Portugal nos oitavos do Euro, com o sofrimento do costume

| Euro 2016

Ronaldo esteve em evidência com uma assistência e dois golos
|

Portugal conseguiu o apuramento para os oitavos de final do Euro 2016, após empatar a três com a Hungria. A equipa portuguesa ainda tentou o quarto golo que daria a liderança do Grupo F, mas a Hungria soube defender e gerir a vantagem de que dispunha. Depois de muitas críticas, Cristiano Ronaldo esteve em evidência com uma assistência e dois excelentes golos.

Portugal entrou a todo o gás na partida e tentou, logo aos cinco minutos, o remate à baliza de Gábor Király, por intermédio de João Mário. No entanto, o remate do médio saiu muito por cima do alvo.

A seleção das quinas continuou a pressionar a defensiva húngara e Pepe e Nani tentaram o golo da vantagem, através de cabeceamentos. Király defendeu o primeiro e o jogador do Fenerbahçe não acertou com os postes da baliza da Hungria.

No entanto, balde de água fria para os portugueses. Após um pontapé de canto mal cortado, Zoltan Gera recebeu a bola à entrada da área e rematou forte para um grande golo. Rui Patrício não viu a bola partir e o esférico entrou em grande velocidade na baliza portuguesa.


Foto: Reuters

Cristiano Ronaldo entrou em campo para bater o recorde de Lilian Thuram e Edwin Van der Sar e tornou-se no jogador com mais partidas disputadas em Europeus. Este é o décimo sétimo jogo do internacional português numa fase final europeia.

Mas os livres diretos continuam a não correr bem a CR7 que viu Király a realizar uma boa defesa a um remate fraco do jogador português.

O desastre esteve para acontecer para as hostes portuguesas, quando Elek (em fora-de-jogo) rematou com muito perigo à baliza portuguesa. Rui Patrício defendeu com dificuldade e a defesa portuguesa limpou o lance.

Ronaldo continuou a engrossar a liderança da lista de maiores rematadores deste Euro, mas sem grande sucesso. No entanto, aos 42 minutos, o jogador do Real Madrid esteve melhor a assistir. CR7 encontrou e serviu Nani para o primeiro golo português da tarde.


Foto: Reuters


O jogador português, que joga agora na Turquia, isolou-se e rematou entre o poste e Gábor Király, empatando a partida.
Segunda parte frenética
A segunda metade trouxe Renato Sanches no lugar de João Moutinho e quando Portugal se balanceava para o ataque, a Hungria chegou novamente ao golo. Balázs Dzsudzsák bateu um livre direto à entrada da área portuguesa e com o esférico a resvalar em André Gomes, Rui Patrício foi enganado e sofreu o segundo golo.

No entanto, a resposta portuguesa não se fez esperar e provavelmente com aquele que deverá ser o melhor golo do Europeu até agora. Descaído sobre o corredor direito, João Mário cruza para a área húngara, com Cristiano Ronaldo a corresponder com um remate de calcanhar que bate Király pela segunda vez nesta tarde de futebol.


Foto: Reuters

Grande golo do internacional português, que assim, também se destaca como o melhor marcador português em Europeus, ultrapassando os seis golos de Nuno Gomes.

Nem cinco minutos volvidos, Balázs Dzsudzsák voltou a ter espaço à entrada da área portuguesa e voltou a tentar o remate. O chuto é novamente desviado, agora por Nani, e Rui Patrício foi enganado pela segunda vez e a sofreu o terceiro golo.

Tarde inacreditável para a seleção portuguesa que parecia ter tudo a correr mal para os seus lados.


Foto: Reuters

Portugal partiu novamente à procura do empate e com a vontade de chegar ao terceiro golo, João Mário e Cristiano Ronaldo atrapalharam-se e o médio do Sporting rematou ao lado dos postes de Gábor Király.

Uma hora de jogo e André Gomes deu lugar a Ricardo Quaresma. Poucos minutos depois de entrar, o ' mustang' recebe o esférico de João Mário e cruza de forma perfeita para um cabeceamento fulminante de Cristiano Ronaldo, que num movimento rápido se antecipou à defesa húngara.

Logo depois, Portugal esteve prestes a sofrer novo revés. Adam Szalai rematou com estrondo ao poste da baliza de Rui Patrício e os portugueses tremeram. Justo será dizer que o poste que tirou o triunfo frente à Áustria poderá ter sido aquele que não derrotou Portugal frente à Hungria.

A partir desse momento, o jogo foi completamente português. A seleção tentou chegar ao quarto golo, o da vitória, mas teve um muro húngaro à frente que não deixou passar qualquer tentativa de remate da equipa lusa.


Foto: Reuters

Quaresma e Ronaldo bem tentaram mas a Hungria soube defender o primeiro lugar do Grupo F.

Acabada a partida, empate a três golos e seleção portuguesa no segundo lugar do Grupo F. Mas a Islândia voltou a marcar frente à Áustria (vitória escandinava por 2-1), e colocou Portugal como terceiro classificado do grupo. Terceiro posto que leva a equipa das quinas a defrontar a surpreendente Croácia, no próximo sábado, às 20h00.
A figura do jogo
Depois de muitas críticas, excessivas diga-se, após a exibição frente à Áustria, Cristiano Ronaldo entrou em campo com vontade de calar críticos. Ele que é de recordes, bateu logo um quando entrou em campo. Tornou-se no jogador com mais partidas disputadas em Europeus.


Foto: Reuters

E durante o jogo? Quando se pensava numa nova enxurrada de livres diretos infrutíferos, o capitão conseguiu responder com uma grande assistência para o primeiro golo de Nani e os seus dois golos foram de excelente recorte técnico.

No primeiro, assistido por João Mário, CR7 bateu Király com um remate de calcanhar, e no segundo, surpreendeu a defesa húngara com um excelente voo para um grande cabeceamento que fuzilou Király.

Tentou o hat-trick até ao fim da partida mas ressentiu-se de uma má queda que o deixou com dores na coxa direita. Mesmo assim, quando estava sob pressão, Cristiano Ronaldo voltou a corresponder com golos e um bom jogo e não foi por ele que Portugal saiu empatado frente à Hungria.

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.