Fernando Santos destaca qualidade da seleção do Luxemburgo

por RTP

Foto: FPF

Na véspera do jogo entre Portugal e o Luxemburgo, o selecionador nacional destaca a grande evolução dos próximos adversários no apuramento para o Mundial2022.

Fernando Santos fez esta segunda-feira a antevisão do jogo com o Luxemburgo, partida de apuramento para o Mundial de 2022, que se disputa amanhã, às 19h45, no Estádio do Algarve.

Sobre o que espera do jogo observou: "Será um jogo com um grau de dificuldade elevado, até pelo que visionei no encontro que realizaram sábado com a Sérvia. Foi complicado para a Sérvia. Olhando só para o resumo fica-se com uma ideia errada, porque a Sérvia teve oportunidades, mas foram em contra-atraque, em transições. A posse bola demonstra que esta equipa do Luxemburgo vem a crescer. Quando jogámos lá, há 5 meses, percebemos melhor, tivemos dificuldades no jogo durante a primeira parte, conseguimos dar a volta ao resultado, com muito empenho dos jogadores. É uma equipa muito bem estruturada. Neste jogo com a Sérvia os dois jogadores mais influentes nesta equipa do Luxemburgo não jogaram mas estarão certamente aqui amanhã. São três finais para estarmos no Campeonato do Mundo e é nisso que temos de nos concentrar. Se formos equilibrados, mantendo a capacidade ofensiva para alcançar os golos, estaremos sempre mais perto da vitória e acredito que isso vai acontecer. Não espero um Luxemburgo metido lá atrás. Não me parece que venham aqui só jogar em contra-ataque, não têm nada a perder".

E que dificuldades pode criar o adversário? O técnico nacional respondeu: "Pode causar-nos dificuldades se não tivermos a concentração necessária. Aconteceu lá, vi o jogo deles com a Sérvia, com características diferentes. É uma equipa com muita capacidade de ter bola, com muita intensidade, a Sérvia a aproveitar mais as transições e fez um golo assim. O Luxemburgo tentou sair em posse, com um bloco mais subido, fez muito a utilização do guarda-redes, a jogar com os pés... Mas sabemos que somos uma equipa equilibrada, com maior ou menor dificuldade Portugal vai ganhar o jogo".

A propósito da condição física de Diogo Jota observou: "Acabou de chegar, ainda não falei com os médicos. Não me parece muito fácil, não treinou ainda connosco. Se entendermos que não, irá viajar para Liverpool".

pub