Benfica e Académica processam diretor de comunicação do Sporting

| Futebol Nacional

O Benfica e a Académica vão processar o diretor de comunicação do Sporting, Nuno Saraiva, por declarações em que insinua que a equipa B dos 'encarnados' facilitou a vitória da Académica, na sexta-feira, na II Liga de futebol.

"A Sport Lisboa e Benfica SAD determinou a instauração imediata dos competentes processos cíveis e criminais, no âmbito da justiça desportiva e civil, ao diretor de comunicação do Sporting Clube de Portugal, pela gravidade das suas afirmações", lê-se em comunicado do clube 'encarnado'.

O Benfica considera as declarações "totalmente absurdas, injuriosas e difamatórias" e ofensivas para com a reputação das instituições e de todos os seus profissionais, sublinhando que "devem merecer a máxima atenção por parte dos responsáveis das competições desportivas".

Já a Académica vem "desmentir, lamentar e repudiar as tristes e falsas declarações do funcionário sr. Saraiva" e diz que os seus dirigentes "encaminharam este assunto para o Departamento Jurídico para que, nos meios próprios, seja exigida a censura pública do interveniente pela violação grosseira de honorabilidade e bom nome, exigindo a reparação de todos os danos daí resultantes, que serão integralmente entregues a Instituições de Solidariedade Social".

"Não podemos admitir a subserviência ou servir propósitos profissionais do funcionário Saraiva e dos seus ataques a outros clubes. Somos maiores do que isso. Exigimos respeito. Demarcamo-nos dessas guerras e dessas atitudes. Tratamos com igual respeito e educação todos os clubes e, por isso, exigimos o mesmo tratamento. A Académica não admite que seja retirado brio ou mérito às suas vitórias", acrescentam os 'estudantes', que sublinham as boas relações com o Sporting, o seu presidente, Bruno de Carvalho, e demais órgãos sociais.

Em declarações proferidas na sexta-feira, na Sporting TV, Nuno Saraiva afirmou que "as suspeitas e evidências do polvo do Benfica é algo que extravasa muito as paredes do Estádio da Luz", relatando em seguida um episódio alegadamente ocorrido no Sporting B-Académica (2-2), que lhe causou preocupação e sobre o qual esperou até sexta-feira para perceber o seu significado.

"Quando a Académica foi jogar a Alcochete, há duas semanas, com o Sporting B (2-2), houve um 'sururu' no final com um dirigente da Académica que será facilmente identificado nas imagens. Não estava lá, mas foi-me relatado que, depois, o próprio presidente da Académica dirigiu-se ao treinador do Sporting B, Luís Martins, e disse-lhe: 'Isto é uma vergonha, tanto antijogo. Se vão acabar com a equipa B, nem se percebe o facto de não facilitarem. Depois vão querer os nossos votos para a AG da Liga. Daqui a 15 dias vamos ao Seixal e vamos ganhar fácil. Depois queixem-se", relatou Nuno Saraiva.

O diretor de comunicação 'leonino' acrescentou que outro dirigente da Académica disse o mesmo a Virgílio Lopes, responsável da Academia de Alcochete, e que o delegado da Liga destacado, Sérgio Ferreira, assistiu à parte inicial da conversa e depois afastou-se. "A verdade é que hoje a Académica foi ao Seixal ganhar por 4-0", completou Nuno Saraiva.


A informação mais vista

+ Em Foco

No mês do Mundial de futebol a RTP faz uma radiografia da vida na Rússia.

    Entrevista a António Mateus para o programa "Olhar o Mundo". Veja aqui.

    Um olhar aos altos e baixos da relação entre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

      A RTP esteve em 2017 no navio Aquarius, agora acolhido por Espanha com mais de 600 migrantes a bordo. Veja ou reveja a reportagem.