João Fernando Ramos

João Fernando Ramos

Opiniões mais Recentes

Somos todos responsáveis pelo que aconteceu este ano na nossa floresta.

    A Catalunha levantou os braços, abriu o sorriso, mas, uns segundos depois, percebeu que a independência não seria coisa ainda para agora. Os rostos daquela multidão que seguia o discurso de Carles Puigdemont resumem em pleno estes dias.

      Estou desde segunda-feira na Catalunha profunda, tendo percorrido aldeias e vilas nas montanhas e passado pelos grandes centros urbanos nos treinos do Rali da Catalunha. Fiquei surpreendido com a dimensão do movimento pela liberdade, que ultrapassa a importante questão da independência.

        Olhamos agora para o Curdistão, como terra longínqua, sem querer perceber quem lá vive, pelo que passaram e a importância que tiveram na guerra ao estado islâmico.

          Está a instalada a polémica na Proteção Civil por causa da forma como alguns dos comandantes conseguiram a obrigatória licenciatura para acederem ao lugar. Defendo sempre a transparência e acho uma vergonha inqualificável alguém recorrer a formas menos claras para obter um grau académico, que ...

            Começo por voz dizer que me dá uma tremenda volta ao estômago só de pensar que os dinheiros e a ajuda dos portugueses para as vítimas dos incêndios não esteja a ser entregue a quem o destinámos. Não tenho nenhum dado que aponte para qualquer irregularidade, bem pelo contrário.

              Vivemos dias de muitos estímulos na comunicação, com as redes sociais a terem um papel muito ativo, permitindo a todos ter pelo menos a noção de que têm voz e opinião. Nos jornais em papel o espaço de opinião é alargado, nas televisões há mil e um comentários e comentadores sobre tudo, espaços em ...

                Nestas férias rumei a alguns dos mais bonitos pedaços deste país. Vila Viçosa, com uma recuperação irrepreensível do património e os sabores do Alentejo, o castelo de Monsaraz, um dos mais bonitos de um Portugal cheio de turistas, com excelentes acessos, bom estacionamento, grande oferta ...

                  Volto ao tema das florestas e a esta tragédia dos fogos de verão. Agora foi Mação, um concelho que até era considerado modelo na prevenção de incêndios e que realizou um trabalho muito importante com as populações das aldeias, distribuindo material de combate a incêndios e desenvolvendo inúmeros ...

                    Esta é uma semana em que os políticos perceberam que não se pode adiar, nem mais um dia, a reforma da floresta. O documento poderá não ser perfeito, mas aponta uma estratégia clara para se acabar com este braseiro anual que consome milhões de euros e nos levou demasiadas das almas que ainda ...

                      O Porto será a cidade que o país apresenta na candidatura à sede da Agência Europeia do Medicamento. Depois de uma primeira escolha por Lisboa, uma polémica apimentada até pelo candidato do PS à Câmara do Porto que criticou governo socialista, António Costa muda o rumo da decisão e apresenta o ...

                        A região de Pedrógão vai tentando renascer, ainda com o apoio muito presente, as visitas do Presidente e dos governantes, a promessa de um projeto piloto que seja exemplar na nova forma de olhar para a floresta. O país ainda está mobilizado, mas tem que continuar bem atento ao que ali se vai fazer.

                          O debate tem rodado, aceso, à volta dos fogos deste começo de verão, com a procura de culpados, com comunicações que falharam, com os guardas da GNR que não seriam suficientes, mas agora também com a urgência de ordenar a floresta. O entendimento entre o Governo e o Bloco de Esquerda vai ...

                            Os que me conhecem sabem o gosto que tenho pela floresta, onde cresci. O verde da Serra da Lousã, que defendi enquanto jovem e adolescente no trabalho extenuante na pista de combate aéreo e nos bombeiros, faz parte do melhor das minhas memórias e do mais fabuloso do tempo em que consigo andar por ...

                              O debate tem sido feito em lume muito brando. Devemos ou não premiar quem é apanhado numa teia de crime, eventualmente de corrupção, mas que conta quem são os outros envolvidos no mesmo processo ilegal?

                                Estamos num momento de mudanças profundas, com uma aparente facilidade na obtenção de informação em qualquer plataforma. No telefone móvel, no computador, nos ecrãs espalhados pelas cidades, nas televisões, na rádio, nos jornais em papel e online. A oferta continua a crescer, com uma dura seleção ...

                                  Na linguagem destes dias adotamos os “factos alternativos” para sinónimo de mentira. É menos feio dizer assim e até permite outras leituras. Na campanha francesa Marine Le Pen tropeçou na realidade do plágio descarado de um discurso de François Fillon, mas procurou “factos alternativos” para ...

                                    O debate é cíclico, sempre que temos um acidente e damos atenção a todos os outros que continuam a acontecer. Serão os cães o perigo?

                                      Os sinais que chegam de Caracas são tudo menos tranquilizadores. Maduro tenta resistir, limita seriamente a já débil democracia e começou a armar o povo, as milícias que o suportam, num caldo já por si demasiado quente.

                                        Estive agora na República Centro-Africana e percebi ainda melhor a tragédia em que está mergulhada uma boa parte de África.

                                          Bangui alberga praticamente metade da população da República Centro-Africana. O comércio regressa aos poucos, mas muito pouco se produz neste país, e importar, sem estradas nem acesso ao mar, é coisa muito cara e facilmente controlada pelas máfias que crescem sempre nestes cenários.

                                            Os Comandos portugueses estão em ação na força das Nações Unidas que tenta devolver a paz à República Centro-Africana. Este país, onde o Estado não controla sequer a débil capital, tem fronteiras completamente permeáveis a realidades que nos devem preocupar. O crescimento de movimentos militares ...

                                              A RTP e a TV da Galiza estão a estrear uma fantástica serie de época rodada dos dois lados da fronteira, com uma cooperação Portugal Galiza que pode até parecer improvável.

                                                Eu percebo que seja incómodo fazer a mesma pergunta, 21 vezes, à Procuradora Geral da República, mas essa é a pergunta que muitos portugueses fazem nesta altura, mesmo aqueles que não gostam nada de José Sócrates. Afinal quanto tempo se pode manter a suspeição sobre uma pessoa, que foi detida, ...

                                                  Esta semana, pegando nos 60 anos da RTP, desafiámos três professores universitários a alinhar o Jornal 2. A ideia era acrescentar saber, outras visões, juntando o conhecimento da academia com a nossa experiencia diária na busca de novas abordagens para a informação. A experiência foi surpreendente ...

                                                    A justiça entrou na campanha e a palavra dada por François Fillon, afinal, não vai ser honrada.

                                                      Esta semana entrevistei o Ignacio del Valle depois da leitura impressionante de Céus Negros. O livro mergulha na Espanha de Franco, com um olhar puro sobre a miséria e as profundas divisões de um país que ainda vivia com demasiadas feridas de uma diríssima guerra.

                                                        A semana fica marcada pela ameaça de novos conflitos. A Coreia do Norte fez um ensaio com um míssil de longo alcance, ignorando os avisos e as ameaças da ONU e da comunidade internacional.

                                                          Esta semana entrevistei no Jornal 2 os ministros da Defesa de França e Portugal. A conversa foi por estes dias, pelos desafios que nos coloca o terrorismo e para a ameaça que podem significar para países como Portugal, as guerras no Mali e na República Centro Africana, onde estão nesta altura ...

                                                            O jornalismo está a reinventar-se perante os mil e um desafios de um mundo que tem novas formas de comunicar, mas mantém a necessidade de perceber, com verdade, o que está a acontecer. A loucura da ilusão de que se captam audiências no sensacionalismo, uma vertente do populismo reinante, está a ...

                                                              Esta semana estive num debate sobre a gestão das cidades, onde a mudança nas nossas formas de produzir e consumir energia voltaram a ser um dos temas centrais. Portugal tem um belo caminho nas energias renováveis, mas fica sempre a ideia de que é uma opção cara e ainda pouco segura. Será mesmo?

                                                                O Reino Unido já deixou claro o caminho que vai seguir no Brexit, por onde vai traçar a estratégia de uma nova economia global e que parceiros irá ligar numa ponte com os Estados Unidos e as potências asiáticas. A liderança desta Europa parece não ter percebido, deixando ameaças e admitindo um ...