Paraguai inaugura nova embaixada em Jerusalém

| Mundo

|

O Presidente do Paraguai, Horacio Cartes, inaugurou hoje a embaixada paraguaia em Jerusalém, tornando-se o terceiro país a mudar a sua representação diplomática de Telavive, após os Estados Unidos e a Guatemala.

A decisão "concretiza outro acontecimento histórico em nossos vigorosos laços de amizade, pois coincide com a comemoração da criação do Estado de Israel, a qual o meu país acompanhou nas Nações Unidas e que foi decidida há 70 anos", disse Cartes.

"Não sou amigo de posições mornas ou ambíguas", disse Cartes, defendendo a sua decisão de apoiar uma "nação nobre e corajosa", com a qual o Paraguai compartilha "valores e princípios como a democracia, a liberdade, a defesa dos direitos humanos e a tolerância".

Horacio Cartes disse ainda que "admira profundamente" Israel, que "heroicamente defende a sua soberania e integridade, o seu direito de viver em paz, construindo uma nação com exemplar desenvolvimento económico e social, e bem-estar e prosperidade para os seus filhos", recordando "o duro caminho percorrido por milénios por esta nação heroica".

Na cerimónia esteve também presente o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

"Este é um grande dia para Israel, um grande dia para o Paraguai, um grande dia para a nossa amizade", afirmou Netanyahu.

O primeiro-ministro israelita agradeceu ao Presidente paraguaio pela atitude.

"Você fez muito pelo seu país e agora está a fazer muito pelos nossos países. Nós lembramo-nos dos nossos amigos. Obrigado Horacio, obrigado Paraguai", declarou Netanyahu.

O primeiro-ministro israelita lembrou que "o Paraguai ajudou os judeus a escapar da Alemanha nazi".

"Fizeram isso antes do Holocausto, durante o Holocausto e depois do Holocausto, um ato de benevolência e misericórdia que está sempre em nossos corações", acrescentou.

Netanyahu sublinhou que o Paraguai "antes, mas especialmente durante a sua liderança (Cartes)", deu passos corajosos diante da comunidade internacional para se recusar a "acreditar nas mentiras" sobre Israel e apoiar a nação em fóruns internacionais.

O primeiro-ministro israelita prometeu um aumento na cooperação e nas relações, para que "fluam como a água", já que a República do Paraguai tem agora "não só o apoio do Governo, mas também a profunda gratidão do povo de Israel".

A nova embaixada paraguaia está localizada no Parque Tecnológico de Malha, no mesmo prédio onde a Guatemala inaugurou, na última quarta-feira, a sua embaixada.

Após os Estados Unidos e a Guatemala transferirem as suas embaixadas na semana passada, o Paraguai é o terceiro país a oficializar a transferência da sua representação diplomática para Jerusalém.

A decisão de transferir embaixadas de Telavive para Jerusalém está envolta de polémica, uma vez que contraria recomendações proferidas pela ONU em 1980.

A questão de Jerusalém é uma das mais complicadas e delicadas do conflito israelo-palestiniano, um dos mais antigos do mundo.

Israel ocupa Jerusalém oriental desde 1967 e declarou, em 1980, toda a cidade de Jerusalém como a sua capital indivisa. Os palestinianos querem fazer de Jerusalém oriental a capital de um desejado Estado palestiniano, coexistente em paz com Israel.

Jerusalém é considerada uma cidade santa para cristãos, judeus e muçulmanos.

Tópicos:

Alemanha, Guatemala, ONU, Paraguai, Tecnológico, Telavive,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.