Governo defende que produtividade dos ministros não se mede pelo número de leis assinadas

| Política

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa mostrou-se hoje "satisfeita" quando recebe críticas de que o Diário da República está por vezes "pobre", realçando que a produtividade dos ministros não se mede pelo número de leis assinadas.

"O Diário da República tem as leis que são precisas. A produtividade dos ministros não se mede pelo número de leis que assinam e levam ao Conselho de Ministros, mede-se pelo resultado das suas políticas e cumprimento do seu programa", advogou a governante.

Maria Manuel Leitão Marques falava em Lisboa num almoço/debate promovido pelo International Club of Portugal, encontro com o mote "A modernização ao serviço das empresas".

No encontro, e falando perante dezenas de empresários, a ministra reiterou a importância do Simplex como um "programa emblemático" que integra uma "visão da reforma do Estado", advogando que o Governo "fala com cidadãos, empresas", para permanentemente melhorar a relação administrativa com os cidadãos e grupos empresariais.

A informação mais vista

+ Em Foco

Nas ruas das cidades angolanas, as caravanas cruzam-se em ambiente descontraído. O cenário repete-se em M'banza Congo.

Os responsáveis pelo parque prometeram valorizá-lo e vão renovar a frota automóvel e envolver operadores privados nas visitas aos núcleos de gravuras rupestres.

O maior banco francês fez soar os alarmes na Europa ao suspender três fundos de investimento relacionados com créditos nos Estados Unidos.

Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.