Donald Trump. Rainha e família real britânica têm sido "fantásticas"

por RTP
A Rainha Isabel II e o Presidente dos EUA, Donald Trump Reuters

Numa série de tweets, o Presidente dos Estados Unidos da América fez um resumo entusiasmado das primeiras horas da sua visita de Estado ao Reino Unido, onde foi recebido por vários membros da família real, incluindo a Rainha Isabel II. "Muito amor a toda a volta!", relatou.

Trump falou também em "grandes multidões de simpatizantes e de pessoas que amam o nosso país".

"A Rainha e toda a família real têm sido fantásticas" e "tudo corre mesmo bem", afirmou o Presidente. Só ainda não viu "protestos" mas acredita que as "notícias falsas se irão esforçar" por os descobrir.

"A parte londrina da visita está correr mesmo bem. A Rainha e toda a família real têm sido fantásticas. A relação com o Reino Unido é muito forte. Tremendas multidões de simpatizantes e de pessoas que amam do nosso país. Ainda não vi protestos, mas tenho a certeza que as notícias falsas se irão esforçar por os encontrar" refere Trump.

"Muito amor a toda a volta! E também, grande acordo de comércio é possível uma vez que o Reino Unido se liberte das suas grilhetas. Já começamos a negociar" revela ainda o Presidente norte-americano.

A possibilidade de um acordo comercial transatlântico, essencial para o Reino Unido num cenário de Brexit, será debatida formalmente num encontro com May, terça-feira.

Os maiores protestos estão marcados para terça-feira, mas, apesar de Trump não os ter visto, a verdade é que existiram, sobretudo por parte de defensores de ações contra as alterações climáticas.

Houve alguns cartazes e mensagens desenhadas em relvados para serem vistas do ar, à chegada do Presidente.

A mensagem e assinaturas do casal Trump deixadas no livro de honra da Abadia de Westminster Foto: Reuters

Esta é a segunda vez que Donald Trump visita o Reino Unido. O dia foi passado com vários elementos da família real, incluindo a Rainha Isabel II, que mostrou a Trump e à primeira dama norte-americana, vários documentos de valor histórico para os Estados Unidos.

Essa visita foi acompanhada pelo príncipe de Gales e pela Duquesa da Cornualha, assim como pelo príncipe Harry. Seguiu-se um chá com Carlos e Camila na sua residência, Clarence House.

Antes, o Presidente e a primeira dama, Melania Trump, visitaram a Abadia de Westminster, onde deixou uma breve mensagem no livro de honra. "Muito obrigado. Esta foi uma grande honra. Um lugar especial", escreveu Trump, antes de assinar.

Esta noite, o Presidente dos EUA, a primeira dama Melania Trump, a sua filha Ivanka e o seu genro e conselheiro, Jared Kushner, serão recebidos no Palácio de Buckingham para um jantar de Estado, dos quais participarão também o duque e a duquesa de Cambridge, Guilherme e Catarina.

Terça-feira será iniciada com um pequeno almoço, com a primeira-ministra demissionária, Theresa May, o príncipe André e vários empresários, no Palácio St James. Segue-se uma visita a Downing Street, a residência oficial de Theresa May, em que Trump dará uma conferência de imprensa. À noite, seguir-se-á um jantar na residência do embaixador, com a Rainha, Carlos e Camila.

No último dia da visita, dia 5, Trump assistirá à cerimónia dos 75 anos do Dia-D e encontrará-se-á com o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar.
Tópicos
pub