Última Hora
Euro2024. Portugal sofre mais vence Chéquia por 2-1

Imagens satélite sugerem desmantelamento da base Wagner perto de Minsk

por RTP
Base militar Tsel na Bielorrússia, imagem obtida via satélite Planet Labs - Reuters

Imagens de uma base militar a sul da capital da Bielorrússia, obtidas através de satélite, parecem mostrar o desmantelamento de tendas nas últimas semanas, num local onde as forças mercenárias russas do grupo Wagner estariam instaladas.

As imagens comparativas da base militar Tsel, na região de Mogilev, foram obtidas, respetivamente, a 25 de julho, 25 de agosto e 9 de setembro, tendo sido disponibilizadas pela empresa Planet Labs. Parecem indicar o desmantelamento gradual do campo.
Três imagens da base Tsel na Bielorrússia obtidas em julho, agosto e e setembro de 2023 pela Foto Labs via Reuters
A agência Reuters, que divulgou a informação, não pôde verificar a natureza das alterações na base.

A serem verídicas as alegações, poderá estar em curso a desmoblização da companhia mercenária russa, após a morte, no passado dia 23 de agosto, dos seus dois principais líderes, entre eles Evgueny Prigozhin, na queda da aeronave privada em que viajam, num incidente ainda sob investigação.

Em junho, o grupo Wagner, sob liderança de Prigozhin, amotinou-se e abandonou as suas posições na Ucrânia, ao fim de vários meses de críticas contundentes à liderança militar do Kremlin, entrando em território russo. Em poucas horas ameaçou Moscovo.

O Presidente russo, Vladimir Putin, condenou o motim, que considerou uma "traição", mas acabou por concordar com a proposta do líder e aliado bielorrusso, o Presidente Alexander Lukashenko, de transferir o grupo Wagner para o território vizinho.

Prigozhin aceitou a proposta e semanas depois parte do grupo de mercenários Wagner tinha-se instalado perto de Minsk, numa base militar até então desativada.

com agências
pub