Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - Do Père Lachaise a Silicon Valley

Do Père Lachaise a Silicon Valley

Privacidade | 12 Nov, 2015 | Episódio 3

O século XXI tem proposto algumas alterações ao mundo, entre elas o significado do conceito de privacidade. Ao longo dos tempos este conceito tem vindo a sofrer alterações que, neste momento, se tornam significativas ao ponto de ser considerado um tema de debate na nossa sociedade. O público e o privado são hoje possíveis de discernir? Existe ou não o direito à privacidade? Que mudanças, em relação à privacidade pessoal têm sido possíveis graças à tecnologia? Vivemos na era da vigilância massificada? Exatamente como nos outros dois episódios estas perguntas serão respondidas através de quatro intervenientes. O entusiasta da internet Rui Cruz, chefe de redação do site Tugaleaks, que nos traz a perspetiva mais jovem e diretamente envolvida no tema; o chefe de redação de uma revista cor-de-rosa, que nos possibilitou ter a perspetiva de alguém que invade a privacidade de certos cidadãos por motivos de trabalho; o filósofo Renato Pinto, que ajuda a definir alguns conceitos essenciais ao tema e, por fim, a jurista Luísa Neto que nos apresenta a perspetiva legal a que o tema da privacidade se encontra, hoje, intimamente ligado.

Convidados: Rui Cruz - Diretor de Informação Tugaleaks; Luís Correia - Chefe de Redação TV7 Dias; Renato Pinto - Filósofo; Luísa Neto - Jurista " Universidade do Porto
Do Père Lachaise a Silicon Valley. Do passado ao presente. Dos mortos aos vivos. Do antes ao depois. A intenção é esta: desconstruir as verdades feitas, traçar um caminho, questionar.
É um projeto desenhado para expor a controvérsia, a perversão e a alienação dos nossos dias. É um projeto de palavras e imagens entrecruzadas que pretendem (re)construir a realidade. Para isso, recorremos à filosofia, à arte, à política, à ciência, a tudo o que acrescente sentido ao mundo. Recorremos aos antepassados, aos conhecimentos ancestrais, ao presente e às suas múltiplas perspetivas, ao futuro e aos sonhos que ele representa. Recorremos a tudo o que, de alguma maneira ou em alguma altura, nos constitui como humanos.
Este projeto passa, também, pela tentativa de encontrar novas vozes e opiniões fora da esfera mediática.


Episódios Disponíveis