Sub21: Portugal `chapa` 7 no Liechtenstein

| Seleção Nacional

Portugal com um apoio fantástico
|

Com a presença no Euro-2017 garantida, os sub-21 portugueses conseguiram a maior goleada de sempre fora de casa. O Liechtenstein marcou primeiro, mas Portugal respondeu com sete golos.

A Seleção Nacional sub-21 jogou esta terça-feira, diante do Liechtenstein, no Rheinpark, em Vaduz, a sua décima e última partida de qualificação para o Campeonato da Europa Polónia 2017.

A Equipa das Quinas somou a sua oitava vitória e manteve a invencibilidade neste Grupo 4. Portugal goleou goleou, 7-1. Bruno Fernandes (20'), Daniel Podence (24'), Gonçalo Guedes (26' e 54'), João Carvalho (27'), Rúben Neves (75')e Rúben Semedo (84') apontaram os golos lusos, em resposta ao golo do Liechtenstein, aos três minutos.

A equipa de Portugal: André Moreira; Edgar Ié, Rúben Semedo e Pedro Rebocho; Rúben Neves, João Carvalho e Bruno Fernandes - Cap.; Ricardo Horta (Pedro Empis, 69'), Gonçalo Guedes (Diogo Jota, 63'), Daniel Podence (Pedro Rodrigues, 63') e Bruma.

Portugal responde a golo adversário com quatro golos em sete minutos
A Equipa das Quinas, com uma formação muito ofensiva, mostrou, desde cedo, querer controlar as operações mas acabou por ser surpreendida aos três minutos, quando Dennis Salanovic apontou o primeiro tento da partida para o Liechtenstein.

O conjunto orientado por Rui Jorge recompôs-se e procurou chegar ao golo.

Bruno Fernandes, num remate de meia distância, marcou o tento da igualdade. O capitão de equipa já tinha tentado a sua sorte anteriormente, mas foi aos 20 minutos que viu a bola a encontrar as redes do Liechtenstein.

A controlar a partida, a formação lusa tentava encontrar os caminhos da baliza perante uma defesa muito densa e foi isso que Daniel Podence fez, aos 24 minutos. Ainda não tinham passado dois minutos e Gonçalo Guedes, com um remate forte e colocado, já ampliava a vantagem para Portugal. Um minuto depois, ao 27 minutos, João Carvalho concluiu com sucesso mais uma jogada de insistência.

Até ao intervalo, Portugal ainda tentou dar maior expressão ao resultado, mas os remates ora foram defendidos ou ao kado da baliza à guarda de Claudio Majer.

Mais três golos no segundo tempo
A formação lusa entrou para o segundo tempo a dominar novamente e, aos 53 minutos, Gonçalo Guedes apontou o quinto tento de Portugal e o segundo da sua conta pessoal. Aos 75 minutos, Rúben Neves, assistido por Bruma, rematou forte e colocado para o 6-1 de Portugal.

Rui Jorge operou as três substituições e colocou Rúben Semedo na frente de ataque e o jogador luso correspondeu com o sétimo golo de Portugal aos 84 minutos.

Portugal a jogar em casa

Os 852 espectadores que marcaram presença no Rheinpark eram na sua maioria portugueses que não deixaram de apoiar a Equipa das Quinas. A Comunidade Portuguesa é uma das mais expressivas no Liechtenstein. São mais de mil os portugueses que habitam neste país com cerca de 37 mil habitantes.

Mais duas estreias

Rui Jorge lançou no segund tempo Pedro Rodrigues e Pedro Empis que cumpriram assim as suas primeiras internacionalizações nos sub-21. Rui Jorge utilizou 36 jogadores ao longo dos 10 jogos desta fase de qualificação.

Cinco anos sem perder

Rui Jorge registou o seu 30.º jogo oficial consecutivo sem perder. A única derrota que consentiu no tempo regulamentar, em 33 jogos oficiais, foi registada precisamente há cinco anos, a 11 de outubro de 2011, no encontro em que Portugal perdeu (1-2), em Moscovo, diante da Rússia.

Sub-21 batem recordes

O resultado mais volumoso de sempre registado pelos sub-21 fora de casa em jogos oficiais. O recorde de goleadas dos sub-21 em jogos oficiais fora de casa era de 6-1 (diante da Albânia, em Tirana, a 8 de setembro de 2015, durante a atual fase de qualificação, e diante do Luxemburgo, no Luxemburgo, a 16 de novembro de 2004).

A atual Seleção Nacional sub-21 conseguiu também a melhor diferença de golos em fases de qualificação (29 – 34 marcados e cinco sofridos). O anterior melhor registo foi alcançado na campanha para o Euro-2016 – Portugal teve então uma diferença favorável de 26 golos, ao marcar 29 e ao sofrer apenas três).

O recorde de goleadas em jogos oficiais é de de 8-1, num encontro de qualificação para o Euro-98, disputado no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, diante da Arménia. Clique aqui para conferir a ficha de jogo do Portugal 8-1 Arménia.

Recorde a nível internacional
A formação comandada por Rui Jorge também conseguiu um recorde de invencibilidade a nível Europeu, já que a formação espanhola teve um período sem perder em jogos oficiais que não chegou aos cinco anos.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi há 50 anos que o Homem partiu para a Lua. De Cabo Canaveral, nos EUA, seguiram três astronautas para colocar os nomes na história da humanidade.

Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.