Operação da PSP resulta em 30 detenções entre adeptos de Sporting e Benfica

por Lusa
Foto: Facebook/PSP - DR

Uma operação da PSP junto de grupos de adeptos `casuals` de Sporting e Benfica resultou hoje em 30 detidos na área da Grande Lisboa e na margem sul do Tejo, segundo aquela força policial.

Numa atualização do Comando Metropolitano de Lisboa a um primeiro comunicado, subiu de 27 para 30 o número de detidos na sequência das diligências da Divisão de Investigação Criminal, a dar cumprimento a "29 mandados de detenção emitidos por autoridade judiciária, bem como a 30 mandados de buscas domiciliárias".

Além dos 29 mandados de detenção fora de flagrante delito, e segundo a nova nota, a Polícia de Segurança Pública nota que "foi ainda detido em flagrante delito outro indivíduo na posse de uma arma proibida, tratando-se de uma arma de fogo".

A par das 30 detenções, de indivíduos com idades compreendidas entre os 18 e os 47 anos, junto de "dois grupos afetos ao movimento dos `casuals`" de `leões` e `águias`, foi apreendido "diverso material afeto a esta subcultura".

Entre os itens apreendidos estão três armas de fogo e mais de 750 munições de vários calibres, material pirotécnico, de petardos a potes de fumo e tochas, armas brancas e outros instrumentos artesanais, "13 artefactos de sinalização marítima", 5.840 doses de haxixe e 1.016 doses de heroína.

"Nos inquéritos que decorrem e que deram origem a esta operação, são investigados vários factos suscetíveis de configurar os crimes de ofensas à integridade física qualificadas, sobre adeptos e sobre polícias, bem como os crimes de roubos, danos, participação em rixa, ameaças e desobediência de interdição em recintos desportivos", adianta aquela força policial.

Os detidos serão presentes a interrogatório na quinta-feira, para lhes serem aplicadas medidas de coação.

Em declarações à Lusa, o comissário responsável pela operação, André Teixeira, explicou que a operação começou pelas 07:00 de hoje.

De acordo com a força de segurança, a operação policial incide sobre o movimento `casual` em Portugal, "ligado ao fenómeno desportivo".

Na operação participaram dezenas de operacionais ligados à investigação criminal, apoiados pela polícia técnica forense, o núcleo de armas e explosivos e outras valências da PSP de ordem pública, tendo contado com o apoio da Guarda Nacional Republicana dentro da área de competência desta força policial.

 

Tópicos
pub