FC Barcelona tenta despenalizar `amarelo` a Messi pela homenagem a Maradona

por Lusa
Reuters

O FC Barcelona vai tentar a despenalização do cartão amarelo com que Messi foi admoestado quando festejou um golo retirando a camisola para exibir a que tinha por baixo, a ‘10’ de Maradona recentemente falecido.

No momento de celebrar o quarto golo do triunfo dos catalães sobre o Osasuna, Leo Messi despiu a camisola do FC Barcelona e envergou a que tinha por baixo, a da estreia de Maradona pelo Newell’s Old Boys, curiosamente o clube onde o atual astro do ‘blaugrana’ iniciou a carreira e permaneceu entre 1995 e 2000.

O Barcelona explicará ao comité disciplinar da Liga o contexto do seu gesto, escusando-se a apresentar alegações, uma vez que o clube entende que “a regra é muito clara” e estabelece a exibição de um cartão amarelo quando um jogador tira a camisola.

Curiosamente, a camisola da estreia de Maradona, que foi oferecida a Messi por um colecionador argentino durante o Mundial2018 da Rússia, já tinha estado sob o olhar do atual atleta de 33 anos, pois nesse dia estava no estádio com o seu pai, quando tinha somente seis anos.

O golo de Messi ao Osasuna foi, inclusivamente, parecido com um que Maradona marcou na estreia pelo Newell’s Old Boys.

Maradona, considerado um dos melhores futebolistas da história, morreu na quarta-feira, aos 60 anos, devido a uma paragem cardíaca na sua vivenda em Tigre, na província de Buenos Aires.

A sua carreira de futebolista, de 1976 a 1997, ficou marcada pela conquista, pela Argentina, do Mundial de 1986, no México, e os dois títulos italianos e a Taça UEFA vencidos ao serviço dos italianos do Nápoles.
pub