Treinador do Paços de Ferreira quer "criar surpresa" no duelo com FC Porto

| Futebol Nacional

Legenda da Imagem
|

João Henriques, treinador do Paços de Ferreira, acredita que a sua equipa "pode criar surpresa nesta jornada" ao conseguir travar o líder do campeonato, FC Porto, na partida deste domingo, da 26.ª ronda da I Liga portuguesa de Futebol.

Embora reconhecendo que "a possibilidade de o Paços de Ferreira conquistar pontos neste jogo é mínima", o técnico dos pacenses garantiu que a equipa tem "trabalhado bem" para inverter essa probabilidade e que se vai "agarrar ao que puder" para criar a tal surpresa.

"Sabemos que o FC Porto ainda não perdeu qualquer jogo oficial em provas nacionais e que, por isso, será uma partida tremendamente difícil. Nós vimos de uma sequência negativa, é um facto, mas estamos convictos de que temos trabalhado bem nas últimas semanas", começou por dizer João Henriques.

O treinador dos pacenses aludiu à e recente receção ao Benfica, em que a sua equipa até esteve a ganhar, antes de sofrer a reviravolta na parte final do encontro, para provar que o Paços de Ferreira "já demonstrou que contra equipas deste valor consegue criar oportunidades e fazer golos".

"Nada melhor do que encontrar uma equipa como o FC porto para podermos dar uma imagem do nosso valor real, daquilo que somos capazes de fazer e do trabalho que está a ser desenvolvido", apontou o técnico, que soma cinco derrotas consecutivas nos últimos desafios.

João Henriques admitiu a probabilidade de serem os 'dragões' a terem mais oportunidades para marcar, mas desvendou um pouco da postura que a sua equipa terá, lembrando que "o jogo começa 0-0, e o Paços vai tentar mantê-lo para depois aproveitar as suas oportunidades".

"Vamos estar focados na baliza do FC Porto, mesmo sabendo que do outro lado está uma equipa que terá mais ataques e posse de bola durante o jogo. Temos de ser eficazes no menor número de ataques que vamos ter, trabalhando, também, para ter aquela estrelinha da sorte, para que a nossa baliza fique a zeros, sendo rigorosos no processo defensivo", sublinhou.

Questionado se as várias baixas no adversário podem ser uma vantagem para o Paços de Ferreira, o técnico dos 'castores' não acredita em facilidades por esse motivo, embora vincando que sabe "as características dos jogadores que poderão ser opção no FC Porto para este jogo e que foram trabalhadas estratégias durante a semana".

"Uma equipa como o FC Porto nunca estará fragilizada perante o Paços de Ferreira. Poderá não ter os mesmos valores que habitualmente estão presentes, mas os que entrarem farão sempre uma equipa forte e ambiciosa, à procura de consolidar a sua posição na tabela classificativa", acrescentou.

Fora do âmbito desta partida frente aos 'azuis e brancos', e perante as várias polémicas que têm assolado o futebol português, e que, indiretamente, também afetam o Paços de Ferreira, João Henriques considerou que "é altura de se dizer basta".

"Temos de erradicar todas estas polémicas que tem assolado o futebol, mas temos de o fazer todos juntos, não podemos assobiar para o lado fingir que não estamos a ver. Temos de falar de coisas positivas para que se acabe com as maçãs podres do futebol", afirmou.

O treinador do Paços de Ferreira optou por não divulgar a lista de convocados para este desafio, mas sabe que não pode contar com Gian, que cumpre o segundo jogo de castigado, e André Leão, que recupera de lesão.

O Paços de Ferreira, 17.º classificado, com 21 pontos, recebe este domingo o líder FC Porto, com 67, numa partida agendada para as 20:15, no Estádio Capital do Móvel.

A informação mais vista

+ Em Foco

No mês do Mundial de futebol a RTP faz uma radiografia da vida na Rússia.

    Entrevista a António Mateus para o programa "Olhar o Mundo". Veja aqui.

    Um olhar aos altos e baixos da relação entre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

      A RTP esteve em 2017 no navio Aquarius, agora acolhido por Espanha com mais de 600 migrantes a bordo. Veja ou reveja a reportagem.