Play - O Nosso Cônsul em Havana

Ep. 1

Duração: 45min

Género: Ficção

Class.: 12AP

RTP1

Tudo começa 1871 com Batalha Reis a anunciar a Eça de Queiroz a proibição, pelo Governo, das Conferências Democráticas do Casino Lisbonense, impulsionadas pelo poeta Antero de Quental sob a influência das ideias revolucionárias de Proudhon.
Considerado um revolucionário, Eça é preterido no exame para Cônsul na Bahia e parte à bengalada à vitrine onde estão afixados os respetivos resultados.
Entretanto, numa aldeia da China, um jovem de uma família miserável que se prepara para emigrar para Cuba, para trabalhar nas plantações de cana-de-açúcar, é raptado para servir no exército de um senhor da guerra. A irmã, Lô, toma o lugar dele e vai viver uma longa aventura até chegar a Cuba.
Em Lisboa, o Governo muda e o Ministro dos Negócios Estrangeiros nomeia Eça como Cônsul em Havana com o encargo de tratar do problema dos emigrantes chineses saídos por Macau e que são tratados praticamente como escravos.
Lô e Eça chegam simultaneamente a Havana onde este se depara com o desaparecimento do malão onde vinham as roupas requintadas que o nosso escritor considera indispensáveis à vida civilizada que de que não abdica.
MAIS INFO Uma série ficcional inspirada livremente no período em que Eça de Queiroz foi Cônsul de Portugal em Cuba, à época colónia espanhola Em 1871 caiu o Governo que proibira as Conferências Democráticas do Casino Lisbonense, lideradas por Antero de Quental, onde Eça de Queiroz intervira. No ano seguinte Eça é nomeado Cônsul, em Havana, por Andrade Corvo, Ministro dos Negócios Estrangeiros do novo Governo de carácter mais liberal.
Em Cuba, colónia espanhola, continua a escravatura. Existem cerca de cem mil contratados chineses que saem da China através de Macau com documentos portugueses.
Eça segue para Havana com o encargo de tentar resolver o problema dos chineses, tratados como escravos nas plantações de cana-de-açúcar. Durante o tempo em que lá permanece, Eça não deixa por mãos alheias os seus méritos de sedutor e vive um amor escaldante com Mollie, filha do General americano Bidwell, uma jovem moderna e apaixonada que se sente tão à vontade à mesa de póquer como no jogo da sedução.

Play - O Nosso Cônsul em Havana
Género: Ficção Class.: 12AP RTP1

Uma série ficcional inspirada livremente no período em que Eça de Queiroz foi Cônsul de Portugal em Cuba, à época colónia espanhola Em 1871 caiu o Governo que proibira as Conferências Democráticas do Casino Lisbonense, lideradas por Antero de Quental, onde Eça de Queiroz intervira. No ano seguinte Eça é nomeado Cônsul, em Havana, por Andrade Corvo, Ministro dos Negócios Estrangeiros do novo Governo de carácter mais liberal.
Em Cuba, colónia espanhola, continua a escravatura. Existem cerca de cem mil contratados chineses que saem da China através de Macau com documentos portugueses.
Eça segue para Havana com o encargo de tentar resolver o problema dos chineses, tratados como escravos nas plantações de cana-de-açúcar. Durante o tempo em que lá permanece, Eça não deixa por mãos alheias os seus méritos de sedutor e vive um amor escaldante com Mollie, filha do General americano Bidwell, uma jovem moderna e apaixonada que se sente tão à vontade à mesa de póquer como no jogo da sedução.

duração total 45min
posição atual:
ir para o minuto:

episódios disponíveis

473254

Instale a aplicação RTP Play

Disponível para iOS, Android, Apple TV, Android TV e CarPlay