Paulo Alves no Olhanense para manter fuga aos últimos lugares

| Futebol Nacional

novo desafio agora no Algarve
|

Paulo Alves foi hoje apresentado oficialmente como novo treinador do Olhanense, indicando como objetivo manter o clube algarvio "o mais afastado possível" dos últimos lugares da I Liga portuguesa de futebol.

"O que me foi pedido passa por manter o Olhanense o mais afastado possível dos lugares complicados da tabela. Sou um treinador com os pés bem assentes no chão. Não vamos pensar em outras coisas sem antes atingir o fundamental, aquilo que é o mais importante. O resto veremos depois, até porque a ambição
dos jogadores que treino não pode ter limites", disse o técnico.

Paulo Alves, de 43 anos, substitui Abel Xavier no comando técnico dos algarvios após oito jornadas no campeonato, com o clube posicionado no 11. lugar, com oito pontos.

O novo treinador, que estava parado desde que saiu do Gil Vicente no final da última época, foi apresentado no museu do clube, onde pôde observar "a grandeza e tradição" do emblema de Olhão.

"Tudo farei para o Olhanense alcançar o sucesso que pretende. Sou alguém muito ambicioso e rigoroso e não será por falta de trabalho que o Olhanense não terá sucesso. É um desafio difícil, como todos o são, mas não me assusta", confessou Paulo Alves.

O treinador tem acompanhado a Liga e já viu alguns jogos do seu novo clube mas, "eticamente", recusou comentar o que estava mal com Abel Xavier, por "respeitar" o trabalho do ex-colega de seleção enquanto jogadores.

"Tenho a noção e a consciência de que este é um plantel com jogadores de qualidade. Pela sua juventude, e eventual falta de experiência a este nível, vai ser necessário muito trabalho. Quero uma equipa competitiva, com um futebol de qualidade, sempre que possível, com determinação, empenho, capacidade de luta e sofrimento", sustentou.

Paulo Alves lembrou o percurso no estrangeiro, enquanto jogador, para se manifestar tranquilo com a diversidade de um grupo que conta com mais de uma dezena de nacionalidades.

"O futebol tem uma linguagem universal. Há situações que, por vezes, até num simples trocar de olhos o jogador e o treinador se percebem. Falo bem inglês e francês e estou certo que alguns deles já 'arranham' o português. Gosto de ter uma comunicação simples, fácil e objetiva com jogadores. São jogadores jovens, à procura do seu sucesso, e farei os possíveis para ajudar", afirmou.

O novo técnico do Olhanense prometeu "ambição máxima" nas taças "para chegar o mais longe possível" e, apesar do "tempo limitadíssimo" de preparação, uma equipa à altura do desafio de quarta-feira com o Sporting da Covilhã, da segunda mão da segunda fase da Taça da Liga, depois da derrota (0-1) no primeiro jogo.

"Vou falar com jogadores e vamos encontrar, dentro das coisas boas que têm sido feitas, a melhor solução para quarta-feira  apresentar uma equipa competitiva que permita dar a volta à eliminatória", concluiu.

Paulo Alves será coadjuvado por Fernando Batista (adjunto e treinador de guarda-redes) e Ricardo Vaz (preparador físico).

A conferência de imprensa contou também com a presença de Isidoro Sousa, presidente do clube e da SAD, e do italiano Igor Campedelli, administrador da SAD.

"Sentíamos que era necessário mudar algo. Não foi uma decisão fácil, mas foi pensada e já estava tomada há algum tempo, não passava pelos últimos resultados. Paulo Alves foi uma escolha consensual, pela sua experiência no futebol português", disse Isidoro Sousa.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes. É um “movimento de capacitação e investimento da mulher”.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.