Posi�ao Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - 2077 - 10 Segundos Para o Futuro

2077 - 10 Segundos Para o Futuro

Novos Nómadas | 16 Jan, 2018 | Episódio 3

Energia. Sustentabilidade. Migrações. Nova Ordem Global. Guerra
Em 2077 seremos mais 3 mil milhões de pessoas. Por um lado temos possibilidades tecnológicas como nunca à nossa disposição. Por outro temos a pressão do crescimento demográfico e as ameaças da escassez dos recursos, da poluição e das alterações climáticas. Como podemos satisfazer as necessidades energéticas e alimentares de uma forma sustentável, sem pôr em risco a permanência neste planeta?
Dez mil anos depois de se ter sedentarizado, o Homem será obrigado em muitos pontos do globo a regressar a um novo nomadismo, conduzindo ao maior movimento migratório da História. Uma nova ordem global irá emergir.
Em 2077, poderão ser mais de 20 as potências nucleares, quase todas situadas em zonas de grande instabilidade política. Não está fora da equação a possibilidade de uma nova guerra mundial, no Espaço. Na era da nanotecnologia e das armas perigosamente minúsculas, a grande política será cada vez mais relevante.
No ano em que a cadeia de televisão pública portuguesa comemora 60 anos, vamos à descoberta do Futuro, através de uma série documental de prestígio com 4 episódios: "2077 - 10 Segundos Para o Futuro".
O Futuro a 60 anos. Em cada episódio contamos com um testemunho imaginário em 2077 e com as opiniões de grandes futuristas e cientistas internacionais sobre as grandes inovações e desafios que a Humanidade tem pela frente.
Onde e como vamos estar daqui a 60 anos? As próximas décadas vão sofrer a maior e mais veloz transformação de sempre. Na tecnologia, na ciência, no ambiente, nas relações interpessoais. Vivemos numa espécie de grande acelerador de ciência, em que o ritmo das descobertas não pára de surpreender. Nas últimas décadas acumulou-se mais conhecimento científico do que em toda a história da Humanidade. Em 2077 esse conhecimento científico terá duplicado várias vezes.
Vale a pena dar um salto ao Presente e perguntar: de que forma os nossos atos de hoje vão ter consequências no futuro? As nossas escolhas mudam o mundo.