É Ou Não É? - O Grande Debate

A Saúde Mental dos Portugueses em confinamento|Ep. 1116 Fev. 2021

Portugal já é, por regra, um país em que os problemas de saúde mental apresentam uma relevância preocupante. Perturbações depressivas e de ansiedade estão entre as causas principais para a incapacidade, também profissional e o país ocupa mesmo o quinto lugar entre os 37 países da OCDE quanto ao consumo de medicamentos antidepressivos. Com este pano de fundo, a pandemia de Covid-19 acrescenta um risco sério de agravamento dos problemas, sendo seguramente causa também de novas perturbações. Vamos no segundo confinamento, prolonga-se o isolamento e a solidão, acumulam-se casos de sofrimento e luto, acentuam-se os sinais de uma crise económica geradora de mais desemprego, pobreza, insegurança e muita incerteza.

Discutir a saúde mental - e não há verdadeira saúde sem saúde mental - é mais que justificado, é mesmo uma obrigação.
Neste programa contamos com o contributo de vários especialistas como o psiquiatra Vitor Cotovio, as psicólogas Margarida Gaspar de Matos e Gabriela Moita, também a psiquiatra da infância e da adolescência Catarina Amaral e o Diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental Miguel Xavier. Mas a primeira palavra é para as pessoas que sofrem com esta situação. Vão ser várias a trazer os seus depoimentos em direto e nas quais iremos seguramente rever os nossos próprios casos, muito do que temos vivido nos últimos meses.

Play - É Ou Não É? - O Grande Debate

Ep. 11

Duração: 1h 39min

Antena1

Portugal já é, por regra, um país em que os problemas de saúde mental apresentam uma relevância preocupante. Perturbações depressivas e de ansiedade estão entre as causas principais para a incapacidade, também profissional e o país ocupa mesmo o quinto lugar entre os 37 países da OCDE quanto ao consumo de medicamentos antidepressivos. Com este pano de fundo, a pandemia de Covid-19 acrescenta um risco sério de agravamento dos problemas, sendo seguramente causa também de novas perturbações. Vamos no segundo confinamento, prolonga-se o isolamento e a solidão, acumulam-se casos de sofrimento e luto, acentuam-se os sinais de uma crise económica geradora de mais desemprego, pobreza, insegurança e muita incerteza.

Discutir a saúde mental - e não há verdadeira saúde sem saúde mental - é mais que justificado, é mesmo uma obrigação.
Neste programa contamos com o contributo de vários especialistas como o psiquiatra Vitor Cotovio, as psicólogas Margarida Gaspar de Matos e Gabriela Moita, também a psiquiatra da infância e da adolescência Catarina Amaral e o Diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental Miguel Xavier. Mas a primeira palavra é para as pessoas que sofrem com esta situação. Vão ser várias a trazer os seus depoimentos em direto e nas quais iremos seguramente rever os nossos próprios casos, muito do que temos vivido nos últimos meses.

Play - É Ou Não É? - O Grande Debate
Antena1

Em É Ou Não É? - O Grande Debate é um espaço de debate onde se pretende promover a discussão e dissipar dúvidas, mas acima de tudo acrescentar conhecimento sobre os principais assuntos da atualidade, desde a Saúde, à Educação, à Justiça, mas também dos desafios com que o futuro nos interpela diariamente, designadamente ao nível tecnológico e ambiental. Carlos Daniel é o moderador deste espaço de debate que contará com a presença de personalidades da vida pública e especialistas para uma reflexão tão interessante quanto profunda sobre os tempos de mudança onde a investigação, a inovação e os problemas do mundo global são fatores decisivos e presentes nas nossas vidas.

duração total 1h 39min
posição atual:
ir para o minuto:

episódios disponíveis

11 Jan. 2022 Ep. 38

Estamos na passagem de pandemia a endemia?

Há hoje menos pessoas internadas que ontem em Portugal. Os números do dia trouxeram essa boa notícia, mas as novas infecções continuam acima das 30 mil diárias. Isto quer dizer que a incidência do vírus está ainda imparável e também que, por muito que a variante ómicron seja mais contagiosa do que agressiva, a incerteza permanece grande.
Para mais, e quando alguns países na Europa, como Itália, Alemanha ou França, voltam a apertar as regras, particularmente contra os não-vacinados, surgem indícios de novas variantes, incluindo uma Deltacrón, que resulta de uma conjugação genética da Delta com a Ómicron.
Perante tal cenário, é ou não é possível falar-se da passagem de uma situação de pandemia a endemia que ocorre, entre outros fatores, quando uma doença passa a ter um padrão relativamente estável?
É a pergunta de partida para os convidados desta emissão: a médica infecciologista pediátrica do Hospital D.Estefânia, Maria João Brito, o Investigador do Departamento de Doenças Infecciosas do Instituto Ricardo Jorge, João Paulo Gomes, o médico Nuno Jacinto, também presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, e ainda o médico especialista em epidemiologia, Henrique Barros, também presidente do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto.

14 Dez. 2021 Ep. 37

Douro: 20 anos de Património da Humanidade

Este "É ou não é?" assinala 20 anos desde que o Douro foi designado como património mundial pela Unesco. Em direto do Museu do Douro, no Peso da Régua, reunimos um painel reforçado com alguns dos stakeholders desta realidade que abraça o vinho, o turismo, a cultura e o património.
Recebemos Paul Symington, ex-presidente do conselho de administração do Grupo Symington, reconhecidamente um dos maiores produtores e empresários de uma família histórica ligada ao vinho do Porto; Olga Martins, enóloga e presidente executiva da ?Lavradores de Feitoria?, uma história ligada aos vinhos Douro DOC; Manuel Carvalho, Diretor do Público, mas também ele um douriense, natural de Alijó, apaixonado pela região e pelo vinho e conhecedor da economia deste setor. António Cunha, Presidente da CCDR-N, entidade que lidera as comemorações dos 20 anos do Douro Património Mundial e que ao longo de vinte anos tem sido uma das principais responsáveis pela preservação da etiqueta ?Douro Património Mundial?. Também em direto, mas à distância, Mário Ferreira, empresário pioneiro no turismo fluvial no Douro, CEO da Douroazul.
A este painel juntam-se ainda - e a partir de Estrasburgo - Elisa Ferreira, atualmente comissária Europeia com a pasta da coesão social, e ao tempo da designação do Douro como Património da Humanidade era Ministra do Planeamento. E participam ainda a historiadora e Responsável Serviços de Museologia do Museu do Douro Natália Fauvrelle, o arquiteto Belém Lima, o chef de cozinha André Carvalho, havendo ainda tempo para uma visita ao ensaio geral da ópera Mátria, de Eduarda Freitas, a primeira construída sobre textos de Torga.

07 Dez. 2021 Ep. 36

Que futuro para a Igreja Católica?

Este é um momento fundamental para a Igreja católica, em Portugal e no mundo. Por cá, vão agora ser finalmente investigados os possíveis casos de abuso sexual no clero, estando em funções, para isso mesmo e desde há poucos dias, uma Comissão independente liderada pelo pedopsiquiatra Pedro Strecht. No plano internacional, o Papa Francisco deu início a um debate sem precendentes em muitas décadas, num Sínodo que vai até 2023, em nome de uma Igreja diferente e que vai colocar em discussão alguns dos temas mais controversos.
É também isso que propomos hoje, debater o papel que a Igreja católica, ainda claramente maioritária em Portugal, pode e deve ter neste século, sem ignorar nenhum dos temas mais controversos, como o celibato obrigatório, o papel das mulheres e a relação da igreja com os homossexuais.  
Em estúdio tenho esta noite a reitora da Universidade Católica Isabel Capeloa Gil, António Marujo - Jornalista do jornal digital "Sete margens", especialista em assuntos religiosos e co-autor do livro "Papa Francisco: A revolução Imparável", o padre jesuíta José Frazão Correia, também diretor da centenária revista Brotéria, e ainda Teresa Vasconcelos, professora que foi Diretora-Geral do ensino básico e pertence ao Movimento Cívico de Mulheres Graal, o Juiz Desembargador Pedro Vaz Patto, que é o Presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz e ainda Pedro Nobre, Psicólogo Clínico e ex-Presidente da Associação Mundial de Saúde Sexual.
Além destes convidados tenho igualmente entre o público e com algumas perguntas preparadas... estudantes de ciência de comunicação da católica, um grupo de católicos da capela lisboeta do Rato e elementos da Missão País, um projeto de estudantes universitários católicos.

30 Nov. 2021 Ep. 35

Como curar o SNS?

A exaustão tem sido uma palavra repetida para retratar a situação de muitos profissionais de saúde após tantos meses de pandemia. No momento em que a Covid-19 está de novo a preocupar-nos mais, a ministra da saúde falou da importância de se seleccionarem profissionais resilientes e não apenas competentes do ponto de vista técnico.
Foram, de imediato, várias as vozes da saúde que se levantaram indignadas, ao ponto de a ministra vir pedir desculpa e de o Presidente da República correr a afirmar que ninguém duvida da resistência dos profissionais de saúde.
A verdade é que nos últimos dois meses se demitiram mais de 100 profissionais de saúde, na maioria com cargos de chefia ou mesmo Direção em hospitais do SNS. Alegaram falta de recursos humanos, investimento em carreiras, equipamentos e instalações.
A saída de médicos do SNS para o privado é permanente e outros profissionais, como os enfermeiros, já assinaram escusas de responsabilidade em vários serviços, por considerarem não ter condições de cuidar dos doentes em segurança e com qualidade.
Nesta emissão em estúdio, contamos com Jorge Roque da Cunha, Presidente do Sindicato Independente dos Médicos, Pedro Pita Barros, Professor de Economia da Saúde, Ana Jorge, Antiga Ministra da Saúde, Carlos Cortes, Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carmen Garcia, Enfermeira e autora do blogue ?Mãe Imperfeita?, e ainda Eurico Castro Alves, Presidente Convenção da Saúde.

23 Nov. 2021 Ep. 34

Este é (ou não é) o país que queremos ter?

É num espaço que celebra a história numa estrutura virada para o futuro que assinalamos hoje um ano de É ou não é? Em direto do Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, tendo em fundo os admiráveis veículos centenários, que contam boa parte da história do país, sobretudo entre os séculos XVI e XIX e que desde 2015 são mostrados aos visitantes aqui junto ao Tejo neste edifício admirável e construído propositadamente para o efeito.
Utilizamos os coches como mote para um programa em que queremos colocar-nos a caminho entre este presente de um país saído da pandemia, após décadas de revolução tecnológica mas de incipiente crescimento económico. Um novo tempo, o dos próximos anos, que não falta quem considere decisivo para o futuro coletivo, por várias razões. Vamos, por isso, perguntar se este é ou não é o país que queremos e podemos ter.
Respondem esta noite num painel improvável mas que, com orgulho o dizemos, foi possível juntar este noite em direto na televisão pública portuguesa. Estão connosco o escritor Valter Hugo Mãe, o médico e presidente da SEDES Álvaro Beleza, a bióloga e Diretora do Instituto de Medicina Molecular Maria Manuel Mota, o advogado que estuda a desinformação João Marecos, o arquiteto Carrilho de Graça, a atriz e influencer digital Joana Barrios, o presidente executivo da farmacêutica Bial António Portela, o músico Dino D´Santiago e ainda se vai juntar, a partir do Porto, uma das maiores especialistas mundiais em avatares, a professora de ciências e investigadora em animação facial Verónica Orvalho.

09 Nov. 2021 Ep. 33

Que alternativa à direita?

O pais vai ter eleições e escolher o futuro governo no próximo dia 30 de janeiro. António Costa deu ontem uma entrevista à RTP em que disse que não deve haver receios de uma maioria absoluta mas em que evitou colocar sal nas feridas abertas com o PCP e o Bloco de Esquerda.
Ao mesmo tempo, reabriu a porta de diálogo à direita, numa altura em que o PSD, tal como o CDS, decide quem será o líder do partido a concorrer às legislativas.
O PSD tem eleições internas já este mês, o CDS não deverá ter apesar de haver dois candidatos, enquanto o Chega e a Iniciativa Liberal reconduzem os líderes e se preparam para ganhar eleitorado, isto segundo as sondagens. Perguntamos esta noite se há, neste contexto, uma alternativa de centro-direita potencialmente ganhadora.
Em debate estão os militantes do PSD André Coelho Lima, apoiante de Rui Rio, e Miguel Pinto Luz, apoiante de Paulo Rangel. Também em estúdio está o antigo líder do PSD e Primeiro-Ministro Pedro Santana Lopes, actualmente presidente da Câmara da Figueira da Foz, Carlos Guimarães Pinto, o professor de economia que foi fundador e primeiro líder da Iniciativa Liberal, a politóloga Marina Costa Lobo, investigadora-principal do Instituto de Estudos Sociais e ainda Ricardo Ferreira Reis, que dirige o CESOP, Católica - Sondagens, que coordenou mais um estudo de opinião para a RTP, Antena 1 e Público na semana passada.

02 Nov. 2021 Ep. 32

Há solução política para o país?

Faltam dois dias para o Presidente da República anunciar ao país a data das eleições, se vier a confirmar, como tudo indica, a dissolução da Assembleia da República.
E tudo indica porque Marcelo Rebelo de Sousa garantiu mais uma vez que faria tudo exatamente do mesmo modo depois de ter alertado os partidos e o país quanto ao Orçamento do Estado. Hoje vamos questionar se o caminho das eleições é ou não é o único que permite encontrar uma solução para o governo do país, num momento que começou com uma crise de entendimento à esquerda mas que prosseguiu, e aqueceu bastante, com duelos internos à direita. É neste contexto que o Presidente da República reúne esta quarta-feira o Conselho de Estado, antes de falar ao país, na quinta feira.
Nesta emissão, em estúdio, estão os comentadores RTP, e ambos professores universitários, Susana Peralta e Pedro Adão e Silva, e também os jornalistas Pedro Tadeu, Diana Ramos, Diretora do Jornal de Negócios e João Vieira Pereira, Diretor do Expresso.

26 Out. 2021 Ep. 31

É ou não é inevitável uma crise política?

Ao sétimo Orçamento, o governo PS pode cair por não reunir apoios suficientes no Parlamento. E é esta quarta-feira que se fica a saber se isso acontece, sendo que tudo indica que vá acontecer mesmo.
É ou não é inevitável uma crise política? Vamos perguntar esta noite aos nossos convidados: os deputados João Paulo Correia do PS, Mariana Mortágua do Bloco de Esquerda e João Oliveira do PCP, que representam as forças partidárias que verdadeiramente decidem o que vai acontecer ao país nos próximos tempos.
Igualmente em estúdio estão os comentadores RTP João Soares e Miguel Poiares Maduro, para nos dizerem como olham para um momento político tão sensível e, até há pouco tempo, inesperado.

19 Out. 2021 Ep. 30

É ou não é o fim da pandemia?

Dizer que a pandemia afetou a nossa vida coletiva é pouco. Nunca nada, em muitas décadas, afetou tanto o nosso dia-a-dia. O ano pandémico coincidiu, em grande parte, com o primeiro ano de emissões do "É ou não é" pelo que o fomos debatendo, várias vezes, perante o impacto devastador nos hospitais, nas escolas, no mundo do trabalho ou na saúde mental.
Nesta emissão, em estúdio, estão Margarida Tavares, médica Infecciologista do Hospital de São João, Miguel Castanho, bioquímico e investigador do Instituto de Medicina Molecular, Tiago Correia (Professor de Saúde Internacional no Instituto de Higiene e Medicina Tropical), Filipe Froes, Médico Pneumologista e também Coordenador do Gabinete de Crise da Ordem dos Médicos para a COVID19), Renata Benavente - Psicóloga e vice-presidente da Ordem dos Psícólogos, que trabalha no Centro de Saúde Almada Seixal.

12 Out. 2021 Ep. 29

É ou não é o Orçamento de que o país precisa?

Já há uma proposta de Orçamento do Estado. Foi entregue no Parlamento no final do dia de segunda-feira, dia 11, e muito discutida ao longo do dia seguinte. O que não se vê, para já, é facilidade em que essa proposta seja viabilizada, desde logo porque o PCP e o Bloco de Esquerda já anunciaram que votam contra o documento tal como ele está. Estão neste grande debate da RTP, precisamente os líderes parlamentares desses dois partidos, João Oliveira e Pedro Filipe Soares, além de dirigentes de outras bancadas, como João Paulo Correia do PS, João Almeida do CDS, Inês Sousa Real do PAN e Duarte Pacheco, do PSD, que se junta a nós a partir de Estocolmo, na Suécia.
Mais à frente entram em estudio também professores de economia e comentadores especializados para responder à pergunta se este É ou não é o Orçamento de que o país precisa?

29 Jun. 2021 Ep. 28

A obesidade em tempo de vírus

A pandemia de Covid-19 obriga a que se dê atenção à obesidade, particularmente num país que ocupa o quarto lugar na indesejada lista dos que têm mais pessoas com excesso de peso, só atrás dos Estados Unidos, do México e do Chile. E sem meias palavras, devemos começar por dizer isto: estudos realizados no último mês provam que a obesidade aumenta em perto de 50 por cento tanto o risco de contrair da doença, como o de morrer da doença em caso de infeção.
É ou não é a pandemia, e todo este perigo acrescido, um bom pretexto para mudarmos de comportamento e de rotinas? Respondem neste programa os convidados desta noite: Susana Fernandes, médica intensivista do Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa Norte, o infeciologista António Silva Graça, comentador RTP para acompanhamento da pandemia, Paula Freitas, médica do serviço de endocrinologia do Hospital de São João e também presidente da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade, Carlos Neto, professor catedrático da Faculdade de Motricidade Humana que dedicou a vida a estudar a importância da atividade física, em particular nas crianças e ainda a psicóloga Marlene Nunes Silva, que é a Diretora no programa nacional para a atividade física da Direção-Geral da Saúde. Daqui a pouco teremos também o testemunho em direto de João Gobern, conhecido radialista e comentador da RTP,  que nos vai contar o que mudou na vida dele depois de ter perdido 80 quilos.

22 Jun. 2021 Ep. 27

Quarta vaga a caminho?

O Verão de 2021 que todos acreditávamos seria bem diferente do de 2020, com uma percentagem significativa de população vacinada, uma proteção garantida aos mais velhos e um alívio nos hospitais. No limite, um regresso desejado a velho hábitos de convívio, em particular nos espaços abertos, como as praias. Há escassas semanas Portugal tinha mesmo uma das situações mais favoráveis da Europa quanto à evolução da pandemia.
A verdade é que Junho tem sido um mês mais difícil, com novas infeções a ocorrerem em cerca de mil por dia, com aumento de internamentos também e, principalmente, a prevalência de uma nova variante, a Delta, em particular na região de Lisboa, mas que ameaça alastrar ao resto do país e coloca até algumas dúvidas sobre até que ponto são as actuais vacinas a nossa proteção definitiva.
São meus convidados esta noite: o investigador do Instituto Nacional Dr. Ricardo Jorge, João Paulo Gomes, o epidemiologista e presidente do Conselho Nacional de Saúde Henrique Barros, o pneumologista Filipe Froes, também coordenador do gabinete de crise da Ordem dos Médicos para a Covid-19, a psicóloga e investigadora em psicologia da saúde Marta Moreira marques, que pertence à task force das ciências do comportamento que foi criada para acompanhar a pandemia em Portugal e o médico especialista em saúde pública Bernardo Mateiro Gomes, que se junta a nós a partir dos estúdios da RTP no Porto.

553234

Instale a aplicação RTP Play

Disponível para iOS, Android, Apple TV, Android TV e CarPlay