Play - Bem-vindos a Beirais

Hã?

ep. 12 18m

Séries Nacionais

10AP

Na oficina, Manel está a arranjar um carro. A buzina dispara e ele sente-se incomodado com o barulho e esfrega os ouvidos. O telefone toca e Manel ignora a chamada e sai da oficina. Os cangalheiros falam na rua sobre o negócio da funerária pois não estão a conseguir obter grandes lucros e era bom voltarem ao negócio do contrabando. Joaquim refere que podiam traficar garrafas de licor ou tabaco da China e que se fosse preciso até bebés vendiam, pois é o que está na moda. Entretanto, passa Manel e Moisés e Joaquim ficam com medo que ele tenha ouvido a conversa. Joaquim tem receio que Manel os denuncie pois estavam a falar de contrabando. Moisés também está preocupado e acha que Manel vai contar a toda a gente o que eles querem fazer. Rita e Inês discutem na casa de turismo. Inês quer sair à noite na cidade com amigos que Rita não conhece. Rita refere que não vai deixá-la andar de carro de madrugada com adolescentes que têm carta há um mês. Inês explica-lhe que são todos muito responsáveis e acusa-a de nunca a deixar fazer nada. Inês diz que odeia Rita e Tiago chega e interrompe a conversa dizendo a Inês que não deve falar assim com Rita pois ela é sua mãe. Inês não gosta que Tiago se meta na conversa e vai-se embora chateada. Rita fica envergonhada e pede desculpa a Tiago pelo comportamento de Inês. Tiago refere que ela não precisa de pedir desculpa e que não se devia ter metido na conversa. No minimercado, Alzira está a trabalhar e Manel entra. Manel pede uma sandes a Alzira, mas fala num tom muito alto. Ela estranha o seu tom e Manel continua a falar muito alto. Alzira faz algumas perguntas a Manel, mas ele ignora-as e continua a falar. Ela começa a perceber que Manel está surdo, mas Manel acha que é Alzira que está a falar muito baixo. Manel fica ofendido por Alzira dizer que ele está surdo e diz-lhe que vai comer a outro lado, à sociedade recreativa. Agostinho vai falando com Manel e ele não ouve nada, mas finge que sim. Agostinho vai falando da Junta e do facto de não concordar com os projetos que São tem em mente. Inês olha à sua volta para ver se não está ninguém. Inês pega no telefone da casa de turismo e faz uma chamada. Ela liga para o Jornal da Região e refere que quer colocar um anúncio na "secção de encontros da edição online" a dizer o seguinte: "Homem elegante, viúvo, procura senhora madura para relação séria. Inês pede para acrescentar um número de telemóvel ao anúncio e pede para assinarem como "Tiago". Nas ruas de Beirais, os cangalheiros têm um plano para que Manel não conte nada do que supostamente ouviu sobre a conversa do contrabando. O que Moisés e Joaquim não sabem é que Manel não ouviu nada da conversa porque está surdo. Os cangalheiros falam sobre o plano e esperam que Manel saia da oficina. Joaquim explica que assim que ele sair vão obrigar Manel a entrar na carrinha funerária e depois vão trancá-lo lá dentro. Quando Manel sai da oficina, eles dizem que estão com um problema na carreta pois ela não anda. Os cangalheiros inventam que é um problema na parte detrás. Manel entra e Moisés fecha a porta. Enquanto Joaquim e Moisés decidem quem conduz a carreta, surge Manel que saiu pela parte da frente da carreta. Manel refere que está tudo bem e que lá atrás não há nada que impeça a carreta de andar. Joaquim não consegue perceber como é que Manel saiu da carreta e fica preocupado pois acha que ele descobriu a saída secreta. Alzira está muito preocupada com Manel e resolve procurar o doutor Nuno. Ela conta-lhe que Manel está surdo e Nuno tenta perceber se isso aconteceu de um momento para o outro. Alzira refere que deve ser da idade e que teve que falar muito alto para ver se ele ouvia alguma coisa. Nuno diz a Alzira que o melhor é Manel aparecer no consultório para ser examinado. Alzira acha que Manel não vai querer pois é muito teimoso. Sandro desabafa com Manel sobre Xana. Ele refere que tem saudades da comida de Alzira pois Xana só gosta de comida saudável.

duração total 18m
posição atual:
ir para o minuto: