City vence dérbi de Manchester e deixa Mourinho a 12 pontos da liderança

| Futebol Internacional

|

O Manchester City impôs-se domingo em casa ao United por 3-1, em jogo da 12.ª jornada da liga inglesa de futebol, mantendo assim a liderança isolada da prova, com mais dois pontos do que o Liverpool.

David Silva, aos 12 minutos, e Aguero, aos 48, colocaram a equipa de Pep Guardiola a vencer por 2-0, tendo a equipa de José Mourinho reduzido a desvantagem aos 58, através de uma grande penalidade convertida por Martial.

A equipa da casa aumentou a vantagem aos 86 minutos, por intermédio de Gundogan, a passe do português Bernardo Silva.

A derrota deixa a equipa de José Mourinho na oitava posição da liga inglesa, em igualdade pontual com Bournemouth e Watford e a 12 pontos da liderança.

O Wolverhampton, orientado por Nuno Espírito Santo, esteve a vencer desde os 13 minutos na visita ao Arsenal, com um golo de Ivan Cavaleiro, um dos cinco portugueses do onze titular, mas acabou por ceder o empate aos 81 minutos, num lance finalizado por Mkhitaryan.

Além de Cavaleiro, alinharam de início nos 'Wolves' Rui Patrício, Hélder Costa, com cinco portugueses no onze titular, João Moutinho e Ruben Neves, que já em tempo de descontos (90+5) rematou à barra.

O Arsenal, que a meio da semana assegurou a continuidade na Liga Europa ao empatar sem golos com o Sporting, desceu ao quinto lugar da 'premier league', com menos três pontos do que o Tottenham, quinto, e menos oito do que o líder.

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.