Jim Ratcliffe é o novo coproprietário do Man. United

por Mário Aleixo - RTP
Jim Ratcliffe vai injetar muitos milhões de euros nos "red devils" Reuters

O multimilionário britânico Jim Ratcliffe, dono da Ineos, empresa multinacional da indústria química, foi oficializado como coproprietário do Manchester United, depois de o processo ter sido aprovado pela federação e Liga inglesa de futebol, anunciou o clube.

Em comunicado, o Manchester United, clube em que atuam os internacionais portugueses Bruno Fernandes e Diogo Dalot, explicou que a aquisição de 25% das ações do clube por parte do empresário de 71 anos ficou finalizada, com todas as autorizações a serem concedidas pelas entidades responsáveis, ou seja, federação inglesa, Premier League e mercado britânico.

De acordo com a imprensa local, Ratcliffe injetou cerca de 185 milhões de euros (ME) nos "red devils", destinados ao investimento na equipa de futebol, e irá colocar mais 100 ME até final do ano, neste caso com o objetivo de modernizar o estádio de Old Trafford e as infraestruturas do clube.

Antes da entrada no capital do Manchester United, o fundador e dono do grupo Ineos já detinha o Nice, da Liga francesa, e o Lausanne, do campeonato suíço.

A família norte-americana Glazer, que em novembro de 2022 anunciou como objetivo a venda total ou parcial do Manchester United, continua a ser a acionista maioritária, embora agora os destinos da equipa de futebol passem a ser da responsabilidade de Ratcliffe.


pub