Oito provas lusas no calendário da União Ciclista Internacional

| Ciclismo

Ainda não é conhecido o percurso da Volta2015
|

A Volta a Portugal vai realizar-se entre 29 de julho e 09 de agosto, de acordo com o calendário publicado esta sexta-feira pela União Ciclista Internacional (UCI), que contempla mais sete provas nacionais.

O calendário, no qual não estão incluídas as competições de cariz exclusivamente nacional, arranca com a Volta ao Algarve, que percorre mais uma vez a zona mais a sul do país, em cinco etapas, entre 18 e 22 de fevereiro

A “Algarvia” é a primeira prova do novo projeto da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), o “Cyclin Portugal”, que tem como objetivo potencializar as condições das zonas a sul, de modo a atrair equipas e seleções internacionais.

A 01 de março tem lugar a Clássica de Loulé e na semana seguinte, mais concretamente entre 07 e 08 de março, o Grande Prémio Internacional do Guadiana.

A próxima paragem do “Cyclin Portugal” é a Volta à Costa Vicentina, que se corre em duas etapas (21 e 22 de março), antes do pelotão rumar ao Alentejo mais profundo, na Volta ao Alentejo (25 e 29 de março).

Sem provas inscritas no calendário europeu nos meses de abril, maio e junho, as emoções do ciclismo internacional voltam a Portugal entre 09 e 12 de julho, no Troféu Joaquim Agostinho, último teste antes da maior prova do calendário luso.

A Volta a Portugal parte para a estrada a 29 de julho, terminando a 09 de agosto – o percurso ainda não é conhecido -, mas antes tem lugar a versão para o futuro do ciclismo português, entre 16 e 19 de julho.

As grandes do ciclismo também viram as suas datas confirmadas: o Giro disputa-se entre 09 e 31 de maio, o Tour entre 04 e 26 de julho, e a Vuelta entre 22 de agosto e 13 de setembro.

Tópicos:

Portugal, Volta, bicicleta, internacional, ciclismo,

Pesquise por: Portugal, Volta, bicicleta, internacional, ciclismo,

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Os dias estão mais quentes e não é por causa do advento da primavera. A razão está identificada - as alterações climáticas fazem-se sentir em todo o planeta e as consequências espelham-se em fenómenos extremos.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.