Play - 3 Mulheres - Pós Revolução

Ep. 9

Duração: 44min

Género: Ficção

Class.: 12AP

RTP1

Natália publica na D. Quixote o livro "Não Percas a Rosa", um diário sobre os primeiros anos da revolução.
Com Sá Carneiro afastado da liderança do PSD, em desacordo com o modo de fazer oposição ao novo governo PS/CDS, Snu e Sá Carneiro têm agora mais tempo para viajar, ir a exposições, ao cinema, e fazer planos para o futuro. Porém, Snu está consciente que mais tarde ou mais cedo Sá Carneiro voltará à ribalta da luta política.
A suspeita de uma gravidez indesejada desperta Mafalda para a problemática do aborto, considerado legalmente um crime, e para os direitos da mulher. Numa das manifestações de luta pela legalização do aborto, Mafalda reencontra João, o alferes, que, entretanto, terminou o serviço militar.
Dulce conclui com brilhantismo um curso da PSP para defesa e segurança de altas entidades.
O Governo de coligação PS/CDS cai. Sá Carneiro vai candidatar-se à liderança do PSD no próximo congresso e convida Natália como observadora. Sá Carneiro conquista a liderança do Partido e dança uma valsa com Natália. Maria Armanda, que não foi convidada para o baile de gala, sente o "esquecimento" como uma bofetada.
Nas eleições legislativas de 79, com o PSD em coligação com o CDS e PPM, Sá Carneiro vence com maioria absoluta. É o novo primeiro-ministro. Dulce, à civil, faz parte do seu corpo de segurança.

Play - 3 Mulheres - Pós Revolução
Género: Ficção Class.: 12AP RTP1

3 Mulheres - Pós-Revolução é uma ideia original de Fernando Vendrell e Elsa Garcia, protagonizada por Soraia Chaves, Maria João Bastos e Victoria Guerra, que conta a história de Natália Correia, Snu Abecassis e Maria Armanda Falcão/Vera Lagoa
3 Mulheres - Pós-Revolução é uma história sobre um ciclo da vida portuguesa, entre o 25 de Abril de 1974, "O dia inicial inteiro e limpo", com o derrube do Estado Novo pelo Movimento das Forças Armadas, e o ano de 1982, com o fim do Conselho da Revolução e a primeira revisão da nova Constituição. Anos convulsos e transformadores da fundação da Democracia.

O dia 25 de Abril de 1974 pôs fim ao Estado Novo, à Polícia Política, à Censura e à Guerra Colonial. E trouxe uma interrogação nova: o que fazer da Revolução? Natália Correia, Snu Abecassis e Maria Armanda Falcão/Vera Lagoa viveram intensamente esse tempo de mudança, destacando-se na área da edição de livros, nos jornais, na cultura e na atuação política, e procuraram essa resposta, do Período Revolucionário em Curso até à consolidação da Democracia no início dos anos 80.

duração total 44min
posição atual:
ir para o minuto:

episódios disponíveis

Temporada |
624812

Instale a aplicação RTP Play

Disponível para iOS, Android, Apple TV, Android TV e CarPlay