Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - 2077 - 10 Segundos Para o Futuro

2077 - 10 Segundos Para o Futuro

Uma Sede Insaciável | 30 Jan, 2018 | Episódio 4

Humanidade Vs. Tecnologia. Valores. Arte. Educação. Anseios
No futuro, estará o ser humano no topo da tecnologia, usando-a para resolver os grandes problemas da Humanidade? Será a tecnologia que vai trazer mais liberdade para poder dedicar ao exercício dos valores mais elevados do ser humano?
Que vontade é esta de aniquilar o próximo, que parece não ter evoluído desde a origem do Homem moderno, há mais de 100 mil anos, apesar dos valores médios do coeficiente de inteligência aumentarem consistentemente década a década? Abandonámos as cavernas. Inventámos a roda, a locomoção a vapor, a electricidade, a internet. Construímos automóveis, aviões, foguetões. Lançámo-nos no Espaço. Criámos os mercados, a medicina, o armamento. Recriámos vida... Mas com uma insatisfação absoluta e permanente e uma vontade de alcançar sempre mais. Até o poder de Deus. Onde queremos chegar e como? Porque tem o ser humano uma sede insaciável?
No ano em que a cadeia de televisão pública portuguesa comemora 60 anos, vamos à descoberta do Futuro, através de uma série documental de prestígio com 4 episódios: "2077 - 10 Segundos Para o Futuro".
O Futuro a 60 anos. Em cada episódio contamos com um testemunho imaginário em 2077 e com as opiniões de grandes futuristas e cientistas internacionais sobre as grandes inovações e desafios que a Humanidade tem pela frente.
Onde e como vamos estar daqui a 60 anos? As próximas décadas vão sofrer a maior e mais veloz transformação de sempre. Na tecnologia, na ciência, no ambiente, nas relações interpessoais. Vivemos numa espécie de grande acelerador de ciência, em que o ritmo das descobertas não pára de surpreender. Nas últimas décadas acumulou-se mais conhecimento científico do que em toda a história da Humanidade. Em 2077 esse conhecimento científico terá duplicado várias vezes.
Vale a pena dar um salto ao Presente e perguntar: de que forma os nossos atos de hoje vão ter consequências no futuro? As nossas escolhas mudam o mundo.