As Horas Extraordinárias

A leitura que uma canção pode fazer da forma que sinto.|Ep. 10628 Set. 2022

Olhar para uma paisagem, é como me vejo todos os dias. A imagem remete-me para o reconhecimento… e a distância. A tentativa de perceber o que se passa à volta… encontrar conceito e conteúdo, melhoras e janelas.

Play - As Horas Extraordinárias

Ep. 106

Duração: 2min

Género: Artes

Antena1

Olhar para uma paisagem, é como me vejo todos os dias. A imagem remete-me para o reconhecimento… e a distância. A tentativa de perceber o que se passa à volta… encontrar conceito e conteúdo, melhoras e janelas.

Play - As Horas Extraordinárias
Género: Artes Antena1

Da música à poesia, passado pela arte contemporânea ou a subtileza do desenho. O regresso de Teresa Nicolau à rádio onde nasceu como profissional. Cónica com escolhas pessoais para dar o palco certo à Arte e à Cultura.

duração total 2min
posição atual:
ir para o minuto:

episódios disponíveis

25 Nov. 2022 Ep. 137

No entanto,continuo a ler melancolia,sentir o tempo certo da vida

Começa com a frase mais sábia das minhas recentes leituras. “O futuro não está escrito” Isabela Figueiredo edita o livro das solidões, duas pessoas que estão só para ser. O novo livro chama-se “Um cão no Meio do caminho”

23 Nov. 2022 Ep. 136

Uma pessoa faz o mundo,possibilidade de cultura terá ser lembrada

Amilcar Cabral teve sonhos da lei liberdade,paz partilhada, oferenda e lembrança. Mestre da independência,reconhecido intelectual...universaliza a ideia de cultura,como único caminho para o entendimento entre os povos.

22 Nov. 2022 Ep. 135

A promessa começa por uma frase escrita

Ana Luísa Amaral. “Para a Teresa nesta continuação de diálogo poético.” Nesta conversa, há o pequeno poema “Identidade” que tão bem retrata os tempos.

21 Nov. 2022 Ep. 134

O ladrão dedicado que sofria de poesia

Poema de Ruy Belo "Morte ao meio-dia" Por Máriio Viegas

18 Nov. 2022 Ep. 133

100 anos e um dia de Saramago.

Na semana eufórica em que uma efeméride foi mais do que essa data, a celebração apenas se completa se for a leitura mais ato do que intenção.

16 Nov. 2022 Ep. 132

No papel e na palavra há o risco da voz

As mulheres Saramaguianas

15 Nov. 2022 Ep. 131

Correr,correr e vencer.Nada está ganho,partir é apenas a chegada.

Um dia, pensou que prémio tinha festa e efusão. Entregar o gosto e o esforço num papel que dizia: sucesso e perfeição. Território, escrita. Viagem. A ver se um dia, o caminho leva à maresia.

14 Nov. 2022 Ep. 130

Estrondo é adjetivo quando se fala da Mulher que se dizia assim.

Natália Correia em celebração, para o centenário da Mulher. Que somos todas.

11 Nov. 2022 Ep. 129

Deixar cair o sol em suave permanência

Para ouvir a cidade, que respira. Da alegria, aprende-se a ganhar minutos… ... um passo em frente e lugar seguro. Sempre o ruído que pode ser som, o navio que chega e as águas agitadas lembram as viagens futuras.

10 Nov. 2022 Ep. 128

O resumo do mundo feito em três frases de Saramago.

“O que mais há na terra, é paisagem. Por muito que do resto lhe falte, a paisagem sempre sobrou, abundância que só por milagre... ...a paisagem é sem dúvida anterior ao homem, e...de tanto existir, não se acabou ainda”

09 Nov. 2022 Ep. 127

O dia que conheci Margaret Atwood é dos mais belos da minha vida

A mais recente publicação em Portugal, da escritora canadiana, reúne um conjunto de ensaios e textos de 2004 a 2021… Chama-lhe “Questões Escaldantes” … Revela o pensamento, para além do que está na sua ficção.

08 Nov. 2022 Ep. 126

Escrever até nesta pressa, provoca ao pensamento que não há tempo

Escrever até nesta pressa, provoca até ao pensamento de saber que não há tempo para nada. Nem para pensar. Pegar num momento de único, um livro do filófoso By-ung – Chul Han é sair. O livro “O Aroma do Tempo”

651861

Instale a aplicação RTP Play

Disponível para iOS, Android, Apple TV, Android TV e CarPlay