mundo viu uma chuva de Perseidas, espetáculo habitual em agosto. Nos locais mais remotos, foi possível admirar melhor o fenómeno.