Reportagem
|

Covid-19. A situação ao minuto do novo coronavírus no país e no mundo

por RTP

Lusa

Portugal registou este domingo mais nove mortos e 328 novos casos.

Mais atualizações

23h10 – Brasil regista 26.051 novos casos de coronavírus e 602 mortos

O país tem mais de 1.6 milhões de casos desde o início da pandemia e um total de 64,867 mortes.

22h30 - Mais de 531 mil mortos e mais de 11,3 milhões de casos no mundo

Pelo menos 531.789 pessoas morreram em todo o mundo devido à pandemia do novo coronavírus desde que surgiu, em dezembro, na China, segundo um balanço da agência France Presse, às 20:00 de hoje, com base em fontes oficiais.

Mais de 11.343.890 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios, desde o início, dos quais 5.906.500 são dados como curados.

22h05 - Surtos em lar e infantário nas Caldas da Rainha totalizam 38 infetados

Dois surtos de covid-19 foram detetados num lar e num infantário nas Caldas da Rainha, com um total de 38 pessoas infetadas, cinco das quais crianças, confirmou hoje à Lusa o presidente da autarquia local.

Segundo Fernando Tinta Ferreira, há no lar Montepio Rainha D. Leonor, situado naquela cidade do distrito de Leiria, "um surto que começou há uns dias" e, hoje, há um total de 23 utentes e três funcionários infetados.

21h55 - Reino Unido. Milhares quebram regras de distanciamento em reabertura de bares e pubs

21h45 - Donald Trump garantiu que a pandemia está controlada nos Estados Unidos


21h30 – Alunos do 11º ano preparam-se para os exames finais



21h00 - Teste online pode ajudar a detetar doentes com Covid-19


20h45 - Marcelo Rebelo de Sousa destaca segurança e confiança que se vivem na Madeira


20H30 - Madeira não se conforma por estar na lista negra do turismo britânico


20h20 - DGS suspendeu relatórios diários para casos de Covid-19 nos concelhos


19h20 - Madeira mantém três casos de infeção ativos

A Madeira mantém o total de 93 casos de covid-19, com 90 recuperados e apenas três ativos, sem necessidade de cuidados hospitalares, indicou hoje o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE).

"Os três casos [ativos] foram identificados no contexto das atividades de vigilância implementadas no Aeroporto da Madeira", esclarece a entidade, em comunicado, vincando que os viajantes permanecem em confinamento em unidade hoteleira ou residência própria.

O IASAÚDE refere também que há a reportar um total cumulativo de 1.915 colheitas para teste à covid-19 realizadas nos aeroportos do arquipélago, até às 15:00 de hoje.

19h00 - Reino Unido regista mais 22 mortes e 516 novos casos nas últimas 24 horas

O Reino Unido registou mais 22 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 44.220 o número de óbitos desde o início da pandemia, e 516 novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

De acordo com a informação divulgada hoje pelas autoridades sanitárias britânicas, citadas pela agência espanhola Efe, o número de novos óbitos é inferior ao dos dias anteriores, com 137 na sexta-feira e 67 no sábado, um dia depois de os bares e restaurantes terem reaberto.

Por todo o Reino Unido houve relatos de ruas cheias de pessoas durante a noite de sábado, em particular no distrito londrino de Soho.

A polícia metropolitana de Londres informou que vários agentes foram obrigados a encerrar “um número limitado” de estabelecimentos de restauração antes da hora prevista, devido ao excesso de clientes.

18h15 - Itália regista sete mortes e reduz novos casos para 192

A Itália registou hoje sete mortes associadas à covid-19 e viu o número de novos casos descer para menos de 200, o que acontece pela primeira vez em três dias, informou a Proteção Civil.

Nas últimas 24 horas, foram comunicados 192 novos contágios, mas as autoridades indicaram que foram feitos apenas 37 mil testes, quando habitualmente se realizam cerca de 70 mil.

O número de mortes associadas à covid-19 em Itália subiu agora para 34.861 desde fevereiro, num total de 241.611 casos.

18h00 – Quais as restrições impostas na Galiza?

Depois de, no sábado, a Catalunha ter anunciado novas restrições a cerca de 200 mil pessoas na região de Lérida, Espanha volta a dar um passo atrás no desconfinamento. Com a identificação de um novo surto na zona de Lugo, a região nordeste da Galiza vai impor novas regras a 70 mil pessoas.




17h04 - Luxemburgo preocupado com aumento de casos junto da comunidade portuguesa

O aumento de novos casos de infeção da Covid-19 nas comunidades portuguesa, cabo-verdiana e lusófona residentes no Luxemburgo está a preocupar as autoridades de saúde locais. Governo luxemburguês quer "sensibilizar" estas comunidades de imigrantes.
A notícia foi avançada este domingo pelo jornal local Lux24, que recordou que dos 325 novos casos confirmados na última semana, muitos foram identificados na comunidades portuguesa, lusófona e cabo-verdiana.

Na origem deste aumento de infeções no país podem estar viagens de e para o estrangeiro, festas privadas ou encontros familiares.


16h10 - Marrocos com novo recorde diário de casos e uma cidade isolada

Marrocos anunciou hoje 698 novos casos de covid-19, o balanço diário mais elevado desde o início de março, com um foco de contágios numa fábrica de conservas em Safi, cidade que foi colocada em quarentena.

O balanço total é agora de 14.132 casos registados oficialmente desde que foi comunicado o primeiro caso, no início de março. Foram registados 234 mortos e 9.419 recuperados, segundo o Ministério da Saúde.

16h00 - Palestina declara Estado de Emergência

O presidente da Palestina, Mahmud Abbas, declarou estado de emergência pelo período de um mês, devido ao aumento de infeções por Covid-19 nos territórios palestinianos que levaram à imposição de severas restrições nos últimos dias.

O estado de emergência durará um mês, até ao dia 05 de agosto, mas poderá ser prorrogado por mais tempo se as autoridades considerarem apropriado, indica um decreto presidencial divulgado pela agência de notícias oficial Wafa.

15h45 - Cabo Verde confirma 17.ª morte e mais 31 novos casos

As autoridades de saúde cabo-verdianas confirmaram hoje a 17.º vítima mortal associada à covid-19 no arquipélago, além de mais 31 novos infetados nas últimas 24 horas, elevando o acumulado de casos a 1.451, desde 19 de março.

15h42 - Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para "prevenção" e para "interromper as cadeias de transmissão", disseram hoje à Lusa fontes oficiais.

15h30 - Açores sem novos casos nas últimas 24 horas

Os Açores não registaram nas últimas 24 horas novos infetados por covid-19, depois de no sábado ter sido comunicado o primeiro caso positivo na ilha das Flores.

No seu comunicado diário, a Autoridade de Saúde Regional informa que "as 938 análises realizadas nos dois laboratórios de referência da Região nas últimas 24 horas não revelaram novos casos positivos de covid-19".

15h00 - Portugal regista mais 328 casos de infeção e 9 mortos, nas últimas 24 horas

O boletim epidemeológico da Direção-Geral da Saúde regista, este domingo, mais 328 casos de infeção e nove vítimas mortais, devido à Covid-19, nas últimas 24 horas. Há ainda o registo de mais 245 recuperados desde ontem.

Dos casos confirmados, atualmente, estão internadas em enfermaria 504 pessoas. Há também 73 pessoas em unidades de Cuidados Intensivos.

De acordo com os dados oficiais, Portugal já contabiliza um total de 43.897 casos de infeção e 1614 óbitos, desde o início da pandemia.

14h52 - Número de mortos em África sobe para 11.086 em 463.306 infetados

O número de mortos devido à covid-19 em África subiu hoje para 11.086 e há 463.306 infetados, segundo os números mais recentes sobre a pandemia no continente.

14h42 - Voltou a disparar o número de infeções a nível global

Mais de 210 mil novos casos nas últimas 24 horas. Com o continente americano a ser agora o mais castigado, o México já superou a França no número de mortes.


14h35 - Povos indígenas começam a ser atingidos pelo novo coronavírus

A Covid-19 no Brasil está agora a atingir mais os povos indígenas. A transmissão do vírus para o interior das aldeias tem-se intensificado na Amazónia.


14h14 - Região nordeste da Galiza impõe restrições a 70 mil pessoas após novo surto

A região espanhola do nordeste da Galiza impôs restrições a cerca de 70 mil pessoas, este domingo após um surto de Covis-19. Já no sábado, a região da Catalunha também impôs novas restrições locais para conter a propagação do novo coronavírus.

São cerca de 70 mil galegos que vão ficar em confinamento obrigatório durante cinco dias após ordens da Junta da Galiza, foi hoje anunciado.

A medida surge para combater a proliferação da covid-19 que se tem expandido na zona costeira da província de Lugo, em A Marina, local que estará confinado.

A população de A Marina, na costa norte da Espanha, na região de Lugo, não poderão sair da região desde a meia-noite de domingo até sexta-feir - dois dias antes das eleições regionais na Galiza, a 12 de julho.

O governo regional escalreceu que as pessoas podem deslocar-se dentro da localidade, mas só podem sair outras regiões para trabalhar.

O ministro regional de Saúde, Jesus Vazquez Almuina, disse numa conferência de imprensa que os novos surtos estavam associados a vários bares da região. As autoridades regionais de saúde disseram que se contabilizam 258 casos na Galiza, dos quais 117 em Lugo.

A capacidade em bares e restaurantes será reduzida para 50 por cento e as pessoas serão obrigadas a usar máscara facial, mesmo que ao ar livre na praia ou na piscina.

14h10 - Mais de 530 mil mortes e quase 11,3 milhões de infetados em todo o mundo

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 530.865 mortes em todo o mundo e quase 11,3 milhões de infetados, segundo um balanço da AFP este domingo.

Mais de 11.296.470 casos de infeção pelo novo coronavírus foram diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da pandemia, dos quais, pelo menos, 5.895.500 estão já recuperados.

13h58 - GNR em Gandra apela ao cumprimento dos horários

A GNR fez ontem à noite uma operação para que sejam cumpridos os horários de encerramento de cafés e restaurantes, em Gandra, concelho de Paredes. As autoridades apertaram a fiscalização depois de uma estudante do pólo universitário de Gandra ter testado positivo para o novo coronavírus.


13h40 - Número de mortos em Reguengos de Monsaraz sobe para 12, com mais três óbitos

A morte de três pessoas infetadas com covid-19 elevou hoje para 12 o número de óbitos relacionados com o surto em Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, informou hoje o município.

As vítimas, uma mulher de 93 anos, um homem de 82, e outro de 52, que é a primeira vítima na comunidade do surto detetado num lar em 18 de junho, estavam todas internadas no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

Pese embora o óbito das três pessoas, o número de doentes internados no HESE subiu para 20 (eram 17 no sábado), dos quais cinco estão na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

13h31 - Presidente da República destaca "segurança" e "confiança" no desconfinamento na Madeira

O Presidente da República destaca "segurança" e "confiança" sentidas na Madeira perante o desconfinamento. Marcelo Rebelo de Sousa, de visita oficial ao Funchal, andou esta manhã pelas ruas da cidade, visitou unidades de saúde e anunciou que vai de férias para a Madeira.


13h26 - Surtos de Covid no Norte triplicaram

Os surtos de Covid-19 no Norte do país triplicaram em pouco mais de uma semana. São agora 18 os focos ativos, vários deles em concelhos onde há quase um mês que não é notificado nenhum caso novo. A discrepância nos dados também preocupa os médicos de saúde pública.

13h19 - Irão com novo recorde diário de 163 mortes

O Ministério da Saúde do Irão anunciou hoje mais 163 mortes nas últimas 24 horas relacionadas com a covid-19, ultrapassando o recorde diário do início da semana de mortes desde o início da pandemia.

O recorde anterior, de 162 mortos, tinha sido anunciado na segunda-feira, e com as mortes hoje anunciadas é elevado o número total para 11.571, revelou à televisão estatal o porta-voz do ministério da saúde do país, Sadat Lari.

"Nas últimas 24 horas, 2.560 pessoas testaram positivo para [o novo] coronavírus, elevando o número total de infeções para 240.438", acrescentou o porta-voz.

O novo recorde de mortes acontece numa altura em que o Irão, confrontado durante várias semanas com um aumento de novos casos e mortes confirmadas, por causa do novo coronavírus, anunciou a intenção de impor o uso obrigatório da máscara em locais públicos cobertos, a fim de combater a propagação do vírus.

12h51 - Politécnico da Guarda suspende exames presenciais devido a estudantes infetados em alegadas "Festas Covid"

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) decidiu suspender os exames presenciais nas suas instalações, transferindo-os para as plataformas digitais, após ter conhecimento da existência de estudantes infetados com covid-19, foi hoje anunciado.

"A decisão deve-se às informações transmitidas, sábado à noite, pela Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda de que há estudantes do IPG que testaram positivo à covid-19, tendo oito ficado internados no hospital por não terem nos respetivos alojamentos condições para estarem em isolamento durante o período de quarentena", refere o IPG, em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a nota, os estudantes foram infetados fora das instalações: "Segundo as informações transmitidas ao IPG, uma parte dos contágios terá ocorrido em 'festas covid' realizadas na Guarda, à semelhança do que terá ocorrido noutras cidades com estabelecimentos de ensino superior. Nessas festas o convívio dos jovens terá decorrido sem cumprir as recomendações das autoridades de saúde".

"Apesar de não termos nenhuma evidência de qualquer contágio ocorrido dentro das instalações do IPG, o súbito aparecimento de estudantes que testaram positivo obriga-nos a mudar os planos feitos de acordo com as diretivas do Ministério do Ensino Superior, suspendendo os exames presenciais e passando-os a 'online'", afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG.

O responsável, citado no comunicado, acrescenta que "embora o protocolo de deteção, higiene e segurança" que está em prática nos edifícios das diferentes escolas do IPG "seja muito rigoroso", a instituição não pode "correr riscos que coloquem em causa a saúde de outros estudantes, de professores ou de funcionários".

"É uma pena que os estudantes não sejam avaliados nas condições ideais, mas o valor da saúde tem de prevalecer", afirma Joaquim Brigas.

12h25 - PR elogia trabalho na Madeira de combate à Covid-19

12h15 - Centro Escolar de Paços de Ferreira - infeções e encerramento

A Câmara de Paços de Ferreira confirma em comunicado que "foram diagnosticados 6 casos de COVID-19 na comunidade escolar da Escola Básica n.º 2 de Paços de Ferreira".

Por essa razão, "decidiu a Autoridade de Saúde local proceder ao encerramento preventivo e temporário deste Estabelecimento de Educação e Ensino, para a sua limpeza e desinfeção, assegurando as condições de segurança aquando da sua reabertura". A decisão, acrescenta a Câmara, "foi tomada tendo por base a avaliação de risco e por se considerar existirem condições de grave risco para a Saúde Pública, garantindo a proteção da saúde da população e a interrupção de cadeias de transmissão".

11h40 - Proteção Civil de Moura suspende visitas a lares

A Proteção Civil de Moura, no distrito de Beja, decidiu suspender, a partir de segunda-feira, as visitas aos utentes dos lares de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho, informou hoje o município.

A "medida preventiva", decidida após a reunião semanal com as IPSS do concelho, vigora por um período de 15 dias e resulta da "análise à evolução do número de casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 na região do Alentejo".

10h52 - Bélgica altera recomendação para viagens a Espanha de 'verde' para 'laranja'

A Bélgica alterou a recomendação para viagens turísticas a Espanha de 'verde' para 'laranja', após o confinamento decretado na província catalã de Lérida, informou hoje o Serviço de Relações Exteriores do país.

A Bélgica avalia com um "semáforo" a recomendação de viagem para os países europeus onde considera mais seguro viajar na Europa (viagens não essenciais, como o turismo) durante a pandemia.

A passagem de 'verde' para 'laranja' significa que, de "viagens possíveis" sem condições, essas deslocações são agora "possíveis sob reserva de quarentena, um teste (para coronavírus) ou outras condições", de acordo com o site do Serviço de Relações Exteriores da Bélgica.

10H51 - Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma "mobilização forçada de médicos" pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de Reguengos de Monsaraz.

Em comunicado, a estrutura sindical diz ter tomado conhecimento de que a ARS "emitiu uma determinação" que obriga os profissionais "do Agrupamento de Saúde (ACES) do Alentejo Central, do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) e da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA)" a prestar "cuidados a tempo inteiro" aos utentes do lar onde foi detetado um surto da doença em 18 de junho.

"Uma atitude autocrática que carece de sustentação legal, uma vez que a deslocação para outro concelho diferente do local habitual de trabalho apenas poderá ocorrer se existir concordância expressa do médico", refere o documento enviado.

10h33 - Dois focos de contaminação do novo coronavírus no concelho de Paços de Ferreira, confirmou a Antena 1

Um deles, com seis casos confirmados, na Escola Básica n.º 2 (Centro Escolar de Paços de Ferreira) e outro numa empresa de acabamento de móveis, com três casos positivos, confirmou à Antena 1 fonte da autarquia.

O primeiro foco foi identificado na empresa de móveis, localizada na freguesia de Eiriz, quando um dos funcionários começou a apresentar sintomas e foi testado, confirmando-se as suspeitas de que estava infetado.

Preventivamente, a Direção-Geral de Saúde decidiu pelo encerramento da fábrica até dia 11 e mandou os funcionários cumprirem quarentena.

A escola também vai ser encerrada amanhã. Apesar de já não haver aulas, os funcionários continuavam a ir para o estabelecimento de ensino. Foram igaulmente enviados para casa para cumprirem isolamento profilático.

A autarquia vai procurar agora rastrear o maior número possível de pessoas, para tentar interromper cadeias de transmissão.

10h03 - África do Sul com mais de 10 mil novos casos confirmados num só dia

A África do Sul registou pela primeira vez mais de 10.000 novos casos confirmados de coronavírus num único dia, elevando para 187.977 o total de casos no país, o maior número entre países africanos, refere hoje a AP.

A África do Sul já ultrapassou as 3.000 mortes provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

10h00 - Índia com novo recorde de 24.850 casos em 24 horas

A Índia registou novo recorde de casos de infeção por coronavírus nas últimas 24 horas, o que eleva o total nacional para 673.165, tornando a Índia o quarto país do mundo mais atingido pela pandemia de covid-19, depois dos EUA, Brasil e Rússia.

O número de mortos na Índia aumentou para 19.268.

09H45 - Indonésia com mais 1.607 novos casos e 82 vítimas mortais da Covid-19

09h07 - Presidente elogia trabalho feito na Madeira contra o novo coronavírus

08h47 - Alemana regista mais 238 casos do novo coronavírus

O país tem agora no total 196.335 casos registados desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas morreram 2 pessoas. No total, a Alemanha já teve 9.012 vítimas mortais da Covid-19.

08h42 - Rússia já tem mais de 680 mil casos

A Rússia registou este domingo 6.736 novos casos do novo coronavírus, aumentando o total para 681.251.

Mais 134 pessoas morreram nas últimas 24 horas, para um total de 10.161.

08h40 - Marcelo visita Câmara de Lobos dois meses após levantamento da cerca sanitária

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visita hoje Câmara de Lobos, dois meses após o levantamento da cerca sanitária, instalada entre 19 de abril e 03 de maio, devido a uma cadeia de transmissão de covid-19.

O chefe de Estado chegou à Madeira no final da tarde de sábado, para uma visita de menos de 24 horas, da qual constam também deslocações hoje ao Centro de Saúde do Bom Jesus, às 11.00, e à Unidade de Internamento Polivalente/Unidade de Cuidados Intensivos dedicada à covid-19, no Hospital Central do Funchal, às 11:30.

08h10 - Mais 24 portugueses foram repatriados da Venezuela

Vinte e quatro portugueses foram repatriados, sábado, da Venezuela, país onde ficaram retidos devido à pandemia da covid-19, avançaram fontes diplomáticas à agência Lusa.

07h45 - Brasil regista mais de mil mortes e 37 mil novos casos em 24 horas

O Brasil registou 1.091 mortes relacionadas com a covid-19 e 37.923 novos casos de infeção com o novo coronavírus em 24 horas, informou o Ministério da Saúde brasileiro.

Ao todo, o Brasil soma 64.265 mortes e 1.577.004 casos confirmados do novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, mantendo-se em segundo lugar na lista de países mais afetados pela pandemia, atrás dos Estados Unidos.

O Governo brasileiro também informou que 636.380 casos de covid-19 estão em acompanhamento e 876.359 pessoas infetadas já são consideradas recuperadas. 

07h30 - EUA com mais de 43 mil novos casos

Os Estados Unidos registaram 43.091 infetados por Covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de casos confirmados de 2.836.113, de acordo com um balanço da Universidade Johns Hopkins.

O país contabiliza ainda 129.405 óbitos desde o início da pandemia.

Portugal registou este sábado mais sete mortos e 413 novos casos, dos quais 317 na região de Lisboa e Vale do Tejo. 

A nível mundial, registou-se o número mais elevado de casos em 24 horas. 

Em Espanha, quase 200 mil pessoas voltam ao confinamento, enquanto Inglaterra segue em direção oposta, com a abertura de pubs, restaurantes e cabeleireiros.

Também este sábado, pelas celebrações do 4 de julho, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que os Estados Unidos irão recuperar em breve da “praga da China”.