Hóquei em patins. "Fomos todos heróis, mas o Girão foi estratosférico"

| Desporto
Hóquei em patins. Fomos todos heróis, mas o Girão foi estratosférico

A ver: Hóquei em patins. "Fomos todos heróis, mas o Girão foi estratosférico"

João Rodrigues, capitão da seleção nacional de hóquei em patins, confessa que a equipa portuguesa concretizou um "sonho de criança" ao conquistar o título de campeões mundiais. O capitão da seleção afirma que "este mundial fica sempre associado a um grupo de trabalho", mas destaca Ângelo Girão, guarda-redes português, como o verdadeiro herói.

Revela que por momentos sentiram que a taça estava longe, mas que a confiança e o carácter da equipa levou à conquista do título. "Lembro-me que nós tínhamos dito que voltaríamos e cumprimos, mas espero que não fique por aqui", declara João Rodrigues.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

Estamos em plena campanha para as Legislativas. Não queremos aqui influenciar o seu voto, mas tratar as dúvidas que nos apareceram a nós e que podem também ser as suas.

    Os portugueses escolhem os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.