Sofia Vieira quer fazer a "dobradinha" em Itália

| Futsal

Sofia Vieira tem uma carreira diversificada
|

A portuguesa Sofia Vieira conquistou a Taça de Itália de futsal, ao serviço do Kick Off C5, que lidera a Série A, a seis jogos do fim da fase regular.

Aos 31 anos, a ala/pivot portuguesa cumpre a sexta temporada no clube italiano, que em 2017/18 perdeu a final do campeonato frente ao Ternana.

O Kick Off C5 lidera a Série A com 60 pontos, mais três do que o Salinis e mais seis do que o Montesilvano, segundo e terceiro classificados, respetivamente.

"O campeonato ainda é longo e a fase final joga-se em 'play-offs'. O facto de estarmos em primeiro coloca-nos entre as candidatas à vitória, mas nada mais. Obviamente, os meus objetivos passam por tentar vencer o campeonato e, a nível individual, ficar, no mínimo, entre as três melhores marcadoras da competição", explicou Sofia Vieira, em declarações à agência Lusa.

Na final da Taça de Itália, disputada em 24 de março, a portuguesa marcou um dos golos da vitória do clube de San Donato, da região de Milão, por 10-2 sobre a Lazio, no culminar de uma final a oito "fantástica", com triunfos diante de Florentia (8-6) e Montesilvano (6-5).

"Foi marcante não só pela vitória final, mas também por todo o percurso. Para mim representa a justiça que nem sempre se consegue no desporto, foi o culminar de uma preparação intensa (tática, física e psicológica) e o reconhecimento do trabalho de tantos anos para lá chegar", referiu.

Percurso diversificado
Natural de Rio Maior, Sofia Vieira começou a jogar futsal na escola, alinhando, depois, por Alcobertas, Cartaxo e Academia Torrejana antes de chegar ao Benfica, em 2003/04, ainda com idade de júnior.

Defendeu a camisola encarnada em quatro temporadas, durante as quais chegou à seleção principal portuguesa de futebol, marcando sete golos nas 34 presenças na equipa das quinas, tantas quantas viria a somar na seleção de futsal, apontando nove tentos.

A última presença na seleção de futsal ocorreu em outubro de 2016, levando a que Sofia Vieira já não espere voltar à equipa das quinas.

Depois do Benfica, a portuguesa rumou a Espanha, onde jogou em quatro clubes, casos de FSF Mostoles, Atlético Navalcarnero e Universidad de Alicante, em futsal, e no Atlético de Madrid, em futebol.

"Tudo começou com a disputa da Taça Ibérica pelo Benfica, ganhamos ao FSF Mostoles e chegou o convite para jogar em Espanha, onde estive durante seis anos. Surgiu a possibilidade de vir para Itália, arrisquei e aqui continuo pela sexta época consecutiva", recordou.



A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

De A a Z. Uma infografia para conhecer como funciona o Parlamento.

    Os portugueses escolheram os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.