Joaquín torna-se o mais velho marcador nas atuais provas europeias de futebol

por Lusa
EPA

Aos 41 anos e 56 dias, o espanhol Joaquín tornou-se no mais velho goleador nas atuais competições europeias, ao marcar na vitória do Betis sobre o Ludogorets (3-2), na Liga Europa.

O veterano extremo espanhol fez, aos 39 minutos, o segundo golo da equipa sevilhana, superando o anterior recorde da Liga Europa, que pertencia a Daniel Hestad, que marcou com 40 anos e 98 dias, pelo Molde, frente ao Celtic, em 2015.

Na Liga dos Campeões, o recorde pertence ao já retirado futebolista italiano Francesco Totti, que, pela 'sua' Roma, marcou frente ao CSKA Moscovo, com 38 anos e 59 dias, em 2014.

Roy Chipolina, de Gibraltar, é o mais velho marcador da Liga Conferência Europa, competição criada em 2021/22, ao marcar pelo Lincoln Red Imps frente ao Slovan Bratislava, com 38 anos e 288 dias.

Na Supertaça Europeia, a outra das provas europeias atualmente em disputa, o mais velho marcador é o alemão Klaus Allofs, que marcou com 36 anos e 67 dias na final de 1993, frente ao FC Barcelona.
pub