PGR. Luís Filipe Vieira não é arguido no caso dos e-mails

por RTP
Luís Filipe Vieira presidente do Benfica EPA

O presidente do Sport Lisboa e Benfica não é arguido no caso dos e-mails. A Procuradoria Geral da República negou esta terça-feira que Luís Filipe Vieira tenha sido constituído arguido.

A PGR negou que Luís Filipe Vieira tenha sido constituído arguido no processo que investiga o alegado esquema de corrupção para controlar o sector da arbitragem.

O jornal Correio da Manhã tinha noticiado esta manhã que Vieira era arguido, por corrupção desportiva.

No entanto, em comunicado, a Procuradoria Geral da República desmente esta notícia. E esclarece que, no processo dos e-mails, existe um único arguido, que não é o presidente do Benfica.
pub