Em Direto
Euro2024. Acompanhe aqui, ao minuto, o jogo do Grupo A entre Alemanha e Hungria

Lucas Paquetá acusado de receber cartões amarelos de forma deliberada

por Lusa
Foto: David Klein - Reuters

O jogador do West Ham Lucas Paquetá foi hoje formalmente acusado pela Associação de Futebol de Inglaterra (FA) de receber cartões amarelos intencionalmente em jogos da Premier League, com o objetivo de manipular apostas.

O caso remonta a quatro jogos decorridos entre novembro de 2022 e agosto de 2023, nos quais o médio brasileiro recebeu cartões amarelos em cada um.

De acordo com a FA, o jogador do West Ham encontra-se indiciado por quebrar duas das normas estabelecidas pela máxima entidade do futebol daquele país.

"Alegadamente, [Lucas Paquetá] tentou, de forma direta, influenciar o progresso, conduta ou qualquer outro aspeto nestes jogos, procurando intencionalmente receber um cartão do árbitro com o propósito impróprio de afetar o mercado de apostas, para que uma ou mais pessoas lucrassem com as mesmas", referiu a FA, em comunicado.

O atleta de 26 anos foi ainda acusado de "inobservância", sendo que tem até ao dia 03 de junho para responder às acusações.

O médio brasileiro recorreu às redes sociais para negar as acusações, referindo que vai lutar "com todas forças" para limpar o seu nome.

Paquetá defendeu ainda que, "ao longo de nove meses", cooperou "em todos os passos desta investigação" e providenciou "toda a informação possível".

O médio do emblema londrino, que há duas semanas foi convocado por Dorival Júnior para representar a seleção brasileira na Copa América, que arranca em junho, continuou a jogar pelo clube enquanto decorriam as investigações.

Os jogos da Premier League em questão foram diante do Leicester, em 12 de novembro de 2022, Aston Villa, em 12 de março de 2023, Leeds, em 21 de maio de 2023, e Bournemouth, em 12 de agosto de 2023.
pub